Há canções que valem mil palavras...

Há canções que valem mil palavras no momento em que é momento de encruzilhada. Há canções que se bastam e nos completam. Lisérgica ou catalisadora de emoções caras e baratas essa canção do Pink Floyd sempre exerceu um efeito de quase catarse sobre mim. Numa das vezes estava sozinho em Cascais, Portugal, deitado no piso frio da sala do apê de um amigo que estava na Austrália onde fora tentar se reconciliar com a namorada. Eu morava só no apê dele e vivia uma fase conturbadinha da existência. E sem aditivos quimicos me lembro bem que essa canção me ajudou numa noite que poderia ter sido mais dificil. Musicoterapia existe sim...

Comentários

ANGELO ALFONSIN disse…
Já pensaste se nessa noite tivesses de ouvir Ivete Sangalo, Claudia Leite e o miserê nacional e internacional, te suicidarias.
Axé-surdez e companhia é duro de aturar.
ROSÁLIA LERNER disse…
Oi Ricardo
Gostei mais do teu blog com a sua auto-foto-retrato!
Da sua gêmea geminiana
Abraço
Rosália
Manuela disse…
É tio, Pink Floyd efetivamente é um processo musicoterapêutico...sendo coincidência ou não, no último semestre finalizei um projeto de pesquisa na faculdade: "Musicoterapia e Psicologia, um possível diálogo" projeto tal que me renderá possivelmente um estágio nessa área, muito pouco explorada pela Psicoligia...

Lembre-se que momentos ruins são sempre passageiros....ok?Conte sempre comigo, meu carinho e atenção tio!

Boa semana ae para vc onde quer que esteja!Te amo muito!

Bjs!
adoreiiiiiiiiiii a foto do banner!!
Ficou a "sua cara" rsrs.
Beijos, seu sumido.
Marcio Gaspar disse…
essa música é mesmo demais, meu caro. a última faixa do lado A do 'dark side of the moon', remember? e pensar que na gravação original, apenas uma única cantora fez todo o vocal que agora exige tres vozes. tres otimas cantoras, mas... são tres fazendo o que só uma havia não só cantado como também criado, segundo admite o próprio roger waters...
Artsy-Fartsy disse…
Toda forma de manifestação da arte é bem vinda. E mais "se esta canção nos toca o coração", como diz Chico...
Abraços
Patty Diphusa disse…
Não consigo escutar a música e nem saber qual é. Bom, pelas dicas do Marcinho, descubro já já.


Ainda estou pensando no Obama. Mas vou comprar a RS, claro.

Bjs
Edna Federico disse…
Não vivo sem música! Música boa como esta, claro.
Beijo
Patty Diphusa disse…
Acabei de ver. Demais mesmo. Imagino vc sozinho em um apartamento, sem substâncias lícitas e ilícitas no corpo, em uma fase meio complicada, ouvindo isso. Afe.

Adorei. bjs
Mari disse…
Com toda a certeza, há mesmo musicoterapia... Valho-me muito disto! E sempre resulta...
Adorei teu blog!!
Um abraço
da Mari.
Karina disse…
Sou suspeitíssima pra falar porque esse é o disco da minha vida, meu blog tem um nome roubado de uma canção desse disco, chorei durante toda a execução desse álbum no show do Roger... Música boa nem precisa de explicação.

beijo!

Postagens mais visitadas