TODO PROSA

Minha foto

Escritor, jornalista, roteirista, diretor de tv. Dirigi, apresentei e escrevi para a  TV Cultura, CNT/GAZETA, BANDEIRANTES, MANCHETE,  Rede SESC/Senac,TV Brasil, TV Pública de Angola, TVT-TV DOS TRABALHADORES, GNT entre outras. Editei as revistas RAIZ, TRIP e HV e fui conselheiro editorial da Rolling Stone e um dos criadores do programa METRÓPOLIS da Tv Cultura do qual fui o primeiro apresentador. Fui repórter do Caderno B do JB e tomei parte da equipe fundadora do Caderno 2 do Estadão. No mesmo jornal fui cronista de 1993 a 1998. De 98 a 2001 fui cronista do Jornal da Tarde.  De 1998 a 2005 dirigi, escrevi e apresentei "Literatura" e "Mundo da Literatura" exibido em várias emissoras abertas e fechadas. Sou co-autor das peças "Olho da Rua" e "Quatro Estações". Autor de sete livros publicados como CINEVERTIGEM (ed. Record) e os infanto-juvenis VALENTÃO, O BRASIL É FEITO POR NÓS ?, DIA DE SUBMARINO e FALTA DE AR. Co-autor de outros tantos. Dirigi mais de uma dúzia de documentários e séries documentais para várias emissoras de tv. Publiquei todos os dias durante um ano em www.revistapessoa.com o 365- Diário do Anonimato do Mundo. Uma história por dia. Cada dia um lugar do mundo. Escrevo duas vezes por semana para a revista digital  Dom Total em www.domtotal.com . Entusiasta da comunicação pública também fui gerente de produção da TV Brasil e diretor de conteúdo e programação da EBC.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O DESTINO É UM MONSTRO SUBMARINO


O DESTINO É UM MONSTRO SUBMARINO
  
Basta de filosofia
ia, mas havia
não há espaço por essa via

Congestionando paradoxos
métodos nada ortodoxos
singra-se mares perigosos
pontos muito nervosos
capilaridades, efemérides
datas inócuas

canais olímpicos deságuam no mar poluído
saudade alcança o seu olhar mais comprido
na linha d'água um pedaço e terra  se assoma
ponta de uma ilha vulcânica

o que se esconde abaixo de nós
é lava fervente
rio de fogo
transformação dos sinais
muito além de onde a aparência demonstra


o destino é um monstro submarino...

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

interestelar canoa

     


    Na recém descoberta galáxia de Franciscus Gandhi, uma enorme conferência dos beneméritos do planeta Peace organiza uma expedição salva Terra e Salva Brasil diante da possibilidade real de Trump na Casablanca , Temer no Planalto, Alckmin no Bandeirantes e Dória na prefeitura. Os  alienígenas beneméritos ainda tem esperanças de que esse triste quadro se reverta mas , por via das dúvidas, organizam uma barca interplanetária para levar alguns poucos  justos para fora desse possível inferno. 

terça-feira, 16 de agosto de 2016

ELKE MARAVILHA VIRA PURPURINA

      


    A morte, a "Indesejada das gentes", como a chamava o poeta Manuel Bandeira, chegou no mesmo dia para dois personagens diametralmente opostos no imaginário brasileiro. O primeiro deles,centenário e abjeto,foi João Havelange cujo nome virou sinônimo de empáfia , antipatia, arrogância, prepotência,vaidade e , lógico, corrupção superlativa. Não vou embarcar nessa de transformar todo morto em santo mas também não perco mais uma linha em falar nessa triste criatura que tanto mal fez ao futebol mundial. 
   Prefiro aqui lembrar  de Elke Maravilha, sinônimo de alegria, simpatia, descontração, ousadia, ícone da cultura de massa e que fez muita gente pensar. Foi pioneira comportamental, foi drag queen antes de todas as drags, foi musa dos gays, dos descolados, símbolo libertário em épocas bicudas. Perder Elke, ainda nova aos 71 anos, é ruim num país careta, enfezado e escroto que se forma sob as nuvens de um governo espúrio e vampiresco da corja em volta de Temer.
     Em curto período entre 2008 e 2010 fui vizinho de Elke no bairro do Leme (Rio)e algumas vezes a vi desfilar ( literalmente) pelas ruas distribuindo seu sorrisão, sua simpatia e chamando a todos de "criança". Por essa época acabei pegando um dia uma ponte -aérea com ela e embarcado no papo agradável descobri o que intuía e muitos falavam : era uma mulher culta, articulada, perfeitamente ciente do papel que representava no cenário pop nacional.  
    A tal "indesejada das gentes" , perdão mesmo pelo raciocínio politicamente incorreto, deveria ter trocado  o bilhete de embarque de Elke pelo de Havelange. A musa é que deveria virar centenária pois nos traria muito mais alegria ao país , agora tão precisado, do que o lamentável pseudo-fidalgo que envergonhou a nação.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

São Paulo:pra que queremos ser bandeirantes mesmo ?

   


   Descobri uma "vibração" sobre São Paulo postada em forma de frase na Internet  atribuída ao capitão de indústria Jorge Gerdau Johannpeter . Diz ele :"Existe em São Paulo uma vibração para os negócios como há em poucas cidades do mundo. Você percebe essa energia estimulante assim que desembarca em Congonhas, entra num táxi ou escuta conversas no elevador. As pessoas estão pensando em negócios 24 horas por dia. É sensacional!"

   Soma-se a isso outra frase de outro capitão da indústria, o já falecido Antonio Ermírio de Moraes :"São Paulo tem o espírito de luta e conquista dos antigos bandeirantes. É desbravadora. É uma cidade que valoriza o trabalho e não quer nada de graça". 
   Vou tentar não colocar nenhum preconceito contra os capitães da indústria aqui citados mas as suas frases dão bem a medida dos motivos de São Paulo  ter dado tão certo para pessoas como eles e tão errado para milhões de seus habitantes que são quase compelidos a se envergonhar do ócio, do lazer, da contemplação como se fossem atividades ilegítimas, espúrias, vergonhosas.
   Essa exacerbação do trabalho, do stress, do movimento contínuo , da velocidade fez de São Paulo um pesadelo infeliz de cidade que só muito trabalho "humanizador" será capaz de reverter. Eu como paulistano confesso não vejo a menor graça na frase de Gerdau e nem do que disse Antonio Ermírio com essa estética "bandeirante empreendedor". Mas o que eles disseram explica bem onde chegamos...


OLIMPÍADAS DA RESIGNAÇÃO

   
   O texto abaixo, publicado originalmente no DOM TOTAL (leia aqui) dias antes da abertura das Olimpíadas continua atual e assim parece se formos considerar o número de "likes" que recebeu. Primeiro porque meu modesto desejo de que desse tudo certo com a festa olímpica se comprovou . Deu tudo certo sim, foi bonita a festa pá e etc, etc...mas, contudo , todavia continuamos no lodo de um governo golpista , ilegitimo , com propostas sórdidas e aparentemente estamos resignados...sendo assim , replico o texto... 

OLIMPÍADAS DA RESIGNAÇÃO...
     Área de enorme turbulência com ventos laterais fortes  e fétidos e milhares de urubus na cabeceira da pista. Está difícil aterrissar no Brasil de hoje em dia muito embora nos embrulhem para presente com essas Olimpíadas que acontecem na cidade do Rio de Janeiro  para as quais desejo pleno sucesso não pelas imundas e hediondas “autoridades” envolvidas na efeméride mas pelo congraçamento universal que ela representa.
     Colocar a cabeça para fora do bueiro em que nos metemos está ficando cada vez mais difícil e perigoso e perdoe o amável leitor por minha subterrânea metáfora mas é que manter a espinha ereta e o coração aberto tem sido um exercício de superação para todos nós . Nunca vi tanta teoria a respeito de nossa natureza corrupta e corruptora. Nunca vi tanta ignorância e desinformação ser propagada por aí afora. São tempos sombrios e colocar o bloco do sorriso na rua é ter que imaginar, em primeiro lugar, que vamos sair desse triste lugar.
     Atriz famosa sendo hostilizada por conversar com manifestante anti Dilma, pseudo-ator fazendo discurso de ódio e preconceito na avenida Paulista, hordas de intolerantes pedindo volta de milicos , descerebrados levantando cartazes grotescos onde ostentam com orgulho a própria estupidez. Junta-se a isso a crescente escalada de ignorância e influência das hordas evangélicas no Parlamento e no país afora somado ao extemporâneo conceito de que "comunismo" devora crianças e estamos diante de um país em pandarecos que nem o mais delirante dos ficcionistas de horror poderia supor alguns anos atrás. De verdade se não nos juntarmos superando diferenças ideológicas para conter essa escalada da ignorância vamos mergulhar nas trevas absolutas. É tão assustador o que está acontecendo que daqui a pouco vamos ter medo até de ter carros vermelhos como o meu. E não adianta dizer que tudo isso é culpa da falta de educação. Temos que juntar a educação e civilidade que nos resta e lutar contra os bárbaros. Sob pena de sermos "desgovernados" por eles durante muito tempo. Nessa torta sinistra some-se à receita  uma mídia comprometida com o Poder e estaremos muito perto da combinação de fatores que resultaram na eclosão da Europa fascista da década de 30.
   O negócio está assustador mesmo e  a ação dessa malta ignara nas ruas do Brasil já está lembrando os camisas pretas do Mussolini, os camisas pardas de Hitler e os camisas verdes do integralismo de Plínio Salgado,todos farinha do mesmo saco abjeto do fascismo.Algo efetivo tem que ser feito antes que seja tarde demais e não há exagero no que digo . É só olhar para as ruas . Quem chama essas preocupações de alarmismo ou está relativizando ou querendo que consideremos normal o anormal, o fora da ordem, o sem tino e o sem juízo. Desculpem mesmo mas o meu otimismo olímpico está guardado num embornal sujo e roto. Querer mostrar aos outros que a casa está em ordem no meio de tanta sujeira é disfarçar o indisfarçável. Se nada fizermos vamos ganhar todas as medalhas de conformismo e resignação e nem o mais torpe dos ufanismos nos colocará nos trilhos de novo.

Meus livros

Meus livros
CINEVERTIGEM

O BRASIL É FEITO POR NÓS ?

VALENTÃO

FRANGUINHO SEBASTIÃO

DIA DE SUBMARINO

DIA DE SUBMARINO
DIA DE SUBMARINO

FALTA DE AR

FALTA DE AR
FALTA DE AR
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo do blog

Seguidores