UM BREVE DOSTOIÉVSKI , desde Moscou

por Andréa Longo ,de Moscou

Fiódor Mikhailovich Dostoiévski

11.11.1821 Moscou, Rússia / 09.02.1881 São Petersburgo, Rússia

Sua mãe morreu quando ele era ainda muito jovem e seu pai, o médico Mikhail Dostoievski, foi assassinado pelos próprios colonos de sua propriedade rural em Daravoi porque o julgavam autoritário. Mas não há provas concretas disso. Contudo esse fato exerceu grande influência sobre Dostoiévski, que desejou a morte de seu progenitor e em contrapartida se culpou por isso. (Motivará o polêmico artigo de Freud: Dostoiévski e o parricídio).

Era epilético e sua primeira crise ocorreu quando soube que seu pai tinha sido assassinado. Estudou engenharia em São Petersburgo e lia os grandes escritores de sua época. Em sua primeira produção literária ele tinha apenas 23 anos, foi uma tradução de Balzac "Eugénie Grandet".

"Pobre Gente", seu primeiro romance, foi bem recebido pelo público e crítica. Em 1849 foi preso por participar de reuniões na casa de um revolucionário e foi condenado à morte. Sua pena foi comutada por Nicolau I°. Passou nove anos na Sibéria e quatro no presídio de Omsk, e ainda mais cinco anos como soldado raso. "Recordações da Casa dos Mortos" e "Memórias do Subsolo" descrevem a experiência que teve.

Em 1857 casou-se com Maria Dmitrievna Issaiev, uma viúva difícil e caprichosa. Em 1862 conheceu Polina Suslova, que viria a ser o seu romance mais profundo. Em 1864, viúvo de Maria, terminou seu caso com Polina e em 1867 casou-se com Anna Snitkina.

Publicou também contos e novelas. Criou duas revistas literárias e ainda colaborou nos principais órgãos da imprensa Russa. Foi reconhecido como escritor universal depois de 1860, com a publicação dos grandes romances: "O Idiota" e "Crime e Castigo". Seu último romance, "Os Irmãos Karamazov", é considerado por Freud como o maior romance já escrito.

Comentários

Eu tenho uma livraria virtual que talvez te interesse. A livraria chama-se 30PorCento e oferece 30% de desconto em TODOS os livros que vende, inclusive a coleção Dostoiévski, da Editora 34. O endereço é www.30porcento.com.br . Dá uma olhada.
leve&solto disse…
Olá!! Meu motivo por aqui hoje não é Dostoiévski (por sinal excelente o post do simpático casal "russo" e fiéis colaboradores do Todo Prosa)...

Ano novo, vida nova, mudanças, desafios, novidades e mais loucuras!! Estou eu criando um singelo blog, que jamais chegará ao conteúdo super profissional dos blogueiros amigos, porém, peço paciência e principalmente ajuda neste pequeno projeto!

bjs

Mara (leitora assídua, totalmente leve e solta atualmente!! rs)
andarilha disse…
Às vezes acho o Dostoiévski muito maluco. Outro dia li "A senhoria", traduzido pela Fátima Bianchi. É incrível como ele consegue entrar na mente do sujeito e ir até o fundo. Acho que nunca conseguiria contar o que passa pelo subconsciente de de uma pessoa; muito menos como faz Dostoiévski. Esse mundo da literatura é uma delícia, não é mesmo?

Postagens mais visitadas