ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA

Pela simpatia de Fernando Meirelles, seu talento e os bons filmes que já fez, juro que eu queria ter gostado de "Ensaio sobre a Cegueira". Entrei no Unibanco Arteplex Botafogo com essa intenção na sessão das 14 horas de ontem e sai duas horas depois com a sensação de ter visto um filme tedioso, "fake" , um trabalho que não se decidiu entre um cinema denso meio à la Andrei Tarkowski ou um filme catástrofe meio à guisa da tradição dos filmes - espetáculo de Hollywood. A intrépida blogueira K. do Incompletudes ( aqui linkado) meio que me desafiou a escrever sobre o assunto pois ao assistir o filme do Meirelles achou a produção boa mas o texto fraco. Ela se disse chata e disse que queria a opinião de outro chato como eu. Bom se ela é chata com opinião tão amena sobre "Ensaio Sobre a Cegueira" eu sou então chatíssimo. Eu acho que o texto é o de menos diante de produção que me parece mais teatral do que cinematográfica. Até aí não haveria problema se Meirelles tivesse concentrado seus esforços em cenário minimalista que reforçasse a interpretação dos atores. Mas , ao contrário, ele optou muitas vezes por cenários de ampla devastação, uma desolação cosmeticamente construida, tão falsa quanto a palavra de honra de Ciro Gomes.
Mas também não sei se a opção pela interpretação minimalista dos atores seria a saída visto que mesmo a excelente Juliane Moore não convence. Aliás ( para usar aqui uma palavrinha desgastada) a "química" do elenco não funciona e a certa altura a gente não sabe se está diante de um filme trash ( como nas cenas do estupro coletivo) ou de uma proposta "densa" onde nossa percepção mediana não alcança a genialidade das intenções. Algo assim como Gerald Thomas , me entendem ? Por fim não quero me alongar em mais críticas negativas . Primeiro pelo respeito que tenho por Meirelles e segundo porque se José Saramago gostou do filme (que se baseia no seu livro de mesmo nome) o diretor deve estar pouco se importando com opiniões contrárias de mortais como eu. Mas, como diz a intrépida blogueira K., se o Saramago gostou do que viu eu não entendo mais nada...

Comentários

El Deme disse…
¡Con lo buen director que es Meirelles...qué pena!(Ricardo: mis foto brasileñas en mi blog, me gustaría conocer tu opinión).
Edna Federico disse…
Ai, jura? Tava tão empolgada pra ver o filme...
Beijo
Marcio Gaspar disse…
e na folha de ontem, o MarcosAugistoGonçalves desafinou o coro contente, unânime da crítica, e esculhambou o 'Linha de Passe', da dupla Salles&Thomas. está aberta a temporada de caça?
Carol Rocha disse…
Ainda não assisti esse... mas o que vc achou sobre a indicação do Última Parada 174 para o Oscar?
Flavinha disse…
ai, eu ia assistir amanhã. Agora vou ter que procurar outro programa, rs.

Mas o livro é fantástico.

Beijos!
Sentimental ♥ disse…
não li o livro e nem vi o filme, mas ouvi dizer q saramago ficou sem palavras e só chorou... talvez o mesmo sentimento q vc qndo viu o filme, e por engano o choro dele tenha sido interpretado como um elogio...

se eu não estiver enganada e o q leio eu ainda entendo, parece até q o Meirelles tinha feito a proposta de filme ao saramago e ele havia recusado, dizendo q não queria suas obras transformadas em filme, depois não sei quem (produtor famoso) foi lá e propôs de novo e ele aceitou...

enfim, depois do post prefiro somente ler o livro. rs

beijos
Aline T.H. disse…
Eu vou assistir amanhã, mesmo tendo ficado mui ressabiada... E venho aqui pra contar, prometo!

Beijos.
Su disse…
Ai ai, esse "chatíssimo" me faz dar o meu melhor suspiro, do tanto que gosto!
Bem, eu li o livro a um tempinho, mas não vi o filme ainda, o livro gostei muito, mas como sempre já vou sabendo que o livro é MUITO melhor, seja o filme o mega, plus, ulta ou não.

Já contei para vc que o conheci por uma crônica que COPIEI da tv em 2002! Gostaria de enviá-la para que você visse se o texto esta correto!
Venho sempre dar o meu melhor suspiro!
Abraço de urso para vc!
Sabia que você não ia me "decepcionar".

:)

pois é... Saramago gostou... o que dizer?


beijo,
tks, por atender o pedido de comentário! :)
Marina Morena disse…
Gostei muito do seu comentário, Ricardo!
Achei o filme meio esquisito, sem personalidade. Ora parecia um suspense apocalíptico (pânico mundial, porque todos estão ficando cegos - estilo o horroroso "Fim dos tempos"), ora um drama introspectivo, dando margem para as diferentes leituras que a cegueira tem.
De qualquer forma, achei muito Hollywood. Esperava uma coisa mais poética, dramática, do que “bombástica”.
Como li o livro duas vezes e sou fã da literatura do Saramago, acho que encontraria defeitos de qualquer maneira...
Fiquei feliz em ver q vc teve uma crítica semelhante a minha (todas as pessoas com quem conversei, amaram o filme).
Bjs!
Marina Morena disse…
ah, e acho que as pessoas que ficaram desanimadas ao ler seu post devem ver o filme, sim! uma crítica nunca invalida a sua própria opinião sobre a obra.
Assistam!

Postagens mais visitadas