SALOMÃO E A LÓGICA DA PROPORÇÃO NA FAIXA DE GAZA

No post que aqui escrevi sobre os "Irmãos Karamabloch" citei de passagem o execrável "jornalista" Salomão Schvartzman (foto)que era preposto dos Bloch em São Paulo na época em que ali trabalhei.Prometi voltar ao personagem e se o faço não é para destilar mais uma vez meu desprezo a tão triste figura nem para saciar a curiosidade de amáveis leitores como Cassionei Petry. Falo dele para reiterar que em mais de 30 anos de vida profissional jamais me deparei com criatura tão arrogante,prepotente,megalômana e artificial quanto o tal Salomão.Ele representa sob todos os pontos de vista a antítese do que para mim é credibilidade,isenção,respeitabilidade,ética, talento e criatividade. É personagem mais do que secundário no livro de Arnaldo Bloch sendo citado uma única vez ao final do livro quando Adolpho tentava se livrar de seu negócio e Salomão o assessorava. A voz gutural e o riso fake desse senhor com cara de iguana grisalha lhe emolduram a estampa pseudo -elegante , visual propício a quem pretende vender causas más e negócios esquisitos a interlocutores desavisados. Mas não ficarei aqui espinafrando as "qualidades" dessa criatura e nem teria perdido tempo com ele não fosse uma triste coincidência. Explico : no momento em que vi citado o nome dessa pessoa nefasta no livro de Arnaldo dei de cara com um exemplar da Folha de S. Paulo de anteontem onde na página 3 o mesmo Salomão ( que na época em que eu trabalhava na Bloch tinha tantos epítetos satíricos entre os funcionários que nem dá pra enumerar) assina com Zevi Ghivelder ( outro ex-preposto de Adolpho Bloch)um artigo vergonhoso na página 3 intitulado " Como medir proporção ?". Os cínicos autores desse cínico artigo defendem com veemência os ataques israelenses na Faixa de Gaza com argumentos cafajestes como esse : " O que vem a ser proporção em um conflito armado ? Há algum critério, alguma tabela que a caracterize ? Será que existe um consenso universal segundo o qual Israel teria o direito de matar "y" palestinos se contasse "x"mortos por foguetes ? ". Ou seja ,esses tipos acham completamente justificável a desproporção assassina que Israel utiliza nesse conflito. Acham que não é desproporção mais de 1000 mortos palestinos para 15 israelenses. Acham que atacar instalações e escolas da Onu são acidentes de percurso ? Salomão e Zevi demonstram assim serem seres humanos (??)feitos da mesma fibra que fabricou aberrações cinícas como o atual presidente de Israel Shimon Peres, o ministro da Defesa Ehud Barak ou a ciníca ministra das Relações Exteriores Tzipi Livni que diga-se de passagem é filha de militantes do Irgun ,organização que pregava a luta armada como única alternativa para a criação do Estado de Israel. Ou seja,para eles luta armada só pode quando serve pra defender a causa judaica. Do contrário não vale. O Irgun era diferente do Hamas ? Argumentos para dinamitar o cinismo dessa gente , desses Salomões da vida, não faltam. E por sorte o povo judeu não é composto apenas por esses terroristas de Estado. Afinal como rotulá-los quando negam a um povo a necessidade de ter um Estado mas lutam com fúria para manter seus privilégios ? Ao contrário da sabedoria do rei Salomão, esse tipo que aprendi a desprezar desde muito cedo quando iniciava na carreira, faz com que a gente perca aquela crença de que ao envelhecer um homem se abranda. Salomão ,o execrável, continua a ter quem lhe pague uns dinheiros para emitir seus grasnados e opiniões ridículas. Deixou de ter privilégios na rádio Cultura onde emporcalhava a programação mas achou outro toldo pras suas estultices. Não as escuto mas me sinto alvejado quando leio uma barbaridade como esse seu artigo de terça -feira. Aos 74 anos Salomão continua em grande forma,no feitio de praga urbana. Continua encarnando tudo aquilo que eu considero mais desprezível em um jornalista e um ser humano. Criaturas como essa me motivam a remar sempre do lado contrário.Sem esmorecer.

Comentários

E aonde está o Obama?.. E a ONU, que votou contra os ataques?... Aliás, a ONU já nasceu enfeite, é só sacar a história... Mesmo que existam judeus de boa índole - e eles existem - por lá, o "Estado" de Israel é uma mentira nojenta e sanguinária..
Anônimo disse…
A nova Suástica do mundo moderno é a Estrela de Davi.
Marcio Gaspar disse…
100% apoiado. figura execrável esse sujeito que tem as sugestivas iniciais SS.
Cassionei Petry disse…
Ficas devendo outras histórias do SS, afinal, tu conheces como poucos os bastidores do jornalismo e da literatura nesse país e o que é melhor, não esconde nada. Parabéns!
Anônimo disse…
Ricardo,
não conheço este sujeito Salomão, felizmente, mas posso te assegurar que alguns da mesma espécie habitam meu local de trabalho. Eu compreendo você 100%, acredite você não está só.
marcelo marcengo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.

Postagens mais visitadas