UM LIVRO POR DIA

O nome do post é o nome do livro do escritor e jornalista canadense Jeremy Mercer que no ano 2000 passou quatro meses vivendo entre os milhares de volumes da lendária livraria Shakespeare and Company na margem esquerda do Sena ,em Paris. Na livraria do excêntrico e lendário George Whitman, Jeremy morou , trabalhou e se envolveu em várias aventuras amorosas e literárias que são contadas de maneira muito saborosa no seu livro publicado pela "Casa da Palavra"e que me fez tão boa companhia nos dias em que passei recolhido na Serra da Bocaina entre livros, verde e amigos. Poucas regras Whitman impõe a seus convidados com os quais partilha comida , vinho , cerveja barata, histórias e ainda oferece camas para os mais sortudos. Uma das regras de quem permanece na livraria é ler um livro por dia. E se possível falar sobre o que leu. Sonho de muitos mochileiros do planeta, a livraria continua de pé tendo à frente o nonagenário Whitman que se vê na foto com o poeta beatnik Lawrence Ferlinguetti, fundador da igualmente lendária City Ligth Books que fica em San Francisco, EUA.

Comentários

Alex Senna disse…
Mano, esse velho é muito doido. Se não me engano, até fizeram um filme sobre essa livraria.

olha como ele corta o cabelo

http://www.youtube.com/watch?v=2hLk11K9OPI&eurl=http://cachorromolhado.wordpress.com/2007/10/03/68/
Anny disse…
Olá Ricardo Soares:
Não sei onde nem quando li uma reportagem sobre este assunto. Como adoro ler, pensei em comprar o livro qundo for lançado e agora você me diz que acabou de ler "Casa da Palavra".
Muito bom. Adorei sua visita, seu trocadilho e seu blog.Já coloquei em favoritos.
Até mais!
leve&solto disse…
Entrei aqui não pra comentar o livro, mesmo pq não lí... Mas valeu pela sugestão pra 2008!

Mas, vasculhando um post seu, pra lembrar de uma informação, acabei entrando novamente por acaso no dia 19/12-Sandy/Junior... Não é por nada não, mas acho bom vc se benzer!!! rs Seus inimigos ocultos e anônimos entraram o ano com a corda toda!

Bj

Mara

PS.: Eu particularmente "canto e ando" pra esses que se escondem por trás de um "anônimo", pois está na cara a falta de coragem pra exporem o que pensam.. Porém... vale a pena vc ir lá dar uma conferida, ao menos pra rirmos juntos!
Ricardo Soares disse…
alex... o velho é doido, criativo, impulsivo, humanista... um tipo incomum e cada vez mais raro... o link do youtube que vc mandou é sensacional ...no "Um Livro por Dia" o Jeremy Mercer fala desse método peculiar do Whitman cortar os cabelos...

anny ... tb adorei sua visita e seu blog cheio de flores e plantas... retifico apenas que o livro citado nesse post chama-se "Um livro por dia" e foi publicado pela editora "Casa da Palavra" que é modesta, fica na Lapa no Rio de Janeiro e tem um catálogo de muito bom gosto.

mara... apesar do leve&solto vc continua uma leitora assídua e muito atenta. Fiquei feliz por vc observar comentários tão peculiares lá no post dos execráveis sandy&jr ... dei uma olhada e estou aqui rindo junto com vc. Tem certos argumentos que nem merecem resposta. É como diz um amigo meu : gosto não se discute , se deplora. Quantos aos anônimos eu não os deleto aqui no blog pois é curioso ver que tipo de comentários eles deixam.São seres humanos incapazes de assumir o que pensam. Invariavelmente covardes... se bem que dou um desconto pra os tímidos também... bacio
Edna Federico disse…
Voltando a ativa...
Um lindo 2008 pra você!
Beijo
Lulu disse…
Olá Ricardo.

Obrigada pelo comentário...
Tô contigo nesse pensamento.
Mas eu só quis mesmo satirizar a situação da fotografia diante da chamada para a matéria! =D
Abraço!
leve&solto disse…
Ric, o RM é um visitante assíduo e sempre deixa comentários inteligentíssimos e por vezes bem humorados. Fazíamos parte juntos do MSB (movimento dos sem blog) rs, mas ele ainda resiste em criar o seu próprio...

bjo
A Outra disse…
Um ótimo 2008 para vc tb.
Saúde e paz para eu poder correr atrás do resto, não é?
Já está de bom tamanho. =P

Suas sugestões tb valem. ;)

Beijos!
Jana disse…
me parece bem interessante rsrsrs

beijos
Mari_ana disse…
Que 2008 seja de muito sucesso, Ricardo! E de muito blog também!

Um abraço,

Filha da Amélia
K. disse…
Oi bonito,

Ahhh que honra ser lembrada junto com "Quixote"... ;) Realmente, aquele soneto é muito bonito e eu sou apaixonada pela história....

Coloquei lá no meu blog uma foto que fiz, de uma praça na Bélgica, que adoro.... Embaixo do monumento tinham umas cem crianças brincando.... Apesar da minha "super máquina" não ter conseguido registrar, ainda sim, adoro a imagem só dos dois "amigos".
dá uma olhadinha lá(se eu falir por incompetência no jornalismo, quem sabe tento a fotografia? rs).

http://incompletudes.wordpress.com/fotos/


beijos!
um ano lindo pra vc tb!
Patty Diphusa disse…
Ricardo, eu li esse livro recentemente e gostei muito. É uma vida muito doida, a maneira como ele abriga as pessoas, elege seus preferidos em um dia que podem cair em desgraça em outros, a economia na compra de coisas básicas, como comida e roupas, ao mesmo tempo que perde dinheiro dentro dos livros. Eu visitei a livraria uma vez só, mas é o reflexo dele, de sua alma, de sua confusão e de sua determinaçao de propagar o amor pelos livros. Tudo de bom. Bjs, adorei sua visita.
Anônimo disse…
Ricardo,

achei esse livro meio sem querer, vasculhando a Livraria da Vila atrás de novidades. Estou quase terminando a leitura e começando a sentir saudades... Ele é simples, bem escrito, delicioso.
Parabéns pelo blog!
Claudia

Postagens mais visitadas