MILTON NASCIMENTO NO MISTURA GROSSA


Sexta feira última, dia 14 de março. Em companhia de meu amigo Walter Silveira tenho o privilégio de ser convidado a assistir ao show de Milton Nascimento com o Jobim Trio no Mistura Fina ali na fim da rua rainha Elizabeth, já em Ipanema. Milton cantando clássicos de Tom e da bossa nova ao lado de Daniel ,Paulo Jobim e Paulo Braga o baterista preferido do mestre Tom.Enfim , "papa fina" como se diria antigamente. Não fosse pelo péssimo comportamento de parte da platéia, justamente aquela que pela lei de Murphy se colocava exatamente atrás de mim e ao meu lado. Ricos cariocas que falavam alto e chacoalhavam as jóias e as reluzentes aplicações de botox enquanto Milton , divino, interpretava os clássicos. A escória endinheirada alheia a quem cantava discutia mundanidades como se estivesse em mesas da churrascaria Porcão.Transformaram o "Mistura Fina" em "Mistura Grossa" e reforçaram a minha vontade de virar ermitão.Numa noite em que até Caetano Veloso foi discreto na fila do gargarejo os riquinhos mal educados deram um show de falta de educação.

Comentários

Pan disse…
ai ai... como se atrevem a falar quando canta a voz divina?? Infelizmente educação não é algo que botox resolva (aliás, este parece que afeta o cérebro...).

=P
G disse…
Mas o Caetano é poeta, é "Fina Estampa", é "Trem das Cores" e o poeta é essa pessoa que capta os anseios do povo e os devolve em poesia. Já os que se consideram elite (e os novos ricos) são mesmo essencialmente grossos e arrogantes, são incapazes de perceber um artista maior à sua frente. Acham que com seu tolo dinehiro "compram" o que é simplesmente sublime.
Ju disse…
As palavras desse Negão Maravilhoso (um dos primeiros nas minhas preferências musicais!):
"Todo artista tem de ir aonde o povo está"
me parece que o povo não está no Mistura Fina(Grossa)
beijos, Ricardo!
leve&solto disse…
Ric, só posso dizer que mesmo com a "mistura grossa" no ambiente... fiquei aqui morrendo de inveja de você!!!
Adoooooro Milton!!!

bjo

Mara
rm disse…
Ah caboclo,

a melhor música na melhor voz; sem comentários (precisa avisar pra Patty assistir ao show... rsssss).

Compartilho o desalento com a cada vez menor urbanidade disponível nos espaços públicos (a restaurantes, por exemplo, estou pagando para não ir).

PS: Ju, os versos são do Fernando Brant, mas escritos para o Milton...
Marcio Gaspar disse…
ah ricardo, tb vivi a mesma situação, ao lado de uma mesa de endinheirados insensiveis e cretinos no bourbon street, em meio ao show delicado da jane birkin... e olha, mais chato que o caetano dar opinião sobre absolutamente tudo, são aqueles jornalistas que querem saber a opinião do caetano sobre absolutamente tudo, e pior ainda, são aqueles que insistem nessa perseguição patrulheira em cima do baiano. deixa o cara na dele, ricardo! ele é gênio, então não esfrega a garrafa, senão ele sai de lá!!
Ju disse…
há, é verdade! Valeu "RM"!!!
agora só falta saber quem é vc!!
;-)
bjs
rm disse…
Ei Ju, tudo blue?

Pô, linda morena, tinha pergunta mais fácil não? 3 chances:

1) "Eu sou apenas um rapaz, latino-americano, sem dinheiro..."

2) "Sou brasileiro, estatura mediana, gosto muito de fulana, mas..."

3) "Eu sou aquele Pierrot, que te abraçou, que te..."
Ju disse…
das três alternativas só sei que vc não é o pierrot que me abraçou!
e a gente vai usando o espaço alheio para a comunicação, tsc, tsc...
;-)
bjs!

Postagens mais visitadas