ORIGEM DOS MAURICINHOS

    Os mauricinhos como vocês sabem são provenientes de um pequeno atol que fica entre as ilhas Maurício de Mingau e Maurício de Sousa bem próximos dos arquipélagos Cebolinha, Cascão e Magali. Mauricinhos são uma tribo nômade, dadivosa e cheirosa que se espalhou planeta afora a partir da expansão dos domínios do rei sol de França, o abaitolado Luis XIV, patrono inconteste dos mauricinhos .(foto abaixo)

Asseados, polidos, discretíssimos e sempre pensando no bem estar do próximo os mauricinhos promovem a justiça social e a distribuição de renda pelo mundo. São conhecidos os seus programas sociais e o verdadeiro asco que eles tem da mídia e seus holofotes.Nada fazem para aparecer a não ser “ser eles mesmos”.

Marivaldo Liberace Rayol , cantante mor dos mauricinhos


Os mauricinhos clássicos se alimentam basicamente de caviar, trufas e chocolate suíço sempre acompanhado de taças de champanhe francesa. Também podem ingerir camarões sete barbas e lagostas conforme a época do ano e período de acasalamento. Os mauricinhos só se acasalam com os do mesmo grupo social e invariavelmente acasalam-se entre eles mesmos ou com com fêmeas lascivas do mesmo sexo , as patricinhas.

Chiquinho Escapa Jr. , exemplar clássico de mauricinho Luis XIV


Os mauricinhos templários – ramo venerável da tribo – consideram desde sempre que Gandhi, São Francisco de Assis e Madre Teresa de Calcutá eram perdulários demais e procuram sempre estar à frente e ao lado da orientação católica papal no quesito justiça social e modernidade. Recentemente reconheceram que o Brasil foi de fato descoberto por Cabral e não pelos fenícios . Tem como patrono o Mauricinho histórico Dom Pedro I que rasgou a fita do chapéu e gritou, batendo as botinhas : eu fico, eu fico , eu fico!!!

ACM NATO , mauricinho histórico por herança e linhagem


Você brasileiro aprenda e reconhecer e a venerar um mauricinho, essa tribo tão ascética, despojada e espartana, esses guardiões dos grandes valores ( guardados em cofres blindadérrimos) da humanidade.

Tars Von Jereissaten, galeguim mauricim blindado

Além de alguns exemplares de mauricinhos que já vimos nesse “post” segue abaixo uma pequena galeria de alguns mauricinhos que estão entre nós prestando grandes serviços à liberdade e à democracia, agregando valores anti- consumo e anti –mercado. Contribua para canonizá-los em vida !!!


Norberto Cerébrus Justus



Gabriel Bauxita Junior , intelectual mauricinho



João Dóriapílula Jr. promoter, porta-voz e fornecedor de brilhantina dos mauricinhos



William T-Hommer Steak, âncora mauricinho

Comentários

ABSOLUTAMENTE maravilhoso!!!!!!!!!!!!
Nunca uma teoria foi tão claramente explicada e ilustrada assim!!!!
Vc é simplesmente o máximoooooo, sô!!
Eita trem bão!!!
Um abraço, um beijo e pão de queijo!!!
Aline disse…
HAHAHAHHAHAHA Ricardo, AMEEEEEI!

Tão bonzinhos, tão?! Argh. Amei amei o texto.

Beijo e boa semana!
Giulia disse…
Sensacional, Ricardo! Acabei no seu blog por acaso e fiquei agradavelmente surpresa. Adorei a inclusão do "Chalitão" nessa nobre estirpe. Ele merece!
Marcelo Moutinho disse…
Fala, Ricardo! E aí, ainda trabalhando com literatura? Fiquei feliz por sua visita lá no blog. Não deixe de aparecer, atualizo sempre
Patty Diphusa disse…
Bela descoberta o seu blog, descobri pelo Perfume de Pequi. Já está na lista dos meus indicados. Depois dos mauricinhos, aguardo a descrição dos amarelinhos e das patricinhas. Vc não vai se lembrar, claro, mesmo pque não me apresento, mas trabalhamos juntos no passaaaaado..bjs
picutta.c disse…
Vc foi fundo e buscou os Mauricinhos mais dedo na garganta p/ vomitar q circulam por aí.
Excelente descrição!
Além das sugestão da Patty, q tal descrição c/ texto interessante de cantores q não cantam, artistas q são picaretas e por ai vai...
Ah! foi legal a nossa comunicação.
Bjs.
Mara* disse…
Pobres meninos ricos! Como você pôde ser tão cruel? Fazia tempo que eu não ria tanto. Divino. O Collorzinho não se encaixa neste mundinho? Obrigada pela visita e comentário. Beijão.
Ricardo Soares disse…
queridos e queridas apreciadores de mauricinhos... folgo em saber que curtiram saber a origem dessas criaturas excêntricas e generosas...os mauricinhos dedos na garganta como diz a nossa picutta.c são uma raça numerosa... e ,atendendo a sua sugestão e a da mara voltarei ao assunto com collorzinho e outros mais que faltaram na primeira lista...em breve teremos as pattys ( nao as diphusas)e... o que são os amarelinhos???
kisses for all/ ana paula,aprendeu de onde os tipinhos vieram??

aline, bonzinhos eles né???

giulia... chalitão na lista tá no lugar certo né ???

marcelo... já visitei seu blog mais de uma vez!!!
SIMPLESMENTE MARAVILHOSO essa post!!!


tô morrendoo de rir!!!

que raça em?
Anônimo disse…
Tenho tanta pena, quando foi que você, ou um dos seus leitores intragáveis sairam do Brasil, ou melhor, do vilarejo onde moram ? Vocês já pararam para pensar que o que as pessoas que vocês citaram tentando macular uma imagem que existe muito antes dos senhores virem ao mundo transformar oxigênio em gás carbônico, já fizeram por esse pedaço de Terra esquecido pela " elite " ??? Saúde, política, justiça, moda e outras tantas coisas que nada seriam sem eles. Não ! Criticar faz os fracos se sentirem um pouquinho melhor, é uma pena, se os senhores olhassem um pouquinho mais além, e outros tantos que pensam igual, também olhassem um pouquinho mias além, talvez um dia no Fashion Week Carioca ou Paulista, vocês tivessem um Crhis Evans ou um Paul Walker ao invés de um Cauã... E as roupas, coitadas, carregassem um YSL por exemplo na marca, ao contrário de um " C & A " ou um " RENNER "

Que a sorte esteja com vocês, já que o senso não está.
E. Campos disse…
O adjetivo é meio antiquado e aos mais jovens pode lembrar veneno ou alimento pra formigas ou coisa assim, mas vai escrito com honestidade e ao gozo de uma boa gargalhada: FORMIDÁVEL !
E. Campos disse…
E esse Anônimo, hein, pagando pau pra Walkers, Evans, Laurents and all, e mijando em nossos vilarejos ! Que falta de educação, cultura, humor, coragem. Haja fralda pras orelhas desse aí !
Mas eu rezarei ainda esta noite pela alma dele e pelas dos que rimos desta livre e bem humoradíssima crítica.
Ricardo, mais uma vez descubro que é ótimo rir sozinha! Adorei a genealogia dos Mauricinhos: humor e informação na medida certa (em geral, seus posts são mais ácidos).
E os nomes de família, um verdadeiro achado!

beijos. Dinah

Postagens mais visitadas