um urso na tropa de elite...

Aceitando aqui a sugestão de minha amiga Tania Celidônio, ilustre colaboradora-cinéfila desse blog ,eu pergunto : o que os queridos leitores acharam da premiação do filme TROPA DE ELITE no Festival de Berlim ? eles trouxeram um urso de ouro na bagagem. Útil pra lidar com os ursos que rondam as ruas do Rio de Janeiro ?

Comentários

rm disse…
Prezado pai da Andrea (rs),

Meio de saco cheio desse assunto, mas queria informar-lhe e a seus leitores, que em outubro do ano passado, meu grande e velho amigo Dom Marcos Rocha e eu; fizemos um longo debate "arranca-rabo" sobre o tema e está lá registrado no Plano Geral.

Se tiverem interesse (só não se esqueçam de usar coletes à prova de balas...):

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/tropa-de-elite-o-melhor-filme.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/ainda-repercusso-e-as-polmicas-que-esto.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/o-comentrio-do-blognauta-rm-virou-post.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/quem-so-os-usurios-assumidos-de-maconha.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/o-blognauta-rm-rides-again-e-abre-agora.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/o-blognauta-rm-invade-o-ringue-do-plano.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/comeo-defendendo-tese-de-que-chega-de.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/o-rm-vira-sua-metralhadora-giratria.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/jos-mariano-beltrame-secretrio-de.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/para-o-rm-as-solues-so-urbanizao-e.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/ltimo-round-de-um-duelo-no-qual.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/segue-o-ltimo-post-sobre-este-tema-que.html

http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2007/10/com-palavra-o-professor-de-economia-em.html
Ricardo Soares disse…
rm meu caro... por coincidência também falei do tema na ocasião aqui no blog ... e dei uma espiadela naquela época no debate que vc agora relembra...e sob todos os pontos de vista, sempre, sou mais rm do que mr...
abs
rm disse…
Hahaha,

mas nós temos que dar um jeito de falar isto pra ele... O velho guerrilheiro, desconfio, ainda não depôs as armas... (rindo muito).

Se puder, gostaria que desse os links aqui, para que eu possa também conhecer o seu pensamento sobre o assunto.

Abração.
MARCOS ROCHA disse…
RM e Ricardo Soares:

Já que fui induzido e intimado a comentar este post pelo RM, sou obrigado a dizer que eu, também, tenho as minhas preferências pessoais -- e elas são autoexplicativas: sou muito mais andrea sigmundi do que o RS/todo prosa...
Recentemente a Cora Rónai, editora do caderno de Informática de O Globo, competentíssima jornalista, publicou uma coluna muito bem escrita (como é do seu estilo), da qual permito-me reproduzir este trecho:

"Não há ideologia que justifique

Eu ainda acredito, como diz o Millôr, que imprensa é oposição, o resto, armazém de secos e molhados (para quem chegou ontem: pequena loja de bairro, precursora dos supermercados). Acho o jornalismo uma das mais nobres profissões, sobretudo em sua filosofia básica; o mesmo eu poderia dizer da filosofia da profissão médica, por exemplo, embora, numa e noutra profissão, muitos nem percebam a glória do que fazem, tornando-se indignos da "missão" que exercem.

Pode ser efeito colateral do joelho quebrado, pode ser ataque de saudosismo, mas o fato é que já vivi um tempo em que o, digamos, “ecossistema”, me dava mais alegrias. É claro que havia, como sempre houve, jornalistas a favor – há quem diga a soldo -- do governo. Bajular os poderosos dá lucro, quando não prestígio, que tantos perseguem.

Mas as águas de então estavam bem divididas: eles eram “eles”, nós éramos “nós”. Havia um inimigo comum. Além do que, e não é pouco!, tínhamos menos de 30 anos, às vezes pouco mais de 20. “Eles” tinham colunas e empregos públicos, candidatavam-se, enveredavam pela política sem constrangimento. “Nós” acreditávamos, sem duvidar, que o papel da imprensa era combater a ditadura, e que, derrotada esta, estariam derrotadas também a corrupção e a impunidade. Ganhávamos pouco, às vezes ridiculamente pouco. Não chegávamos, como a Amélia, a achar bonito não ter o que comer -- mas não faltava muito para isso.

Até que, um dia, apareceu um agrupamento político chamado PT, e o meio de campo começou a embolar. Isso não ficou claro à primeira vista, pelo menos não para aqueles de nós que ou éramos mais ingênuos, ou já não andávamos diretamente envolvidos em política..."
rm disse…
Já eu sou pluralista. Acredito nisto. Gosto da Andrea (xipófoga do Arthur, não nos esqueçamos) e do Ricardo; da Amélie e da Luciana G; do meu amigo MR e até do Marcelo ... (rs). Mas tenho minhas opiniões.

Quanto ao texto que o MR puxou do alforje:

1- Não sou jornalista, não tenho competência para emitir juízo de valor. Mas não creio que o mundo se divida entre bons e maus.

2- Não tinha idade o bastante, mas combati a ditadura como pude.

3- Nunca caí na lorota do petismo.

Pra finalizar: gosto e respeito essas pessoas (e a turma toda da confraria e outros) porque, apesar de muitas vezes divergir, acho que são pessoas de bem.
Pan disse…
antes um urso do que um mico...
Ricardo Soares disse…
RM... mesmo divergindo é evidente que todos aqui são pessoas do bem... eu também procuro respeitar a opinião e a diversidade mas confesso que já não tenho mais paciência para fundamentalismos de nenhuma ordem... flexibilidade é a minha palavra de ordem atualmente... vc não ser jornalista é um ponto que conta a seu favor...hehe

MR...vc gostar mais do blog de minha filha do que do meu me envaidece ao invés de me aborrecer e prova que vc tem bom gosto...eu deveria ficar preocupado se vc gostasse do meu porque definitivamente habitamos planetas diferentes... como eu disse acima não tenho mais paciência para fundamentalismos de qualquer espécie e do pouco que li do seu blog (elogios à Veja, adjetivos grosseiros contra petistas, os horrores do Brasil se devem a Lula) só posso crer que vc é um xiita . Elegeu Lula como sua anta , como fez Diogo Mainardi e isso é direito seu. O que não é direito é vc imaginar que todos aqueles que não são fundamentalistas como vc são desprovidos de consciência critica em relação a esse governo. Aí eu diria que é má vontade. Até porque vc não lê meu blog ( ou lê escondido) não deve ter reparado que sou muito mais um simpatizante anarquista do que um petista. Nunca fui , não sou e nem jamais serei petista. Todos os escorregões éticos que o partido e o lulismo cometeram merecem minha total reprovação. Assim como merece a minha reprovação todo e qualquer tucanismo oportunista que se arvora em ter consertado o país ( para o Lula destruir não é assim ?) quando não o fez. Em comum com vc só tenho a opinião de que jornalista deve ser mesmo de oposição . Hay gobierno soy contra... o Vargas Llosa, guru neoliberal, vive dizendo isso também... eu mantenho uma posição de absoluta independência e mesmo que vc não curta recomendo que leia meu post sobre o boi garantido e o caprichoso que é uma metáfora que faço com os partidários do tucanismo e do petismo. A imprensa e o jornalismo em geral vivem escolhendo trincheiras. Você escolheu a sua. Direito seu. Mas não venha me falar que não é fundamentalista anti-PT pois até seu texto eivado de adjetivos pesados provam que vc é tão raivoso contra o Pt quanto eu sou com Ciro Gomes. No caso do Ciro tomei um calote. Talvez vc se sinta caloteado pelo PT, sei lá... talvez tenha votado neles embora seu ideário sempre me pareça mais próximo aos tucanos ou outros... não me queira mal mas eu não tenho mesmo paciência para os fanatismos anti-petistas que exalam de blogs como o seu. E quanto a Cora Ronai ela só podia falar bem do Millor mesmo... é casada com ele há muitos anos. E não acho que ela escreva tão bem quanto o marido.

ps. quanto a se bajular os poderosos dá lucro, quando não prestígio, que tantos perseguem , isso eu não sei. Eu nunca bajulei poderosos ... vc já ?? prestígio é uma coisa que vc persegue ? o meu prestígio é pequeno, docinho como o chocolate, nunca dependeu de bajulação mas está bem consolidado... talvez porque eu não seja lido por fundamentalistas.
Ricardo Soares disse…
RM

ahhh, o link sobre o tropa de elite com os devidos comentários está em

http://todoprosa.blogspot.com/2007/10/prometo-prometo-prometo-que-no-serei.html

abs

PAN ...
ANTES URSO DO QUE MICO NÉ MESMO ???porque micos todos os dias cruzam nossos caminhos...principalmente os amestrados por ideologias...hehe
Pan disse…
De fato, Ricardo... e adestramento ideológico é um mal complicadíssimo, viu? Eu sinceramente tenho medo que seja uma doença como a febre amarela: que saia dos micos e contaminem os homens... =]
Ricardo Soares disse…
pois é pan ... e esse adestramento ideológico é tão arraigado que as pessoas que o praticam não se apercebem disso...acham normal o fundamentalismo como se só existissem idéias que se justificassem ao redor dos seus pontos de vista... blogs como o do Mr. pululam por aí , assim como blogs anti -tucanos... quero ver originalidade não o ramerrão do rancor... mais leveza e menos certeza
bacio

Postagens mais visitadas