Carros fortes


Inaugurando a série "pragas urbanas" quero falar dos carros fortes que assolam as entulhadas ruas das principais cidades brasileiras, sobretudo São Paulo. Muito se fala de segurança bancária mas pouco de "insegurança bancária". Muito se fala dos assaltos a banco mas pouco do vale-tudo que é promovido por essas empresas de carros fortes que fazem o que bem entendem, na hora que bem entendem e como bem entendem.
1. em qualquer hora do dia ou da noite param em cima das calçadas ou em qualquer faixa de trânsito para resgatar a grana dos bancos. Em nome da grana não respeitam pedestres, leis de trânsito ou minimas regras de civilidade.
2. os seguranças desses carros fortes descem sempre de arma em punho - escopetas ou revólveres- fazendo pose de mau e encarando qualquer transeunte como um suspeito em potencial. Fico temeroso de que qualquer movimento em falso possa detonar a espoleta da paranóia nesses cro-magnons treinados como pit bulls unicamente para o combate.
3. esses cro -magnons e neandertaloídes são treinados por "firmas" de segurança sem a menor qualificação e não recebem noções básicas de respeito ao proximo . Não são treinados, não são educados, são apenas condicionados para o revide em caso de assalto.
4. todos os dias eles infestam nossas capitais com cotidiano desrespeito às regras de convivência e com o beneplátito de nossas "otoridades". Reze para não cruzar o caminho de um cro-magnon enfezado desses. Ainda mais se ele achar que você é suspeito
5. por fim a pergunta ingênua que não quer calar : a Febraban pode tudo né ???

Comentários

peri s.c. disse…
Um "clubinho" de bancos , quem mais poderoso?
A outra praga urbana : as filas nos bancos. Preocupa-me, devem estar sem dinheiro para contratar funcionários para atender os clientes.
Mara* disse…
Os bancos são potentados econômicos que ditam as transformações e, ainda, com suas cartilhinhas ridículas, nos fazem crer que evoluímos on line. Praga? Sua conta já foi fraudada? Não? Então você não sabe o que é praga bancária! Você é tratado como imbecil e têm sucessivos ataques de nervos até provar por A mais B que focinho de porco não é tomada. É resolvido, depois de meses e desde que se recorra ao Banco Central, ao PROCOM ou ao Tribunal de Pequenas Causas. Praga? Praga é ser funcionário de banco. Fusões e incorporações facilitaram o processo de privatização dos bancos estatais, mas com grande sacrifício dos bancários. Enquanto os bancos lucram, os bancários padecem de straining, a face perversa da gestão por estresse, os funcionários trabalham sob pressão psicológica para vender papéis e serviços, sob a ameaça de perder o emprego se metas de vendas não forem cumpridas. Fugi do tema, praga urbana, desculpe, mas falei de uma praga maior. Valeu o desabafo. Inaugurada a série “o divã do Ricardo Soares”. Um abraço.
E eu respondo com inocência alguma que sim.. Eles fazem o que querem conosco e ficam no limbo da impunidade...
Bom, né?
Bjo.
Mila disse…
Nossa... e pior... se vc alem de ser atrapalhado... resolve olhar pro lado do troço... ta cheio de meganha armado, que te olha como vc fosse bandido...
Beijos Mila
Tita Barretto disse…
aff!!!ñ assustam só nas ruas, mas tb dentro dos supermercados, shopping, farmácias e até dentro das clínicas onde existem caixas 24h...qdo avisto dou 1/2 volta hehe nunca vi caras tão assustadoras, cruz credo!!!
agora vou fazer 3 em 1 - agradecer a visita no blog do Velho Chico - adorei o seu blog - odeio o megalô do Ciro Gomes. ah, tenho urticária das tvs, mas sou fã da TVE/Cultura e Sesc TV. inté e aparece sempre p ouvir uns "causo" e um café no Velho Chico. bjos
ANDRÉ ALVES disse…
SÃO EMPRESAS PARTICULARES QUE VISAM LUCRO, COM AUTORIZAÇÃO PUBLICA PARA FAZEREM O QUE QUIZEREM NO TRANSITO, POR QUE ESTA BENECE??? PARE VOCÊ ONDE QUIZER PRA VER O QUE ACONTECE????
Anônimo disse…
Concordo com vcs sobre todos os aspectos,mas o motivos de olharmos pras pessos ,como se fossem suspeitas é pq bandido ainda nao usa cracha , somos pais de familia e só queremos voltar pra casa vivo todos os dias !

Postagens mais visitadas