Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

FITZCARRALDO E SAMARCO NA REPÚBLICA EVANJEGUE

FITZCARRALDO E SAMARCO NA REPÚBLICA EVANJEGUE       Séculos de civilização e cultura. Antropologia, filosofia, sociologia, literatura e até semiótica. Gente sabida e esquecida que vai de Bernanos a Malraux, passa por Kierkegaard, Spinoza e chega a Sartre e Marcuse , um esquecido entre os esquecidos. E aí tanta leitura em francês e alemão, em inglês ou espanhol, tanta culpa embutida no pensamento judaico cristão, tanta reflexão diluída entre nossos sábios tapuias, de Gilberto Freyre a Câmara Cascudo, passando por Sérgio Buarque de Hollanda  e Caio Prado Junior . Tanta peroração, orações compostas e complexas, períodos longos e entre aspas, travessões, confusões estilísticas, debates e grupos de estudo para chegar no que ? No triunfo da suprema ignorância.         A ignorância na pátria amada passou a ser uma espécie de benção. Virou corriqueira, contumaz, entra na noite veloz, tornou-se praxe. Como os vencedores não leram sequer os salmos que evocam  o saber passou a ser um rejeito a ser…

Últimas postagens

APESAR DELES OS SONHOS SEGUEM

o ridículo conceito de "Loser"

LEITURAS COM A LUA EM CÂNCER

Da necessidade de recordar

BICHADO COMO GOIABA BRANCA

As flores do jardim da nossa casa- o livro

o rock é uma festa diferente...

Toninho Lombriga e as estradas do tempo

Depois de tudo o que aconteceu

Poemeto panfletário bolsonete