PATRÍCIA SABOYA NA TV

OU RECORDAÇÕES DE UM CALOTE INESQUECÍVEL - PARTE 1Começou mais uma campanha política na tv. Em todo o Brasil os telespectadores poderão ver e ouvir as promessas dos candidatos, alguns deles exibindo planos de governo feito nas coxas pelos próprios redatores das campanhas. Não sei se esse é o caso da senadora Patrícia Saboya, de novo candidata a prefeitura de Fortaleza , agora pelo PDT. Oito anos atrás ela se candidatava pelo então PPS e ainda se assinava Patrícia Gomes. Oito anos atrás o sujeito atrás das câmeras (hj é esse aí de óculos que não sei quem é mas a quem desejo sorte inclusive para receber os seus vencimentos) era esse que vos escreve que estupidamente acreditou que uma campanha cuja candidata era uma mulher da minha geração deveria chegar a bom termo . A candidata era da minha geração, o coordenador- geral da campanha, Ciro Gomes, era da minha geração e meus colegas da criação também eram da mesma geração. Apesar de alguns percalços e vários escorregões a nossa campanha de tv e rádio foi bem feita, bem escrita. Tínhamos o programa de tv melhor avaliado pelo Ibope e pelo jornal " O Povo" conforme podem comprovar os descrentes no que falo numa breve consulta aos arquivos. Patrícia parecia sincera, era geralmente afável e simpática , tínhamos bom relacionamento profissional e pairava no ar respeito mútuo. Ela muitas vezes me parecia insegura nas falas diante das câmeras mas com paciência de toda a equipe e dela própria conseguimos muitos progressos durante a campanha. Agora ,ironicamente, posa para fotos como se fosse a primeira vez que tivesse essa experiência. Já vi (literalmente) o filme abaixo antes.
Campanhas, aliás, fiz muitas. Duas como coordenador de rádio. Duas como elemento de ligação entre a criação e a produção e seis como coordenador geral de rádio e tv me reportando apenas ao marqueteiro e ao candidato. A campanha de Patrícia em 2000 foi minha segunda como coordenador geral. Começou bem e terminou num retumbante calote de 50 mil reais , dinheiro que corrigido passa dos 85 mil. Dinheiro que Ciro Gomes (o contratante) jamais me ressarciu . Dinheiro que a dona da produtora que recebia dele ( senhora Sandra Kraucher)jamais me pagou. Dinheiro que Patrícia Gomes ( hoje Saboya)se eximiu de ter qualquer responsabilidade sobre ele nas poucas vezes em que falamos do assunto. Todos acharam que pelo fato dela ter perdido não era necessário pagar muitos profissionais. Como se tivessemos combinado de receber apenas em caso de vitória.

É a primeira vez desde 1992 que não estou envolvido em campanhas politicas como profissional de mídia . Foi por opção pois já tive toda sorte de decepção com o assunto. Aliás um assunto tabu entre profissionais de rádio e tv que preferem não tocar nele como se fosse uma vergonha ganhar bem para prestar serviços de ilusionismo a politicos que prometem o que não podem entregar. Essa é uma longa discussão. Por enquanto só tenho a dizer que se não tenho orgulho das campanhas que fiz também não tenho vergonha. Fui bem pago pela maioria delas e recebi um único e retumbante calote nessa campanha de Patrícia Gomes ( Saboya, sorry) que , por incrível ironia do destino,talvez tenha sido das candidatas e candidatos com quem trabalhei de quem eu tenha estado mais próximo de algo que se possa chamar de afinidade. Talvez a minha já longa inconformidade com o calote resida justamente nesse fato. Como gente que me tratava com deferência e respeito passou a fugir de mim quando passei a cobrá-los. Calote para mim , senhoras e senhores, revela profundo desvio de caráter . Sou filho de um homem modesto e trabalhador, um operário que já se foi há muitos anos mas que me ensinou honestidade e correção. Me ensinou literalmente que o trabalho dignifica o homem. Mesmo o trabalho questionável de conduzir uma campanha política de rádio e tv.

Eu, sinceramente, vejo com muita tristeza a senhora Patrícia Saboya tentar de novo a prefeitura. Não por ela . Mas por Fortaleza, cidade que gosto e aprendi a respeitar. Porque Patrícia não é uma opção nova visto que apoiada pelo neo -coronelismo cirista e tassista que travestido de pseudo-modernidade chegou a enganar muita gente da mídia nacional que via sinais de mudanças num estado e numa cidade que continuaram a ser geridas pelo mesmo tonzinho autoritário que a dupla Tasso/Ciro dizia combater.

Patrícia no começo da campanha de 2000 era tímida, insegura, tatibitate. No final aparecia mais firme, aguerrida, decidida. Cresceu, crescemos. Mas da liderança despencou para a lanterninha apesar do programa bem feito. Talvez por culpa de uma estratégia errada que Ciro pediu que adotássemos ouvindo os conselhos do marqueteiro de Tasso, o tal Antonio Lavareda. Sugeria esse senhor que aliassemos a figura de Patrícia ao Tasso e até as pedras sabem que em Fortaleza Tasso sempre foi ruim de voto. Ele é poderosíssimo nos grotões. Estratégia errada, eleição perdida a culpa Ciro assumiu. Mas não pagou muita gente, entre os quais me incluo. Cobrei e fui destratado mais de uma vez. O assunto ganhou mídia e eu fiquei com o calote pra mim. Mas não fico e nem ficarei jamais em silêncio. Ciro , Patrícia e Sandra Kraucher me devem. Não apenas dinheiro. Mas o respeito que eu julgava merecer quando sai de casa por meses no comando de uma equipe que como ela queria vencer. Uma equipe que não tendo recebido sempre teve medo de cobrar pois coroné Ciro é poderoso no Ceará e parte da equipe ali residia. Não temo, nunca temi e nunca temerei Ciro Gomes a quem já homenageei com um blog satirico aqui linkado . O tal " Me Paga Ciro Gomes !". Não temo denunciar o calote de oito anos pois ele é fato. Mas , inconscientemente, sempre poupei a hoje senadora Patrícia Saboya a quem desejo realmente boa sorte nessa campanha apesar de nunca ter me pagado o que deve e nem sequer me dado um telefonema pra explicar o ocorrido. Algumas vezes, destemperado, cobrei com ironia a dívida de Ciro Megalô pois ele foi arrogante, covarde e mal educado quando eu quis tratar da dívida. Mas o máximo que falei de Patrícia foi que ela se tornou uma Pilatos por ter lavado as mãos nessa questão . Também a chamei de senadora insípida pois não parece ter sido das mais presentes ( seja em projetos ou em presença física mesmo) no Senado. Mas não tenho condições de julgar se ela será uma boa prefeita ou se foi ao menos uma senadora regular. Julgo apenas que Patrícia se escondeu atrás de desculpas de problemas pessoais pra justificar a derrota de 2000 . O assunto virou tabu, ela ficou muito chateada quando o então adversário Inácio Arruda a tratou com descortesia mas jamais refletiu o quão descortês foi com aqueles que tentaram lhe ajudar. Eu nunca esperei nada dela nem do Ciro . Apenas que me pagassem. Como jamais o fizeram hoje ,olhando pra trás, acho divertido ter tomado parte de uma campanha tão quente que na minha avaliação , no fundo, Patrícia não queria ganhar. Disse depois que ainda estava vivendo a crise da separação com Ciro e que não suportou ser enxovalhada pelos adversários. Demonstrou uma insegurança ímpar e de fato não estava preparada para ser prefeita. Ignoro se hoje ela está preparada. Mas não deve se atribuir uma importância que não tem como tão bem faz o seu ex-marido. Sob toda aquela pose de durona Patrícia Saboya esconde talvez uma mulher humanista que se não vai conseguir ser uma boa prefeita ao menos pode conseguir ser uma mulher melhor se deixar de lado tantas porcarias que a politica abriga ao redor de si. Talvez eu jamais tenha falado com tanta serenidade sobre esse assunto ou mesmo sobre campanhas políticas. Isso virou ,mais que um post, um desabafo. Um acerto de contas com a campanha de 2000. Entre tantas atividades nas quais estou envolvido vou tentar acompanhar a eleição em Fortaleza e voltarei ao assunto campanha de 2000 e Patrícia Saboya na tv. Por fim um recado final pra você senadora : por mais que você negue , por mais que finja que nunca trabalhamos juntos, sei que se hoje você é um pouco melhor diante do vídeo é em virtude do que começou a aprender no ano 2000 quando eu e uma equipe dedicada estávamos ao seu lado esperando que você vencesse. Não lhe quero mal apesar dos oito anos de distância e da grana que nunca recebi. E espero que se a senhora não ganhar pelo menos dessa vez pague toda sua equipe.

Comentários

ANGELO ALFONSIN disse…
Que vergonha! Ricardo, que fizeram com você.
Um profissional sério e competente, jamais poderia ter um tratamento tão canalha como o que descreveste.
É assim que eles agem depois de eleitos, nós somos apenas seus ratinhos de laboratório, por isso anulo o voto.
abraço
Se estes políticos tratam assim os profissionais de carne e osso que estão ali, ao lado deles. Imagine o que não fazem com o dinheiro público, que não leva uma face estampada, mas que sai do bolso de milhares de brasileiros. Inclusive eu. Inclusive vc.
Abraço,
Daniel
Marcia Barbieri disse…
Espero que a tal Patrícia Saboya não seja eleita, apesar de que, se ela for, é uma chance a mais de vc receber. rsrrsrsrs.
Beijos,
Márcia.
yzynhaa disse…
poxa q coisa hein! ah, em primeira instância, obrigada pela visita, amei seu blog, sempre que der voltarei, bem inteligente. abração
leve&solto disse…
Ric, pela primeira vez, depois de tantos posts a respeito do calote, vc explicou claramente a história para quem pegou o bonde andando!

E justamente pela serenidade do seu relato é que a gente fica mais "p" da vida com a situação.

bjs

Mara
DANIEL PEARL disse…
Ricardo Soares, com sua permissão vou publicar "Patrícia Sabóia na TV" no espaço do DESABAFO. O Brasil precisa conhecer um pouco da verdade. Um abraço, Daniel - editor.
Talita A. disse…
nossa,eu já imaginava mtas ou algumas 'falcatruas' da parte desse pessoal,mas isso aí...aff ng merece!é uma verdadeira falta de tudo hein!ainda bem que aqui ng nunca votou nela,nem votaria,claro!
espero que dessa vez quem trabalha pra ela tenha a sorte de receber!!!
adorei o blog ;)
Clarissa Justino disse…
Nunca me simpatizei com o Ciro,pra mim ele é uma versão nova do Collor, e ele andou fazendo umas declarações muito infelizes tempos atrás, grossas e infelizes.
Depois dessa, vejo que estava certa; a imagem que ele trasmite reflete seu caráter.
Socorro Acioli disse…
Ricardo, gostei muito do seu blog. Sou de Fortaleza e considero essa notícia sobre o calote muito importante para o momento eleitoral que vivemos.
Fiquei feliz em saber que você tem livros infanto-juvenis. Lembra da turma da Fundação Casa Grande? Agora eles têm site oficial e blogs pessoais.
Espero sua visita no meu blog.
andarilha disse…
caro,
esse longo relato esclarece muitas coisas pontuais que você já tinha comentado antes. Sinceramente, espero que ele sirva pra você como um banho de descarrego, pra você se livrar dessa uruca que vez ou outra, ou sempre, volta pra te atormentar. Espero que assim você se livre mesmo dessa mágoa (é assim que vejo o que te causou a traição da afinidade que você passou a ter com a Patrícia). Esclarecidas as circunstâncias e denúncia feita, você sabe que o din-din não vai entrar. Portanto, bola pra frente!

com carinho.
andarilha
iara disse…
parabéns pela coragem em expor publicamente a situação. vc fez seu trabalho, sua equpe fez. não merecem o que tiveram, ou melhor não tiveram.
de ciro eu não esperaria nada diferente, ms patricia podia representar as mulheres mais dignamente.
Nil disse…
Aqui no Ceará, todos sabem que Tasso, Ciro e Patrícia, são farinha do mesmo saco. Mudam apenas a legenda. Pena que você não tenha recebido pelo seu trabalho, mas não desista. Quem sabe um dia...
Ricardo Soares disse…
Pois vejam só quantas pertinentes, consistentes e simpáticas considerações de leitores rendeu esse primeiro post sobre a campanha atual e a passada da senhora Patrícia Saboya ! Eu voltarei ao assunto pois escrever sobre ele de maneira equilibrada e justa é de certa forma uma catarse. A catarse de um conformado que sabe que jamais vai receber dessa turma mas vai ao menos se divertir com essa novelinha no blog. E agora vamos às respostas individuais...

angelo ... entender seu raciocínio é entender a razão do seu voto anulado... obrigado pelo apoio e abraço

pianista daniel ... é o que eu digo quando me falam dessa minha mania de falar sobre esse calote : um comportamento como esse revela alguma coisa do caráter dessas pessoas né não ? se assim fazem com quem colaborou com eles imagina com os que os atrapalham... abs

márcia...se patrícia, ciro ou sandra quisessem ter me pago já o teriam feito... eu perdi as esperanças... essa gente deve achar que é inclusive uma honra eles ficarem me devendo...a megalomania não conhece fronteiras

yzynhaa...volte sempre e grato pela deferência... bj

mara... quer dizer que vc gostou de minha serenidade ao falar do tema ? essa era minha intenção mesmo...ser sereno com quem me tirou do sério...dá pra entender os motivos de eu ter ficado "p" da vida né ??

daniel pearl ... como eu já tinha dito no seu blog , use e abuse do post e espalhe por onde quiser... unidos protestaremos !!! abs

talita a. /// obrigado por ter curtido o blog e tomara mesmo que o pessoal que agora trabalha para a patrícia receba em dia...parece que vão receber sim pois a campanha dela está sendo feita por um elemento que é casado com a irmã do ciro gomes... um marqueteiro de quinta categoria conhecido por seus métodos de açougueiro... bjs

clarissa... boa frase a sua... a imagem que o ciro transmite reflete o seu caráter... certeira análise... obrigado pela força e apareça... beijo

socorro...que alegria tê-la aqui... seu blog também é muito legal e espero que possamos trocar links né não ??? tenho sim vários livros infanto - juvenis publicados e me recordo com carinho da molecada do sertão, lá da fundação Casagrande em Nova Olinda... fiz um programa com eles para a série "Caminhos e Parcerias" da Tv Cultura ... quanto à notícia desse malfadado calote tomara mesmo que tenha alguma serventia na campanha eleitoral de Fortaleza como forma de advertir o que a "boa moça" tassista e cirista é capaz de fazer para desrespeitar profissionais como eu... bjs
ps. me passa o endereço do blog e site da fundação casa grande ?

andarilha... adorei seu comentário e lhe digo :o banho de descarrego em relação ao assunto é poder falar com liberdade sobre ele sem temer represálias pois cada palavra do que aqui conto é verdade... e contarei mais sobre a campanha de 2000 ... aguarde. Não tenho mágoa mais dessa gente mas um solene desprezo... não me senti identificado com o ideário da Patrícia naquela ocasião. Apenas me iludi momentaneamente achando que pessoas da minha geração pudessem fazer politica de uma maneira mais decente... me enganei... bj

iara...grato pelo apoio... de ciro não se podia esperar nada como vc disse... quanto à patrícia podemos dizer o seguinte, lembrando o barão de itararé : " de onde não se espera nada e que não vem nada mesmo !!!!" bj

Nil... no Ceará todo mundo sabe que Ciro , Tasso e Patrícia são farinha do mesmo saco mas muitas pessoas ainda votam neles... é preciso sempre esclarecer os incautos...quanto a receber sendo quem são eu não espero nenhuma generosidade... mas foi como eu mesmo disse ao Ciro Megalô : esse calote caro não vai ficar barato... vou falar dele o resto da vida pois essa gente me desrespeitou feio... abs
Socorro Acioli disse…
Oi Ricardo,
O site da Casa Grande é
http://www.fundacaocasagrande.org.br/
Os blogs estão no link "Nossa Meninada".

Já linkei o seu blog! Um abração!
Robério disse…
Olá Ricardo, Hoje esta mesma senhora acompanhada de um certo senador que é louca para acabar com as áreas verde de Fortaleza querem a todo custo chegar a Prefeitura de Fortaleza para fazer o desmonte que fizeram durante 20 anos de desgoverno no Estado. mas o povo não é besta, os derrotaram em 2000 e desta vez não será diferente mandaremos para o fim do túnel, vamos dizer basta de desgoverno
desta oligaquia.
Carol Rocha disse…
Li isso e lembrei de vc. rs

http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI3128386-EI7896,00.html

beijo,

Postagens mais visitadas