3º BIENAL DO LIVRO - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Amanhã ao meio-dia pego um avião e vou para São José do Rio Preto onde vou mediar uma infinidade de encontros (o "Salão de Idéias") entre platéia e escritores que participam da 3ºbienal do livro da cidade até o dia 18 de maio. Atendo a um amável convite da Câmara Brasileira do Livro e da secretaria de Cultura de São José e nesses salões de idéias eu e o público vamos nos encontrar com autores que vão do professor Pasquale ( cujo encontro com o público abre a programação da Bienal amanhã as 15 hs) passando pelos escritores Marçal Aquino , Deonísio da Silva, Cristovão Tezza, Fernando Bonassi, Marcelino Freire além do dramaturgo José Arrabal e os craques da literatura infanto-juvenil Heloísa Prieto e Ricardo Azevedo.Clique aqui para ver a programação oficial . Além de mediar os debates entre o público e os autores estarei realizando uma série de entrevistas com escritores para serem utilizadas nos programas da Tv Brasil que no segundo semestre estará operando em canal aberto para todo o estado de São Paulo. A tv Brasil a qual o blogueiro Ricardo Rayol refere-se como "tv do traço" e que estamos trabalhando para que deixe de ser a tv do traço. Mas não seja injusto Ricardo! a Tv Brasil não dá apenas traço...hehehe... dá um , dois , três ou mais pontos de audiência , dependendo do horário.

A Bienal de São José do Rio Preto acontece na Praça Cívica – Av. Philadelpho Gouveia Netto, das 10 às 21h e vai até dia 18 de maio.

Comentários

Anônimo disse…
Prezado Ricardo Soares,
Será que esta bienal tãão singular de nomes e cores, tããão importante na vida cultural do país, teria tanta relevância se você não estivesse presente como ilustre convidado?
Posso apostar que ela terá mais espaço na TV Brasil - traço - do que a própria Bienal de Parati, que, imagino, você deve achar um despautério e desperdício literário.
Por favor, faça uma auto-apreciação.
E não desdenhe essa participação anônima...Há razões que não devem ser decifradas mesmo, mas isso não nos faz seres desprezíveis.
Pelo menos não num espaço blogueiro onde o "dono" do blog não responde aos internautas que se prestam a participar e opinar, mesmo não sendo tão importantes como Mr. Fart e Aarão e Thalita...
Ricardo Soares disse…
não desdenho anônimos, apenas não entendo porque não assumem o que pensam... no seu caso seu raciocínio é arrevesado... não entendi bem onde vc quer chegar! o evento de são josé tem importância por estar no interior de são paulo, no interior do país; Parati é outra proposta , muito mais elitista mas nem por isso ilegítima... a Tv Brasil estar ou não em São José não tem relevância... como não tem relevância nessa conversa dizer se ela tem ou não traço... quando a vc se sentir desdenhado ou desdenhada não entendi nada mesmo...todas as opiniões aqui são discutíveis quando o blogueiro tem um tempinho pra responder; infelizmente não consegue agradar a todos...
toda pura disse…
Well, well, well...
uma discussão madrugadeira, quem diria...
Que óóótimo: na minha insônia habitual, sinto-me tal qual feliz vampira virtual ao encontrar companhia, ainda que fugaz.
Eu, que pouco entendo de tudo, só tenho algo a concordar com o prezado anônimo: Ricardo, você...ahn...digamos...despreza um pouco mesmo seus interlocutores blogueiros! :-(
Mas tudo bem: tempo? Quem o tem? E mesmo em tê-lo, como dividí-lo?
No mais, gosto da TV Brasil desde o tempo da saudosa TVE, traço, ou não. Aliás, ouso afirmar que o tal do traço é até bem vindo nesses tempos de corrida-ao-ibope. É mais...ahn...digamos...alternativo.
Boas falas lá em S.J.d.R.P.
E não nos abandone.
E vê se faz alguma coisa com o Ivan Zigg, que é ótimo ilustrador além de excelente compositor!!!!
Anônimo disse…
Pô, Ricardo, desde quando o interior de São paulo é o "interior do país"?
abraço
Ricardo Rayol disse…
Fico imaginando que programas dão mais de traço rs. Mas obrigado por esclarecer.

Off topic: Eu também não entendo o anonimato.
May Shuravel disse…
Caro Ricardo
Não conheço essa Bienal mas, pelo que ouço por aí, é das mais interessantes(verdade que é fácil sair ganhando em qualquer comparação com o horroroso mercadão que se tornou a bienal de São Paulo...).Bom sinal convidarem um profissional de sua competênncia para fazer as mediações.Só atente para não confundir os "Arrabais": José Arrabal não é dramaturgo, ele é da turma dos "craques da literatura infanto-juvenil".
Enfim, bom trabalho, traga notícias na volta.
um abraço
May
Mr. Fart disse…
Bem... sinceramente, não gosto de participar deste tipo de discussões; contudo, recebi um chamado anônimo no meu blogue e vim conferir. Confesso que não vi nada de errado no fato de o blogueiro fazer aqui o preconício de uma bienal de que participará. Neste Brasil tão carente de cultura, toda iniciativa que vise à sua promoção parece-me deva ser vista com bons olhos.
Tivesse tempo e iria prestigiar tanto uma (bienel) quanto outra - que, confesso, nem sabia que iriam acontecer.
Abraços a todos!
Mr. Fart disse…
Ooops! Bienal.
Primeiro, vale dizer que os nomes são excelentes. Inclusive, o Deonísio, que é da ABL, já me deu um prêmio literário, em 2006, que muito me honra. Um ensaio sobre a justiça, que me gerou até um livro, publicado pela Editora Rio. Me deu ótimas lembranças esse texto, Ricardo.

Quanto ao traço da TVBrasil, em se tratando do nível intelectual dos programas que chegam às grandes platéias, passa a ser uma honra das maiores ser traço na programação brasileira.. Ou o Faustão, com seus 50% de audiência, é referência pra alguma coisa?? Ou então o Gugu?? Luciano Huck??? Xuxa?? Zorra Total? Fantástico??? Faça-me o favor..

Abração

Postagens mais visitadas