PATRÍCIA SABOYA NA TV

OU RECORDAÇÕES DE UM CALOTE INESQUECÍVEL -PARTE 2Demorou mas cá estamos com o segundo capítulo da saga. Minha intenção aqui é explicar aos amáveis leitores ( muita gente de Fortaleza, que belezura !) os meandros e as histórias da campanha anterior de Patrícia Saboya que no ano 2000 era Patrícia Gomes e não dava um pio sem a anuência do ex- maridão, o caloteiro- megalô Ciro Gomes.
Mas por que falamos de uma campanha de oito anos passados quando corre uma campanha para a prefeitura aqui e agora ? Simples ... para que os eleitores e todos aqueles que navegam na blogosfera tenham ciência dos métodos e do jeitão de dona Patrícia e os que a rodeiam. Como sempre digo passar calote nos outros pode não ser tão relevante assim para eles mas , sem dúvida, revela um inquestionável desvio de caráter. Por esses dias mesmo recebo informação , aqui por esse blog, ( nos comentários ao post de “Ciro malcriado”) que a patota Ciro- Patrícia deve a uma porção de gente em relação à derrocada de 2000 inclusive à Telemar e ao jornal “ O Povo” que inexplicavelmente mantem uma série de colunistas que bajulam o megalô. Pena que o comentário é anônimo o que compromete a sua credibilidade. Mas conhecendo essa turma não duvido nem um pouco que eu esteja acompanhado de uma legião de pessoas e entidades caloteadas. Não estou sozinho né Patrícia ?

Mas vamos a mais alguns dados interessantes sobre a campanha de 2000 onde dona Saboya se dizia fragilizada por uma récem separação. Como se o fato desse a ela o álibi para passar calotes. Não pretendo ferir as suscetibilidades da insípida senadora nem revelar coisas pessoais que a denigram. Apenas apresentar dados para que leitores /eleitores saibam que prefeita teriam caso o infortúnio desse a ela a vitória nessas eleições municipais.
Naquela ocasião Patrícia fazia esforço pra cumprir o horário de suas carreatas e compromissos de campanha. Nem sempre conseguia o que as vezes comprometia o horário de gravação dos programas eleitorais. Quando isso sucedia muitas vezes a moça ( simpática com a nossa equipe, justiça seja feita) parecia muito mais preocupada com os seus belos cabelos ( não podiam ficar sobre a testa de jeito algum) do que com o conteúdo do que ia dizer.
Patrícia era acompanhada sempre de um pequeno séquito ,sempre a bordo de um Santana prateado, sendo escudada por uma amiga muito bela ( uma moça de cabelos curtos , simpática e afável que servia de paraquedas às inseguranças dela ) e pelo seu irmão um caboclo muito simpatico e educado que, creio, se chamava Moacir. Nunca tive com nenhum deles ( Patrícia inclusive) qualquer altercação e sempre foram muito colaborativos na medida do possível muito embora todos nós soubessemos das evidentes limitações de Patrícia diante do vídeo .
Não assisti ainda ao programa novo dela de forma que não posso avaliar se melhorou ou não. Vi apenas um ou outro comercial risível como o de uma porção de garotos e garotas danoninhos da elite fortalezense que clamam "naninanão“ um basta a Luizianne. Um troço primário mesmo, ridículo, mas isso não me espanta se a campanha estiver sendo capitaneada pelo marqueteiro – açougueiro que é casado com a irmã de Ciro Megalô. Esse marqueteiro na campanha anterior deu sua “valorosa” contribuição quando comparou os adversários ( Juracy Magalhães e Inácio Arruda) a ratos ,num mau gosto atroz que foi autorizado por Ciro Megalô que logo percebendo a burrada pediu pra que tirassem a baixaria do ar. Logo o tal marqueteiro foi apelidado de açougueiro e temo que a convivência com a família Megalô o tenha transformado no poço de arrogância que é . Se é que ele já não nasceu assim. Esse açougueiro era acompanhado de um publicitário baiano risível por sua obviedade e estreiteza de visão. Por sorte se mantiveram longe da gente após devidamente afastados pelo próprio Megalô. Agora ao que eu saiba o açougueiro está à frente de tudo o que talvez garanta a ele e a sua equipe o pagamento pelos serviços prestados. Ou será que Ciro e Patrícia também caloteiam parentes ? Vejamos os próximos capítulos. Por enquanto o que sei é que a campanha deles não decola e isso até onde sei vai detonar logo logo um processo de insegurança na insípida e insegura senadora Patrícia Saboya. Tão insegura que em oito anos nunca foi sequer capaz de me dar um telefonema ou me enviar um e-mail pra se explicar pelo calote . Sempre deixou a responsabilidade na mão de terceiros. Quem são os terceiros ??? vcs saberão em breve. Só posso adiantar que além do megalô havia uma personagem ( uma mulher feiíssima) que tentou negociar comigo o calote. Ao invés dos 50mil devidos queria me pagar 16 mil em dois cheques de oito mil. Não vendo minha honra tão barato assim dona Feia !

Comentários

leve&solto disse…
Curiosa, curiosa...
Dona Feia?

Quero ler a parte 3!!! rs

bj
ela tem algum problema no queixo ou é enorme assim mesmo?? heheh
eita maldade!
Dona feia foi de dar dó, tadinha hehehe
beijocas
olivia disse…
Claro que você tem todo o direito de reclamar do calote.Além disso,informação sobre o fato tem seu valor, é bom que todos saibam do caráter do fulano.Também estou curiosa a respeito de Dona Feia...
Acho, no entanto, que tantos posts sobre a infeliz figura roubam espaço do blog, que poderia ser melhor ocupado por coisas realmente interessantes.Queria ver menos o canalha e mais Clarice,mais beleza, mais gente que presta...
abraço
Olivia
Ricardo Soares disse…
mara, mara... saberás em breve mais sobre a dona feia !!!
curiosa! bj

ana , darling... quando fala da dona feia é sobre uma aspone do ciro megalô ...não é da patrícia não... se bem que essa foto não foi favorável à moça né não ??bj


olivia...saciarei a curiosidade a respeito de dona feia... mas até certa parte vc tem razão. É melhor ter espaço pra mais beleza, mais poesia, mais humanismo e menos sobre os infelizes caloteiros... sucede que, releve, o primeiro calote a gente nunca esquece e é sempre bom lembrar que o copo vazio de ciro megalô está cheio apenas de ar ... ar e besteiras... beijo e volte sempre

ps. vc é a olívia magrito ou apenas a olivia ?

ps1. em sua homenagem colocarei um colírio no post de hoje
Anônimo disse…
Meu Caro Ricardo,
A campanha da senadora Patrícia Saboya Gomes Jereissati vai mesmo é de mal a pior!Nos bastidores se comentam que o povo do pseudo- partido dela,o PDT(Ela continua com a alma no PSDB) estão muito putos pois não mandam em nada e foram toatlmente engolidos pelo PSDB do "coronel" Tasso que é quem banca financeiramente a campanha de D.Pat mas se quer é mostrado ou citado no programa dela pois o povo de Fortaleza não vota em candidato do Tasso.
E se você analisar bem a D. Pat nunca se elegeu a nada sem que tivesse por trás de si o Ciro Megalô e o "coronel" Tasso.E o que se comenta mesmo é que ele não tem independência e muito menos luz própria,não passando assim de um marionete nas mãos desses dois camaradas.
Seu comentário é prá lá de perfeito e continue mandando brasa nessa farça que estão tentando montar por aqui.ABAIXO A FERREIRAGOMESLÂNDIA!!!
Deoclécio Feitosa Fachinne
Anônimo disse…
Meu Caro Ricardo,
A campanha da senadora Patrícia Saboya Gomes Jereissati vai mesmo é de mal a pior!Nos bastidores se comentam que o povo do pseudo- partido dela,o PDT(Ela continua com a alma no PSDB) estão muito putos pois não mandam em nada e foram toatlmente engolidos pelo PSDB do "coronel" Tasso que é quem banca financeiramente a campanha de D.Pat mas se quer é mostrado ou citado no programa dela pois o povo de Fortaleza não vota em candidato do Tasso.
E se você analisar bem a D. Pat nunca se elegeu a nada sem que tivesse por trás de si o Ciro Megalô e o "coronel" Tasso.E o que se comenta mesmo é que ele não tem independência e muito menos luz própria,não passando assim de um marionete nas mãos desses dois camaradas.
Seu comentário é prá lá de perfeito e continue mandando brasa nessa farça que estão tentando montar por aqui.ABAIXO A FERREIRAGOMESLÂNDIA!!!
Deoclécio Feitosa Fachinne

Postagens mais visitadas