A Copacabana que mora dentro de mim

Eu poderia abrir o post dizendo como mestre Rubem Braga : "ai de ti Copacabana". Mas prefiro dizer que Copacabana nunca me engana e que mora dentro de mim por motivos mais prosaicos do que pode imaginar a vã filosofia do leitor. Em Copacabana fui concebido entre 7 e 9 de setembro de 1958 quando meus falecidos pais ali passavam a lua de mel no também finado Hotel Inca na ainda muito viva rua Barata Ribeiro. Quase cinquenta anos após eu ter sido feito e quase 49 após eu ter nascido, confesso do fundo do meu coração suburbano, que amo Copacabana e suas ruas cheias, amo Copacabana e suas contradições, amo Copacabana e seus velhinhos, seus cachorros, seus mendigos e suas putas. Copacabana é a mais completa tradução do Rio com sua densidade demográfica abusada e seu suor caudaloso lambendo as pernas dos ambulantes , das senhoras e das biscates de saia curta. Copacabana é o cheiro do Rio, a ginga do Rio, mesmo que minha visão de ex- turista queira forçar essa barra. Sucede que Copa é a sintese do seu povo, e sucede que em Copacabana me sinto à vontade , talvez me imaginando meio carioca porque aqui fui concebido. Hoje toco no assunto porque almocei no apartamento de dois amigos na rua Barata Ribeiro num prédio antigo e maravilhoso cujo fundo esbarra na exuberante paisagem do morro e seus resquicios de mata AtLântica. Fui feliz ali comendo as lentilhas feitas pelo Reinaldo Volpato e tomando o uisque servido pelo Guilherme Lisboa enquanto sonhávamos uma tv pública justa, correta e honesta, a tv pública na qual começamos a trabalhar, a TV Brasil, que nem mesmo estreou sua nova programação mas vem sendo espinafrada pela mídia. Mas a tv não fica em Copacabana e o mote do post é Copa. Copa e a Barata Ribeiro , rua em que fui concebido e rua onde fica o meu bar preferido no Rio, o lendário Cervantes do chopp gelado e seu inesquecível sanduíche de tender com abacaxi no pãozinho prensado e quente. Se o amável leitor preferir podesair do bar onde estará de pé e sentar no restaurante Cervantes que fica na esquina da Barata Ribeiro com a Prado Junior, rua dos inferninhos eternos do bairro. O bar se comunica por dentro com o restaurante e os dois estão sempre cheios. É apenas um dos adereços que transformam Copacabana no melhor bairro do mundo. Um lugar onde nunca vivi mas onde sempre me sinto à vontade. Um lugar que mora dentro de mim pois se levarmos em conta que a vida se inicia na concepção, ali nasci. E ali ainda quero muito viver dias felizes olhando para o bairro e lembrando do Rubem Braga que dizia : " ai de ti Copacabana".

Comentários

mara* disse…
sumi, não porque deixei de te amar ou porque não te quero mais...rs...sumi por problemas outros, vários, um encadeado ao outro...2007 foi terrível...que os onze meses que restam de 2008 sejam mais leves...

abraço você
andrea augusto disse…
Que legal que vc esta por aqui, Ricardo!Já se acostumou com os 40ª graus da cidade maravilhosa?? rss
Olha, não vou dizer que gosto de Copa, sabe? Acho interessante pra visitar, fazer comprar, mas morar, meu amigo, tô foréssimaaaa!!! rsss
Moro na Barra(não, não sou emergente, moro aqui desde qdo era estranho falar que morava na Barra e todo mundo achava uma lonnnnjjuurraa) em uma casa onde "barulho" só dos passarinhos, por isso não posso compartilhar do seu entusiasmo por Copa, mas o post esta excelente, como sempre ;)

bjimm e seja bem-vindo!
angel
Duda Bandit disse…
Rubem é daqui da minha terra, Ricardo... o Espírito Santo, amém... lugarzinho fodido para produzir literatura, aliás, existe lugar bom? rs...

mas mesmo repseitando Rubem e sua órbita, sou mais outro cronista daqui que fez a vida no Rio, o Carlinho Oliveira.

abração.

saulo ribeiro.
Alexandre Core disse…
Matou a pau!
Chega a minha salivou quando vi a foto do Cervantes. Parada obrigatória nas minhas cada vez mais esporádicas idas (ou seriam voltas?) ao Rio.

Também tenho de ir no Santa Saideira em Santa Teresa e no Belmonte do Flamengo.

O que está matando, literalmente, é esse calor de quem já me desacostumei.

abrs,
Guto Senra disse…
Saudoso Cervantes! Não discordo, mas prefiro o Bar Bico.

Postagens mais visitadas