METRÔ DE MOSCOU


por Andréa Longo,direto de Moscou

Quando entrei pela primeira vez no metrô eu me senti como uma criança em um parque de diversões. Não sabia pra onde olhar primeiro, se para as indecifráveis placas com letras em russo pra eu poder tomar uma direção ou se para a beleza da própria estação. São maravilhosas, e atÉ já tirei um dia pra fazer turismo dentro do metrô.
A construção é de 1931, os trens são velhos, rápidos, um pouco sujos, bem barulhentos, mas muito funcionais.
As estações são bem profundas. Quando foram construídas poderiam ser usadas como abrigo subterrâneo contra bombas, no tempo de guerra, e com isso as escadas rolantes parecem intermináveis. Tem estação que demora por volta de dois minutos só pra descer ou subir.Hoje, no total são dez linhas e uma delas é circular, com ela você muda pra qualquer outra linha. Há mais linhas em construção e em algumas estações trens mais modernos já circulam.No total são mais ou menos 165 estações com mais de nove milhões de usuários por dia, mais que em Londres ou Nova Iorque. A estação Praça da Sé no horário de pico fica no chinelo.
Na decoração foram usados mármores, granitos, vitrais e mosaicos. Os temas da decoração foram baseados na abundância da agricultura, nos esportes da época, no jeito soviético de viver e lembrando os heróis militares, por exemplo.
E o melhor, na cidade com o custo de vida mais caro do mundo, um bilhete de metrô custa o equivalente a sessenta e cinco centavos de real. Aqui você compra bilhete de uma, duas, cinco, dez, vinte, sessenta, ou cem viagens. Dá pra conhecer a cidade inteira usando o metrô.As fotos que eu tirei não dão uma dimensão boa do que é tudo isso, então darei a dica de um site que dá pra viajar nessas estações...Clique aqui. E outra, quando vier à Rússia não deixe de conhecer o metrô, é um espetáculo a parte.

Comentários

- Estrangeira disse…
é a cidade com o custo de vida mais alto do mundo?!
nossa! nao sabia.
mas, bem,a rússia é um lugar que gostaria definitivamente de ir, agora que sei que se pode viajar ou melhor, conhecer toda a cidade sem precisar gastar muito... rsrsrs...
só vim comentar algo mesmo.
nao sei se algum dia irei para rússia, Deus queira, amém!
Mara* disse…
É um verdadeiro palácio subterrâneo. Ser pedestre não é fácil nem aqui onde moro, uma tranquila cidade do interior de Sampa, onde os ilustres motoristas nem descobriram que existe seta, somos nós, malditos pedestres, que temos que adivinhar se eles seguirão adiante ou se dobrarão a esquina. Para que serve Heráclito? Oh! Dúvida cruel! Serve para me lembrar dos sapos, que diferentemente dele, são animais fascinantes. E por falar em sapos, também sou um 'desastre diplomático', sou daquelas que não engulo sapos. Um beijo grande e boa semana.

PS: obrigada por arrumar o reloginho...rs...
Patty Diphusa disse…
Andréa, que maravilha. Eu dei uma "viajada" no site que vc recomendou e é simplesmente demais. O piso de várias estações é uma obra de arte à parte. E as colunas, os trabalhos no teto, os vitrais. Tks pela dica, querida. Adoro seus relatos. Qualquer dia vou publicar uma foto desse site como dica sua. Bjs.
FINA FLOR disse…
acredita que eu só andei de metrô é quando me mudei para o Rio em 2000? rs*

a estação Arco Verde é imensa e linda.

beijos e boa semana,

MM.
Edna Federico disse…
Nossa, que lindo!!!!!!!
Adoro esses posts de correspondentes, riso.
Beijos

Postagens mais visitadas