Niemeyer não merecia

No dia 15 de dezembro próximo Oscar Niemeyer faz 100 anos. Por conta de ter que escrever um texto sobre ele para uma revista eu acabo de assistir em DVD ao belo documentário "Oscar Niemeyer /a vida é um sopro" de Fabiano Maciel. Após assistir nos extras do DVD a um desanimado depoimento do arquiteto sobre os destinos que deram à sua Brasília só me vem um pensamento à mente. A cidade não merece a corja política que a habita e nem quem a administra. Niemeyer não merecia mesmo Joaquim Roriz e agora esse violador do painel do Congresso o ridículo José Roberto Arruda, o almofadinha preocupado em abolir gerundismos por decreto. Como disse o próprio Oscar no documentário " a mediocridade é uma merda".

Comentários

Carolingüista disse…
Grande Ricardo, prazer tê-lo visitando meu blog. [Ops! Espero que o governador não me leia! rs]

Boa dica o documentário de Fabiano Maciel. Eu não conhecia. Vou providenciar uma sessão.

Quanto à mediocridade dos políticos... [In]felizmente a maioria deles não é brasiliense. E veja você que até mesmo Niemeyer se espanta com o "monstro" que ele criou. rs.

Abraços

em tempo: Gostei muito do seu blog roxo/lilás.
Olá! Muito bom ter vc visitando meu blog. :)
concordo com vc... Niemeyer não merecia os políticos que temos... mas, seja em Bsb, Rio de Janeiro ou qualquer outra capital o problema não seria diferente. Temos que mudar a cultura brasileira para mudarmos o cenário político do país, senão, é melhor nos conformamos!
bjs
Cassia Relva disse…
Olá Ricardo Soares,

Obrigada pela visita ao meu blog! Na verdade foi uma honra, pois conheço o seu trabalho. Assisto com freqüência o programa Mundo da Literatura. Acrescentei a revista Raiz na lista de dicas e fiz a alteração recomendada sobre a Rolling Stone. Aos poucos pretendo listar o máximo de veículos e sites sobre comunicação. Já sobre Brasília, só posso lamentar, afinal nasci no Rio, mas cresci nesta cidade que vi ser transformada pela invasão de espaços públicos e a especulação de empreiteiros. Hoje o verde da cidade está comprometido e o sonho de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer de fazer com que pessoas de diferentes classes sociais se encontrasse no comércio das entre quadras da cidade para estabelecer vínculos que não levasse em conta a conta bancária é apenas uma utopia. Para mim, Brasília é uma cidade que não deu certo. Vivemos numa ilha da fantasia....
Sucesso
Abrabeijos
Cassia Relva
rosa disse…
Na literatura tem o médico e o monstro, aqui temos o arquiteto e o nosso monstro, Ricardo se fosse somente ele que não merecesse há vida uma hora ou outra da um jeito nisto, mas a bela arquitetura e suas criaturas horrendas, inescrupulosas serão a nossa herança maldita.

E se tiver uma oportinidade irei assistir o documentário, valeu a dica

Abraços
Carol Costa disse…
Aff, minha lista de execráveis em Brasília dariaa um DVD inteiro, Ricardo!
Edna Federico disse…
Pois é...gênios constroem e idiotas destroem e mancham algo tão perfeito.
Cristiane disse…
Oi Ricardo!
Obrigada pela visita ao meu blog!
Realmente as coisas não estão muito boas aqui em Brasília, e a cada dia eu me desanimo mais com esse lugar. Sou da área jurídica e quando paro pra pensar no problema do judiciário, não vejo soluções imediatas.
Quanto a sua comparação com Madison, nos EUA, eu logo me lembrei de algo que volta e meia acontece comigo e meu marido. Por estar tão desiludida com Brasília e afins, quando penso em Madison, só vejo coisas boas, como tudo é maravilhoso, lindo, organizado, eficiente... Penso que Madison é "a" cidade pra se morar. Quando meu marido fala de Brasília, é a mesma coisa! Ou melhor, aqui tudo é maravilhoso, fantástico, lindo, as pessoas são educadas, os carros param na faixa de pedestre... Ele não vê problemas em Brasília e aqui é do jeito que ele gostaria que Madison fosse. Eu fico chocada quando ouço isso e ele chocado com meus comentários. Chega a ser engraçado!
Acho que, às vezes, pelo menos pra nós brasileiros, nem é tão difícil ver o lado bom da coisa, mas sempre é mais fácil apenas olhar para os problemas. Quando pensamos em Brasília, tudo é tão terrível... E sim, eu me incluo no grupo que sempre vê problemas em qualquer canto de Brasília! Mas o ponto que quero chegar é que nada está perdido por aqui, e não é só na capital do nosso país. Temos muitas coisas boas, porém volta e meia nos esquecemos disso e precisamos que uma voz de fora do país venha e diga como as coisas aqui são maravilhosas. Para meu marido, não existe no mundo lugar tão bom quanto Brasília. Esta é a cidade dos sonhos dele.
Acho que temos que apontar os problemas sim, com certeza!, mas nunca devemos nos esquecer que nem tudo está perdido porque se for assim, onde iremos parar, não é verdade?
Abraços
Luciana G. disse…
Nossa, quanta gente de Brasília!!

Não sou de Brasília, sou paulista, mas dos que já perderam as raízes, ou criaram várias,a infância no Rio, os filhos em Minas...
Mas Brasília, mesmo com toda a mer... que se passa numa capital federal (fosse ela onde fosse) é um marco inegável, um perfeito coração pro imperfeito Brasil.

Beijos

Postagens mais visitadas