HEI CINEVERTIGEM!!!



Ontem às nove e meia da noite eu atravessava a praça Oswaldo Cruz em São Paulo carregando uma enorme e ridícula sacola plástica com um edredon lilás dentro. Quando alcançava a calçada em reformas para atravessar o começo da avenida Paulista, bem defronte à casa das Rosas, um sujeito alto , de barba bem feita e expressão efusiva e simpática gritou pra mim : HEI CINEVERTIGEM!!! Como jamais em minha vida havia sido chamado pelo nome de um dos meus poucos livros me voltei surpreso pra quem me chamou . O sujeito me estendeu a mão e disse que tinha acabado de ler meu livro que saiu há exatos dois anos pela editora Record. Atônito e parvo só consegui responder que era a primeira vez que era reconhecido por uma gravura que reproduzia meu rosto na contracapa do livro. O sujeito sorriu e voltou a andar no sentido da estação Paraíso do metrô. Quando já estávamos bem distantes um do outro, eu já com os pés no meio da Paulista, ele me berrou : Olha , e eu adorei o livro!!! Contando agora parece pura literatice mas ocorreu horas atrás e me deixou feliz da vida. Feliz e frustrado porque não perguntei a esse leitor solto em São Paulo quem ele era, como se chamava e como tinha chegado ao meu livro. Mas me fez ter certeza do que disse aqui no meu perfil quando afirmo que sou um sujeito que joga mensagens em garrafas no imenso tsunami da informação. Ganhei meu dia. Ou melhor , a minha noite.

Comentários

Aline disse…
É bom demais sermos reconhecidos pelo que fazemos - principalmente pelo que fazemos com amor.

Beijo e bom dia!
Anônimo disse…
E ai Cinevertigem! Que bacana! Deve ser especial ser reconhecido assim. Acho que foram segundos legais para ele e pra voce, legal!
Uma vez eu disse à um amigo muito dileto, que tenho o maior orgulho dele e de seus tantos talentos, e que ele deveria ser muito grato por ter nascido com o mais belo e privilegiado deles: o dom de colocar no papel, letrinhas, que ao juntarem-se refletem seu caráter, sua maneira (ranzinza, às vezes hehe) de pensar, sua intolerância às safadezas deste nosso mundo e suas emoções (que, tbm às vezes, ele insiste em dizer que não sente. Só para não perder a mania de não dar o braço a torcer hehe, mas que ficam nítidas em seus "escritos").
Esse amigo, que agora cismou com lilás... (até edredon lilás ele está comprando - será para combinar com o blog também??? hehe) deve estar realmente muito feliz por ter sido reconhecido nas ruas de Sampa, por um de seus livros!!!
Hei, Cinevertigem!!! Adoro você!!
Beijossssssssssss e saudades!
Ahh!! Amei a publicação do pão com ovo.. hehe
Tô gostando de ver como "tomou gostin" pelo blog!!
Quanto tempo perdido, né?? Ai, se tivesse me escutado antes!! hehe
I love you!
Este comentário foi removido pelo autor.
Este comentário foi removido pelo autor.
Iaiá disse…
Que bom!
Será que foi o lilás do edredon?
Será que só lendo Cinevertigem para saber?
Parabéns! E obrigada pela visita. A janela estará sempre aberta :)
bjs, I.
Fabio Rocha disse…
Por falar em reconhecer, vendo seu nome num comentário do blog da Iaiá (os dois lados da janela), lembrei que o conhecia de algum canto... Vendo a foto, lembrei que era do programa Literatura, que assisto e gosto muito. Aliás, anda repetindo, né? Ou eu é que dou azar com os horários? Abração
Ricardo Soares disse…
comentários tão carinhosos merecem no minímo respostas atenciosas

Aline...a questão ( sem a menor presunção) é exatamente essa!! o que separa a fama do reconhecimento como diz o Millor Fernandes... a fama é invasiva e o reconhecimento é respeitoso. Se aqui comento questão tão miúda é pq é de fato enternecedor ser reconhecido por um leitor em plena rua. Ainda mais quando o que está na contra capa é um desenho seu e não uma foto... um beijo

anônimo... sabe de uma coisa ??? sei que aqui existe opção de postar como anônimo mas sabe que não entendo quem queira comentar pra ficar no anonimato ??? enfim, gostei muito das vossas palavras anônimas...

Ana Paula, a cigana matreira das Gerais!!! eu já disse aqui que vc é uma das madrinhas desse blog , quiçá a principal ,pois há muito tempo me dizia que eu tinha mesmo que ter um cantinho meu aqui na internet pra colocar o que interessa do jeito que me interessa e a quem interessa já que nas publicações onde escrevo ou nas tvs em que trabalho o espaço não me pertence e cumpro tarefas. Com prazer,mas tarefas, Muitas vezes tarefas sugeridas e pautadas por mim, mas tarefas...o melhor da descoberta em ter um blog é justamente que não consigo enxergar isso como tarefa mas como uma atividade sobretudo prazeirosa e estimulante. O meu caso , nesse caso do blog roxo/lilás, está sendo estimulante pois em pouco mais de 20 dias ( coloquei o blog no ar mesmo lá por 20 de agosto) a resposta tem sido muito boa e os visitantes - coMO VC ! -muito generosos. adorei sua visita bjs


iaiá... respondendo a vc e de tabela à ana paula lhes digo :o edredon lilás foi pra combinar com o blog o que é de uma baitolagem sem fim no bom e velho dizer cearense... quanto a saber se tudo é efeito da leitura do Cinevertigem aí é vc que tem que dizer...pq vc não experimenta ler pra saber ??? bjs

Fábio , tá vendo quantas surpresas?? agora sou reconhecido no blog pelos programas que faço na TV. Sou eu mesmo que durante 1998 a 2005 em oito temporadas escrevi e dirigi os programas LITERATURA E MUNDO DA LITERATURA que ainda não exibidos pelo SESC TV e pela TVE do Rio entre outras emissoras...folgo em saber que o tenho entre meus telespectadores...abs/ricardo
Carolina disse…
ahhh, mas este teu livro é bão demais, sô!!! rsss... o pior que eu emprestei e até agora não me devolveram... que raiva!!!
abraços...
AndreaF disse…
NO HE PODIDO DISFRUTAR DE TU BLOG. HACE UNOS DIAS DEJASTE UN COMENTARIO EN MI ESPACIO, ESTABAS INTERESADO EN QUE TE CONTARA SOBRE LA COTIDIANIDAD DE LOS DIAS EN LA "REPUBLICA DE CHAVEZ". LA COTIDIANIDAD POR AQUI ES PECULIAR, VIVIMOS EN UNA CIUDAD VIOLENTA DONDE LOS SEGUNDOS PASAN SORPRENDENTEMENTE, TIENES QUE ESTAR AQUI PARA PODER SENTIR LAS VIBRACIONES DE UN PAIS QUE VIVE UNA REVOLUCION QUE CONTENTA A UNOS MIENTRAS DESCONTENTA A OTROS. LO QUE SE SIENTE EN ESTA VENEZUELA NO PODRÍA SER DESCRITA POR LOS LIBROS, PERIODICOS O COMENTARIOS COMO ESTE, TIENES QUE VENIR Y PREOCUPARTE POR LAS DECISIONES QUE SE TOMAN, INTERESARTE POR LA LABOR SOCIAL, ASUSTARTE POR LA VIOLENCIA ENTRE DOS SECTORES SOCIALES QUE LUCHAN POR NO PERDER EL PODER DE SUS ESPACIOS, PERO SOBRETODO, TIENES QUE VENIR A VENEZUELA PARA PODER DISFRUTAR DE NUESTRAS MARAVILLAS, PLAYAS, NOCHES DE BARES Y ARREBATOS, LA GRAN SABANA, CHORONÍ, INDIGENTES Y GRANDES BARRIADAS...QUE BUENO QUE TE ACERCAS AL SABOR VENEZOLANO, NO DEJES DE DISFRUTAR DE UNA BUENA CONVERSACION CON UNA CONSERJE DE EDIFICIO, TE ENCANTARAN!
BUENA SUERTE!

Postagens mais visitadas