Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

SINTO-ME BEM POR ESTAR MAL

                                                 (pintura by Patrícia D'Utra) SINTO-ME BEM POR ESTAR MAL   Sinto-me bem por estar mal / e aí é o organismo que acusa o golpe/pois isso não é normal/ A disparidade entre causa e defeito é outro mal feito / ciladas, buracos, anemias Os nervos do corpo estirados /nos tempos indevidos das fraquezas É um verdadeiro aluvião de pobrezas/ e rimas obtusas como essas   São tantas pressas não represadas/rascunhos impostos como pratos feitos Gente babando certeza/numa floresta infinda de opiniões   É um tempo e tanto/ um tempo que cada qual perde no seu canto Achando que mergulha num riachão de certezas   Tudo é superlativo diante do inócuo/ falsos diamantes não se lapidam Lenços usados não movem ranhos Sinto-me bem por estar mal / mas apesar de tudo isso é sinal de estar vivo em dias tortos Numa sociedade onde tantos replicam apenas/  mas como mortos   Ricardo Soares – 12/09/2022- Itaim Bibi Sp

Últimas postagens

alma nova

RUBEM BRAGA ERA O DOM CASMURRO

CRÔNICAS DO RIO DOCE 3- A RENOVA NADA RENOVA

HOTÉIS PARA OS MUITO RICOS

BOCA DO METRÔ, PARIS

SONO DA NOITE

PESSOAS QUE NÃO DIZEM BOM DIA

BASTA DE BUGIGANGAS

Crônicas do Rio Doce 2: eles não servem nem cafezinho

O RELÓGIO DO MEU PAI