SER MULHER...

Como me comprometi com queridas colegas blogueiras que faria parte da blogagem coletiva sobre o tema "mulher" em 8 de março, como amanhã não estarei ao lado de computador algum por motivo de força maior e como eu não queria fugir ao compromisso estou antecipando minha homenagem a todos vocês... e que tenham um bom 8 de março!!!

SER MULHER


Ser mulher é amar as próprias estrias e escrever cartas de amor com nervosas caligrafias. Ser mulher é ser melhor ao fazer rimas sem pé nem cabeça, é acender os desejos quando acendem as luzes do distrito vermelho, é dar sinal verde aos que sabem chegar mais perto não só do sexo mas do coração.
Ser mulher é fazer render o creme, é saber fugir das rugas ou encará-las como amigas , provas vivas da busca do tempo achado . Ser mulher é inverter a noção do pecado, é enxugar as feridas dos homens que morreram dentro da gente , é acender um abajur lilás onde a noite insiste em descer.
Ser mulher é navalha na carne, é liga na cinta, é ternura de mãe prendada , é estar sempre no alto da escada quando o filho , inseguro, vem subindo. Aí , mulher, você o abraça, o toca , o tange , o enlaça. E todo ser humano vira sua cria . Seja um marmanjo, seja um barbado, seja um imberbe , seja um guri de fraldas. Ser mulher é subverter o sentido da maternidade. Mesmo que para que seja feita a vossa vontade a mulher em questão tenha no meio da perna o avesso do que se espera de uma convenção.

Ricardo Soares, 27 de janeiro de 2008

Comentários

Marcio Gaspar disse…
mulheres, mulheres... ao menos, meu caro, a maioria delas não têm completa consciência do quanto nos dominam... e tb fiz uma homenagem a esses seres fascinantes e estranhos, lá no 'quasepouco'.
Pinto disse…
Ricardo,

Também acho que você tem uma sensibilidade toda feminina. Parabéns por ela!
Edna Battaglini disse…
Ricardo,

Gostaria de encontrar as palavras corretas para poder agradecer as belas palavras dirigidas a todas as mulheres, muito me honra,obrigada. Ser mulher é ter também a sensibilidade de sentir essas emoções fortes,quando constata que os "homens" são seres pouco diferenciados de nós,dotados de sentimentos singelos, ao ponto de expressar tamanha sensibilidade como essa que nos brindou.

retribuo o carinho
abraços Rubens,
Sig Mundi disse…
Obrigada pela homenagem!

Hoje estou aventureira!

bjs, andrea
rm disse…
Ricardo, não consigo postar no blog da Andrea e do Arthur, por conta daquelas letrinhas insuportáveis. Mando o recado daqui mesmo:

Gostei muito do texto e do comentário (e do nome) da Sombra do Sol.

Do seu texto (ou será mais um texto conjunto?) destacaria o histórico do "feminismo" aí pelas bandas do fim do mundo. Por incrível que possa parecer, o Brasil também tem certa tradição nessa praia. Foi um dos primeiros países a adotar o voto feminino, salvo engano, no início dos anos 30.

Do comentário de sua leitora iluminada digo que concordo com todos os pleitos apresentados, embora alguns dependam menos de aspectos culturais que de mercado.
De todo modo (e ao contrário do que pensam de mim) prefiro ser a favor que contra qualquer coisa.

Começo a entender melhor a paixão do Arthurzão por você...

PS: da confraria, você é das poucas que pode receber os parabéns pelo dia "INTERNACIONAL" das mulheres. (rsssssssssssss)
Marrie disse…
Tenho lá nos meus "segredos" a minha denominação do q seria "ser mulher"!
Se não te importares........... podes ir lá apreciar...... ou não! rs
bjs femininos
Marrie disse…
Creio q se alguém daqui ler o q escrevi, acho q serei apedrejada! rs
bjs
Sig Mundi disse…
RM,

Não tem mais letrinhas! Eu também acho insuportável.

Se eu não tivesse o avast no computador já tinham me infectado com vírus... recebi tanto spam em três dias que vou te contar...

A idéia dele e o texto meu! rsrsrs

bjs, andrea
Ju disse…
áh, que delicia de texto!!
obrigada, Ricardo!
beijos
Scliar disse…
Ricardo: este teu post-poesia me lembra de tanta, tanta coisa. Memorias bos e ruins, sempre memorias. Mas fazes a rima de tantas contradições e aflições, de tantas cobranças e desesperancas. Ficou lindo, apesar de um lamentar esta sobrecarga tnao grande... Foi sobre isto que falei la no meu post! Bom inicio de semana!
Thalita Araújo disse…
ler esse texto foi quase tão delicioso quanto ser mulher! Belíssimo!
P_. disse…
Veleu muito a pena ter chegado até aqui.
Texto lindo!

beijoca ;)


P_.

www.eunao.wordpress.com
Michell Niero disse…
Olá, como vai?

Antes de tudo, parabéns pela iniciativa de utilizar seu blog para unir pessoas em torno de alguma causa. Assim como você, acreditamos no potencial da blogagem coletiva como formato possível de união e mudança na sociedade.

Criamos recentemente o blogagemcoletiva.org (www.blogagemcoletiva.org). Trata-se de um agregador de conteúdo voltado à divulgação de mobilizações coletivas realizadas via internet.

A idéia é tanto auxiliar o blogueiro a potencializar suas manifestações como também divulgar os resultados obtidos através de sua iniciativa. O funcionamento é semelhante ao de indexadores como Uêba, Ocioso e Linklog. Tudo pode ser feito sem a necessidade de cadastro. O blogueiro nos envia sua manifestação por meio do link “envie uma blogagem” presente no topo da página e, se tudo estiver dentro das nossas políticas de publicação, ela será divulgada no site.

Ah, e para incentivar a adesão da blogosfera nós criamos um ranking, onde os visitantes podem declarar por meio do voto sua participação ou apoio à causa. A manifestação mais votada a cada semana ganhará destaque especial no site.

Podem ser blogagens coletivas, memês, petições, campanhas, protestos e toda e qualquer manifestação válida que busque contribuir de alguma maneira com a sociedade. Por isso, junte seus (suas) companheir@s de blogagem e faça da blogosfera um mais produtivo e engrandecedor. E conte com a gente para que sua iniciativa contamine mais e mais pessoas!

Se puder divulgar a gente em seu blog, seremos muito gratos!

Viva a democracia!
Michell Niero

Postagens mais visitadas