O país que eu sempre quis

Oi, oi coração dos outros... que país é esse que eu desconheço e que quando vejo desfaleço não só pelo calor e pelo banzo mas porque fico zonzo de tanta tonteira que andam inventando ? Que país é esse que eu desconheço pelas rondas do rádio com tantas gritarias fundamentalistas evangélicas, com tantos sons toscos e precários enquanto se esvai em leito esplendido tanta criatividade represada !
Oi , oi coração dos outros. Não rezo no Outeiro da Glória nem procuro milagres na catedral da Sé mas ponho fé nessa nossa fantasia largada de carnaval retocado feito para o gringo que tá se guardando pra quando o bacanal chegar. Oi , coração dos outros, oi coração de manteiga, oi coração que não dá pra falar muito não, oi coração de boi, de vaca malhada, coração que pulsa, balança , corcoveia, mete sangue na peia , deixa o alazão disparar.
Não sei aonde vai nos levar tanta mescla, tantos sabiás encolhidos que se arremetem contra os vidros das grandes cidades banhando de sangue tropical o asfalto imantado do nosso delírio progressista . Morte ao bucolismo, às nativas formas de vida, corações independentes vão na marcha veloz das cinco pistas rumo ao muro blindado do desenvolvimento.
Oi , oi, oi coração dos outros, coração de pudim, coração de quindim, coração de boipeba, coração de xulé , coração tísico , coração de doença de Chagas, coração de Cristo, coração de bombom , coração de são Cosme e são Damião, coração bobo, coração frevo, macumba, candomblé, coração que pára no pé porque o samba, sempre o samba, pede passagem na quadra do clube Renascença no Andaraí.
Fica aqui minha gente, fica aqui meu coração ...estende o varal com a outra mão , pegue meia dúzia de prendedores, estica e pendura nossa bandeira pra coarar. O sol bate em pino na cabeça da bandeira. Meu coração brasileiro desce veloz a ribanceira e mergulha no rio. Qual o cheiro do rio, dessa festa, desse cio, desse suor , dessa bandalha ? oi coração dos outros... me decifra esse país que por mais que eu odeie é tudo que eu quis...

Ricardo Soares
4/11/2008 15 e 15

Comentários

Erica Maysa disse…
Eu nunca paro para comentar em blog nenhum, “sem querer” de blog, em blog acabei chegando aqui, e me deparei com esse texto lindo, muito bem escrito e tão cheio de verdade. em comum a paixão pelo país. Então resolvi comentar pra dizer que realmente me fez muito bem ler tudo isso. e dar parabéns, claro.
Abraços
Que coisa linda!!!!!
Hoje comecei o dia bem!!!
Beijos e tenha uma ótima quarta-feira, my dear!
beijos
Lindo o texto, as fotos e o sentimento.
Abraço!
c.k. disse…
Que bonito....
:o)
c.k.

Postagens mais visitadas