Carlos Zéfiro forever...

Carlos Zéfiro é o pseudônimo do funcionário público brasileiro Alcides Aguiar Caminha (Rio de Janeiro, 25 de setembro de 1921 - Rio de Janeiro, 5 de julho de 1992) com o qual ilustrou e publicou, durante as décadas de 50 a 70, histórias em quadrinhos de cunho erótico que ficaram conhecidas por "catecismos".

É com a definição acima que a Wikipédia ( a enciclopédia livre da internet)inicia seu verbete sobre Carlos Zéfiro. Mas ele é muito mais do que isso. Representou para meninos de minha geração, de gerações anteriores e até posteriores, um verdadeira e literal válvula de escape para nossas aflições sexuais da puberdade .Seus desenhos toscos de mulheres lascivas com genitálias e traseiros imensos foram dos principais brinquedos onanistas da molecada na era pré-revistas suecas.Uma prova de como o Rio e suas multiplas criações influenciaram gerações. Nada como lembrar de Zéfiro agora, aqui no Rio.Meu caro amigo Walterson Sardenberg Sobrinho, o Berg Restôrant, me presenteou com um link que lhes repasso e que mostra o melhor do Carlos Zéfiro. Cliquem aqui...

Comentários

Marcio Gaspar disse…
hehe ricardo, só podia mesmo ser o boca a te passar esse link... o cara é zefirólogo desde os 12 anos!
peri s.c. disse…
A obra zéfireana foi relançada por uma editora do Rio, parece que em 3 ou 4 volumes. Eles tinham um anúncio na Piauí. Fiz um post à respeito.
Marrie disse…
Dei uma espiada......... acho q os meninos de ontem viraram homens e ainda não deixaram esses quadrinhos de lado! Se fosse do meu tempo não teria deixado! rs
bjs "em quadrinhos" pra vc
Luciana Carvalho disse…
Não contive a curiosidade, tive dar uma olhadinha... rsrs
Estou achando que essa sua estada na Cidade Maravilhosa está te deixando um pouco saudosista. rs
Bjs
Douglas Tedesco disse…
Saudações,
Adorei seu blog, mto bom
Como jah não se tem mais pudor mesmo. Antigamente se contentavam com quadrinhos, hoje é filme pornô mesmo!
EVOLUÇÂO!!
Abraço, até!
andarilha disse…
Fui criada no meio de 8 irmãos homens, portanto, também lia os catecismos escondida - deles e dos meus pais. Lembro que fiquei chocada quando descobriram a identidade do Carlos Zéfiro. Fiquei imaginando o quanto ele também se escondeu durante a vida pra produzir tantas histórias.

Um amigo tem a coleção completa. Ou quase, porque numa das muitas festas que dava na casa dele levaram alguns números. Vi a tristeza dele quando constatou o roubo. Parecia que tinham levado uma parte da vida dele. E acho que é um pouco isso.
lucia disse…
O tempo passa e vocês não mudam .BERG E F.SOARES FOREVER...

Ricardo , você sumiu ...continuo lá no Frei , passe por lá .
beijinhos
lucinha

Postagens mais visitadas