O PICAPAU E A MENINA CHORANDO

Um picapau , que não sei se era parecido com este da foto, me acordou hoje às 9 e 40 da manhã. Sem óculos só notei que ele tinha manchas amareladas nas asas. Seu bate- bate me soou simbólico como que a me acordar da letargia das curtas férias para um mergulho na realidade. Dormi muito e bem o que é incomum. Foi a primeira noite em minha casa nesse 2009 já que eu vinha ( cheguei ontem às 15 e 27)de um longo périplo que passou por São Carlos, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Serra da Bocaína e Sul de Minas para passar Natal e Ano Novo entre gente querida e muito sossego. O sossego não se rompeu ( simbolicamente de novo) até que ontem na via Dutra, não muito longe de Queluz, parei num posto de beira de estrada para um café e me dei conta com uma linda menina chorando na capa da Folha de S.Paulo . Era uma criança palestina aterrorizada pela violência de Israel contra os palestinos na faixa de Gaza transformada numa prisão de segurança e barbáries máximas sem direito do registro da imprensa. É a velha e boa truculência e boçalidade da politica externa de Israel respondendo ( em proporções sempre maiores) às violências e boçalidades do Hamas que simplesmente não reconhece a existência do estado judeu naquela região. Ou seja,apesar disso, feliz 2009 para todos nós, os que já voltamos com o toque do picapau e os que ainda estão abstraídos da realidade. Fiquei propositadamente longe da mídia e longe do stress por esses dias. Sem tv, sem rádio, só com livros. E eis que tudo continua como dantes. Por que mudaria se os homens continuam sendo os homens ? Talvez eu ainda creia que ao ouvir o toque do picapau a gente acorde diferente no começo de um novo ano de trabalho. Ou talvez seja o fato do ano novo judeu ser comemorado em outra data. Daí a paz deles não é a nossa. Nossos calendários não batem . Mesmo assim registrarei em meu blog e em minha vida que o 2009 real começou com o toque de um picapau em minha janela e uma menina chorando na faixa de Gaza. Boa sorte para todos nós.

Comentários

Patty Diphusa disse…
Boa sorte para todos nós. Mesmo. Eu prefiro acreditar que tudo, tudo, tudo vai dar pé. Babaca? bem possível. Se não choro com a menina de Gaza? Sem dúvida.

Belo post de retorno. Welcome back.

Qdo voltar a Ribeirão me dá uma carona? Minha filha mora lá e estou sem carta. rs.


Bjs
Armando Maynard disse…
ANO NOVO,MUNDO VELHO,PROBLEMAS IDEM: No Brasil = corrupção, violência, impunidade, maus exemplos. No mundo = mais uma vez a guerra, além da crise econômica...Só nos resta continuarmos alimentando a esperaça de um ano novo melhor. Um abraço, Armando[fetichedecinefilo.blogspot.com] e [rcomentarios.blogspot.com]
angelo alfonsin disse…
Feliz ano velho, caro Ricardo, tão velho que começa com a estupidez da guerra e o genocídio de inocentes.
A blogosfera estava na segunda divisão sem a tua presença, agora volta à primeira com seu camisa 10.
abraços e feliz retorno
Bell Bastos disse…
Muito bom o post.
Aliás, gostei muito do seu blog, mesmo.

Pra mim o que é o mais estranho de tudo é que a religião, que prega a paz, a união entre os povos, o fim das guerras e tudo mais está sendo o motivo de uma guerra tão horrível (não que existam guerras menos horríveis mas enfim).

É irônico não?
Anônimo disse…
Eu só queria fazer um breve comentário para dizer que eu estou feliz por ter encontrado o seu blog. Graças

Postagens mais visitadas