AÉCIO... a solução dos nossos problemas


Brasileiros regozijem-se! vem aí Aécio Neves, a solução para os nossos problemas ! Na semana que hoje se encerra esteve nas bancas de jornais do país a revista ISTOÉ cuja capa chamava para uma matéria (paga) onde o "ilustre" governador mineiro de certa forma lançou-se candidato de maneira "oficial" à sucessão de Lula. Como se ninguém soubesse que Aécio sempre esteve candidato. O nobilérrimo governador afirmou solenemente: "Sou uma alternativa para o País" e confesso que desde que li isso nem pude dormir de tanta felicidade. Fico muito feliz em saber que Aécio é uma alternativa e que tenhamos no horizonte próximo a possibilidade de tê-lo como candidato, quiçá como presidente do Brasil. Tomara que escudado e apoiado pelo PMDB este partido tão ético, tão correto, tão sobrecarregado de figuras ilustres e honestas que só querem o bem de nossa nação. Deixa o PSDB pra lá Aécio. Esse partido dos tucanos que não sabe se quer você ou o José Serra. Vai direto para os braços de quem lhe quer, de quem lhe merece !
Com essa notícia tão alvissareira para o nosso futuro confesso que perdi as olheiras, passei a comer melhor e tenho visto possibilidades infindas para o meu país varonil. Aécio, presidente do Brasil ! puxa, era isso que me estava faltando. Esse horizonte, essa luz no fim do túnel petista, essa alegoria carnavalesca. Uma vez escrevi no "Jornal da Tarde" de São Paulo e reproduzi nesse blog um texto que acusava Aécio de provecto. Leia aqui. O texto foi reproduzido em outros blogs (principalmente alguns mineiros) mas foi de uma injustiça ímpar com o impoluto governador mineiro que sempre pensando no bem do seu estado, de Belo Horizonte e do país emplacou um poste na prefeitura de Belo Horizonte, aquela pasmaceira do Márcio Lacerda menino de recados dele e do megalô caloteiro Ciro Gomes. E vocês já imaginaram que futuro lindo a parceria entre Aécio e Ciro ? pensaram que inclusive o Ciro pode ser o vice do Aécio ? que maravilha né não ? que alegria para o meu combalido coração quase cinquentão.
Por falar em cinquentão sempre achei que minha geração viria e vem reproduzindo todos os modelos gastos e obtusos de manutenção do poder quando ao poder chegasse. Que nada! com Aécio no poder mineiro tudo tem sido diferente! que perfil, que bons ternos, que sorriso! que frases impecáveis ( embora sempre frases feitas) que estilo revolucionário, que presença de espiríto! Aécio é tudão mesmo! Aécio é tudão com torresmo! um personagem emblemático que você nunca saberá o que é além do netinho do doutor Tancredo! mas que ele é, isso ele é!
Desde há muito, quando eu cobri a agonia do doutor Tancredo na porta do Incor em São Paulo(1985) para o Jornal do Brasil, nós repórteres, víamos o netinho entrando e saindo do hospital compungido e sério a bordo dos seus terninhos de comportado congregado mariano. Já ali ele demonstrava o estilo de oratória que o consagraria como o maior construtor de frases feitas de que se tem notícia. Mas frases feitas ditas com a cara de pau e com o frescor de serem ditas pela primeira vez no momento em que sairam da boquinha do netinho do doutor Tancredo. Alguns mineiros, inclusive uns que frequentam esse blog, me garantem que o netinho equilibrou as contas do estado de Minas e que sabe delegar, escolher colaboradores. Enfim é um bom netinho mandão! sinhôzinho que sabe ordenar, cobrar, fiscalizar quando não está na zona sul do Rio de Janeiro. Mas que maldade gente! o netinho precisa se divertir... que "bubiça" cobrar só rigidez do bitelão...
Bom, na verdade eu nem tenho muito a dizer sobre o conteúdo da reportagem da revista ISTOÉ que consagra a candidatura do netinho. Ela se constroe sobre os mesmos alicerces tênues das frases feitas e inócuas que o Aecinho sempre perpetrou. Ele , o netinho, não precisa ser original. Originalidade é para mortais como nós que não nascemos com pedigree e precisamos disso para aparecer. Aecinho, lindinho, já nasceu aparecendo. Sempre foi o netinho do "doutor" Tancredo. "Doutor", esse epíteto pátrio que sempre designa aqueles homens que mesmo não tendo dito ao que vieram merecem carregar o título. Eu mesmo não entendo até hoje porque o Tancredo carrega a designação acoplada ao nome... ahhhh foi porque ele foi um mártir da nossa democracia, o homem que morreu para nos devolver um civil ao poder ? ahhhhhh foi porque Tancredo passou a vida fazendo apenas política ? Ahhhhh tá... isso é muito importante... mais do que fazer escolas, universidades, plantar idéias e questionamentos como o Darcy Ribeiro. Vai ver que por isso Tancredo é doutor e Darcy quando muito é professor. E o Aécio ? ora o Aécio nasceu para ser imperador... e não obstruam o caminho do netinho, por favor...

Comentários

olá, ricardo!

sei não... ando puco desacreditada d política de nossos políticos,
mas ainda temos um bom tempo a rever esses critérios!

um carnaval de prevenção pra vc!!
:)
rm disse…
Grande Ricardo,
não li a matéria da revista mas farei alguns comentários, meramente pontuais:

1) A imprensa brasileira, de modo geral (e com raríssimas exceções), produz "jornalismo pago". Aliás, o que você me diz desta revista (e de Carta Capital, por exemplo) quando lambe as botas do governo Lula?

2) Entre Dilma e Serra, outros candidatos já lançados (eles podem, né?), por que não seria o governador de Minas uma alternativa? Não encontrei no seu texto nada que justificasse esta interdição apriorística...

3) Não se esqueça de que o mesmo PMDB constitui o núcleo da base de apoio do governo Lula (claro, também há muitos representantes do PTB, do partido que era a antiga ARENA e cujo atual nome nem sei e muitos fisiológicos avulsos). Todos sabemos como foi o processo de cooptação desses apoios...

4) Não creio que as comparações com o setentão FHC e com o sessentão Lula, sejam muito desabonadoras em relação ao referido cinquentão.

5) Se me demonstrarem (inclusive a Ana Paula) que as finanças estaduais (lembra-se da moratória de Itamar?) pioraram, mudo minha opinião. O mesmo em relação à administração propriamente, conduzida, no mínimo, com critérios de competência técnica.

6) O Tancredo não merecia o título? Péra lá, caboclo: ele foi Ministro da Justiça de Vargas (o era, inclusive, durante o episódio do suicídio); primeiro-ministro no curto período parlamentarista sob a presidência Goulart; governador de Minas e a principal personagem no final do processo de redemocratização do país. Ou você talvez preferisse o Maluf presidente?

Mas se ele fosse PAULISTA, talvez não tivesse tanta resistência... rss
Groo disse…
Ricardo, sejamos justos, pô: Aecinho SABE sim como escolher quem "fica a seu lado". Lembra da miss Brasil, essa mineira linda que é a Natália? O home sabe escolher, viu?

Mas eu fico imaginando o Aecinho no palácio do planalto. Esqueçam aqueles cerimoniais, aquele clima "sério", nada disso terá vez com Aecinho. Acho que ele montaria uma boate, com DJ's superfaturados o tempo todo servindo uma cervejinha para ministros ( bem escolhidos, claro) e dúzias de modelos e aspirantes a misses. Baladeiro que é baladeiro não esquece suas origens!

E com Sinciro Gosma como vice,aí a coisa fica boa de vez!

Mas que belas alternativas para o país, hein? Nosferatu Serra de um lado, Aecinho Balada de outro! Assim fica até difícil escolher...

abs! E bom carnaval!
Ulysses Dutra disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Ulysses Dutra disse…
Olá Ricardo

Aécio vive também aqui em Floripa onde é personagem de destaque nas colunas sociais.

Em dezembro do ano passado, enquanto Minas afundava na enchente, ele curtia a abertura do verão na nossa "Ibiza" que é a praia de Jurerê.

Confira aqui.

abraços
Alice disse…
Rs.
Volte sempre.
Cadê os "JOVENS"? As "novas gerções"?
É o que mais me faz falta; falta esta que se torna meu único temor "apocalíptico", "armagedônico"...rsrsrsrs (rindo para não grunir)...
BJS!
...gerAções... (o que faz um temor, heim?...
La Critique disse…
É por você, e outro jornalistas, que eu, mero adolescente de 17 anos, envolvo-me cada vez mais com o jornalismo brasileiro. Jornalismo esse, nunca o vi como sério, sempre o vi como um jornalismo comercial, uma rede liga a outra, o da TV comandando a mídia escrita, e assim por diante. Mas jornalistas independentes, ou freelancer, ou meros blogueiros, importantes como você, e meros como eu, há a esperança de um texto composto sem medo do anunciante, sem medo do dinheiro diminuir.
Quem dera eu um dia ser independente. E pudera eu me formar em breve em jornalismo.
Ainda concluo o Ensino Médio/Técnico em Admnistração, aqui, no interior de Minas, sem acesso a informação (ops, estou na era da internet, lá se foi o interior desinformado), reformulando então, cá estou eu, no interior de Minas, quase me formando, tão perto das estrelas quanto estão os tapetes vermelhos de Holywood, esperando pela faculdade, esperando pelos prédios e oportunidades literárias que um dia, em breve espero, terei.
Parabéns, jornalista. Um ótimo blog, e não um mero blog.

César Augusto A. Paulo. 17 anos (não sem fugir de casa). No encalço de oportunidades. No encalço da seriedade.

La Critique = http://www.lacritique.tumblr.com
Olá Ricardo, esbarrei no seu blog, numa visita que fiz ao blog do Marcelo Rubens Paiva. Li o seu texto e gostei muito de seu texto. Vou registrá-lo no meu blog. Na medida do possível, irei acompanha-lo nas leituras.

Ah, curiosamente, falei comentei com uma amiga jornalista de Minas que o Aecinho não me convence... Como se diz mesmo? Lobo em pele de cordeiro... Abraço!
Ricardo Soares disse…
Quero aproveitar e dar um recado aos meus ( por sorte)vários leitores : quisera eu ter tempo de poder responder à toda leva de bons comentários que recebo em meus posts como os que recebi naquele onde falei do Paulo Coelho ou quando fiz minha listinha de personagens que sempre frequentam os segundos cadernos culturais... gente amiga como a competente jornalista e velha companheira de outras lidas MARIA AMÉLIA ROCHA LOPES que disse concordar com minha listinha muito embora discordasse de eu ter incluido nela o malinha do Carlinhos Brown... bem a todos esses pacienciosos comentaristas a quem não consigo responder eu presto meus respeitos e hoje espero que vosmecês se sintam representados nas respostas que passarei a dar a todos que aqui escreveram sobre o provecto Aecinho Neves...

1. Começo com vc prezadérrima amiga Ana Paula... o marketing faz muito pela política. Pena que não resolva os problemas estruturais...o marketing do Aecinho diz que ele zerou e arrumou as contas do estado de Minas... mas eu pergunto : será mesmo ? que fonte independente me garante isso ? kiss e continue duvidando do "seu" governador...

2. Tecnenfermaginando... eita blog de nome difícil hein menina ??? vc anda desacreditada dos politicos ? nem me fale ... me conta aí quem de fato acredita neles...

3.RM, prezado... nem sei se vc merece resposta tão longa. Por consideração acho que até merece mas por outro lado vc tem tantas idéias prontas sobre a excelência de Aécio e ruindade do Lula que fica difícil debater com você... vc tem preconceitos tão enraizados que nem combinam com um certo jeito anarquista de ser...enfim, vá lá entender os mineiros... vcs elegeram essa porcaria que os governa e ainda colocaram na prefeitura de BH um poste que fala... e por favor não me venha com esse primário argumento de que se fosse PAULISTA porque isso não é argumento que esteja a altura de um caboclo inteligente como vc... eu tenho muitos defeitos mas não sou bairrista mesmo e acredito , no fundo do meu coração, que os paulistas fizeram mais mal do que bem à combalida civilização brasileira se é que podemos chamar essa nação de civilizada... portanto essa baleta de bairrismo não me pega...
Vc menciona CARTA CAPITAl como defensora do Lula. Deveria também falar na Caros Amigos... esquece-se de que todo o resto , todo mesmo, presta serviço aos seus queridinhos que almejam voltar ao poder...ou seja : é um joguinho meio desigual né não ?
Não considero Aécio uma alternativa como Serra e Dilma porque por mais que essa dupla me desagrade sabemos o que existe atrás dos dois... mas o que vem atrás do Aecinho ? um salve-se quem puder, um vale - tudo, um festival de oportunismos...ou seja , ele não é uma alternativa, é um casuísmo fisiológico...
Seus critérios para avaliar a competência técnica do governo Aecinho não me parecem claros por isso ainda prefiro as fontes independentes que me parecem desconfiar bastante dos números do rapagão...eu não confio em Aécio mesmo !
Agora o melhor mesmo é vc se remexer na cadeira ( como se esperava dos mineiros zelosos de sua nascença)quando se fala no mito intocável da mineiridade que é o tal "doutor" Tancredo que vocês tanto amam pelo título e pelos feitos ... mas que feitos mesmo RM ??? ah sim ! vc os lembra ... ele foi Ministro da Justiça de Vargas (o era, inclusive, durante o episódio do suicídio)e eu pergunto , e daí ??? ahhh, ele foi primeiro-ministro no curto período parlamentarista sob Goulart; ou seja foi a peça tolerada pela classe mandante brazuca para permitir que Goulart assumisse... ou seja não representava perigo algum para os interesses vigentes como jamais representou perigo quando foi
governador de Minas e o principal personagem no final do processo de redemocratização do país. OU seja, sempre foi o mineirão conciliador e politiqueiro que não representava perigo algum ao status quo... ter Tancredo era não ter rupturas... tolerado por banqueiros, milicos, interesses internacionais... ou seja mais do mesmo o que nosso Lula com todos os seus defeitos não é... ou seja eu não acredito na versão que a história quer me passar de Tancredo como heroí nacional... para mim foi apenas um politiqueiro ambicioso que sempre esteve no lugar certo e na hora certa...doutor pra mim é Darcy Ribeiro e Anísio Teixeira entre outros homens públicos... fique com o seu "doutor" Tancredo que eu não engulo esse embuste não...nao sei de nenhuma obra dele que tenha beneficiado o povo brasileiro ou o povo de Minas... vc conhece ? pode me ajudar ? abraços democráticos...

4. Groo... adorei suas analogias com o Aecinho baladeiro... o Palácio do Planalto como uma boate até que não cairia mal visto que ali já rolou muita putaria né mesmo ??? abraço

5.Ulysses... Aecinho adora frequentar colunas sociais e lugares badalados ... não perde as boas bocadas...e ainda faz competente marketing de que "sabe escolher" seus colaboradores por isso pode desfrutar... seria uma nova versão de Fernandinho Collor ? acho que não né ?? abs

6.alice... volte sempre... bjs

7.Cristina ... foi isso que quis dizer com "juventude"... se Aecinho é juventude no poder estamos f... kiss

8.César, la Critique... vc sabe que ver um post como o seu e um blog como o seu me dá um certo alento... acredito que alguns jovens tenham ainda dentro de si a sagrada chama do questionamento... e espero que daqui há muitos anos essa sua chama nao se apague e vc se transforme apenas num bombeiro como tantos de minha geração...é preciso questionar e duvidar sempre mesmo com o mundo pronto que já recebemos... grande abraço

9. Mário... obrigado pela sua audiência e leitura e por me linkar... vc será sempre bem vindo...e que regresse duvidando sempre do Aecinho e outros politicos pseudo salvadores da pátria... abraço
ricardo,

posso não gostar de políticos e não acreditar neles, mas embora me distancie o qto posso disso tudo, não me considero alienada e agradeço a oportunidade de poder voltar ao seu blog.

veja bem,
as cartas já estão marcadas neste jogo de poder, vc chegou a falar nisso qdo se referiu ao serra e a dilma. com 80% de aprovação do governo lula e dilma marcando presença no Galo da Madrugada (percorrendo o mesmo caminho de Lula há alguns anos...), bem podemos imaginar quem será seu sucessor (ou sucessora!?) à presidência da república.

aqui estamos, aqui chegamos.

obrigada.

teresa castro
"Biânantandi" que eu falava de jovens MÊRMO...
Ele é um "senhor" (quinemnóis), com vícios e "carmas" (?!) perniciosos para o que pretende; inclusive o de fingir ATÉ ser jovem!...
Prefiro os nossos vícios; você não conhece os meus, eu não conheço os seus...mas tenho certeza que não botam o futuro de quem quer que seja em perigo...
Quando até a juventude é de plástico-de-mentirinha, estamos f... MÊRMO... Você , infelizmente, tem toda a razão! rsrsrsrs
BJS!
rm disse…
Ricardo,
apesar de você ter demorado 2 dias para me responder, vamos ao debate, sempre democrático.

1) Não creio - e não cometo a indelicadeza - de achar que você é preconceituoso e que tem idéias prontas sobre a excelência de Lula e ruindade do Aécio. Acho que é só desinformado mesmo. Também julgo que você merece resposta, não importa o tamanho.

2) Em matéria de eleger porcarias, os paulisas, e mais precisamente os paulistanos, não estão em condições de arroubos e arrufos.

3) Não falo de "bairrismo" (embora exista), mas de excessiva concentração de poder - econômico, político e midiático - em apenas um Estado da federação. Isto nunca foi benéfico para o país (nem mesmo para SP) e, ao contrário, um maior equilíbrio de forças tende, em tese, resultar em mais desenvolvimento econômico e estabilidade política. Na prática? Lembre-se de JK.

4) Não citei Caros Amigos porque a considero de pior nível que as outras mencionadas. É quase um Pravda, um órgão oficial de partido, para mim desqualificado como fonte de informação e menos ainda de jornalismo. E não posso acreditar que você, tão próximo das redações paulistas dos jornalões, possa defender a ideia de que haja má vontade da imprensa com o governo Lula. Aí realmente fica difícl debater.

5) Claro que sabemos o que há por trás de Dilma e Serra: há dois partidos eminentemente paulistas, o PT e o PSDB, que a História se encarregou de mostrar que são mais ou menos a mesma merda paulista. Mudam apenas os grupelhos que assaltam (em mais de um sentdo) o poder.

6) Fisiológico o Aécio? Pô, Ricardo, aí é uma questão de informação... Acho que ele pode ser acusado de muita coisa, mas não de fisiologismo, oportunismo ou casuísmo. Foi filiado a 2 partidos, o (P)MDB e o PSDB. Foi governo quando seu partido o era e oposição quando não. Não tem qualquer base fática a comparação com Collor. Me espanta o grau de desinformação dos paulistas, faz lembrar os americanos...

7) Não são claros os meus critérios? As finanças do Estado foram reequilibradas, como sugerem os salários em dia dos servidores e os contratos com fornecedores. Os serviços públicos, ao contrário de diversos governos petistas (como o da nefasta e jabiraca Ana Júlia), estão operacionais. Foi erigido razoável conjunto de obras públicas, com detaque para o setor rodoviário. O Estado vem crescendo economicamente acima da média do país... Agora me diga quais são os critérios de suas "fontes independentes".

8) Você desconhecer a tajetória política de uma liderança importante como Tancredo não me parece tão grave quanto a aparente desinformação revelada sobre a história política de Minas e do país. Os exemplos que dei foram algums dos mais graves vividos nos últimos 50 anos. E quem revelou não ser ameaça alguma para o status quo foi o seu presidente, tolerado por "banqueiros, milicos, interesses internacionais..." Agora, tenha absoluta certeza de que um politico da estirpe de Tancredo não admitiria MENSALÃO.

9) Também admiro Darcy e Anísio, mais os intelectuais que os homens públicos. Mas quais foram mesmo as obras deles que beneficiaram o pais? Ah sim, o sambódromo...

!0) Uma informação: apesar de certa convivência pessoal, nunca votei no atual governador de Minas. Mas a crítica superficial, como a sua e, principalmente, a arrogância paulista (terra do adhemarismo e do malufismo), talvez me faça mudar de ideia.

Grande abraço!
Ulysses Dutra disse…
Oi Ricardo

Muito honrado pelo comentário simpático e linkagem. Curto aqui demais.

Também acho que esse aí não serve pra Collor. E assino embaixo dessa desancada no Tancredo.

Grande abraço
Ricardo Soares disse…
RM... vamos à réplica porque acho que vc merece sim muito embora eu tenha dito antes que o seu não merecimento tinha mais a ver com seus preconceitos anti-lulistas do que com desconsideração por sua pessoa. Você tem tantas falsas idéias prontas sobre o nosso presidente que custa a enxergar ( já disse uma vez) os acertos por ele cometidos. Você só enxerga os erros e ainda coloca no pouco inteligente argumento do bairrismo as nossas diferenças o que é de fato muito reducionista. Jamais em tempo algum disse que os paulistas votam melhor que os mineiros tanto que acabamos de eleger Gilberto Kassab e aqui já foi quintal malufista como vc bem lembrou. Na verdade nem nós nem vcs sabemos votar ou será que Newton Cardoso , Itamar e outras joças são a vanguarda do desenvolvimento e eu não sabia ?

Vc diz no inicio de sua argumentação ( na verdade repete um clichê no qual não acredito)de que todo debate é democrático. É não. Na verdade é uma falsa premissa. Os debatedores sempre querem convencer o oponente dos seus argumentos e tá na cara que nem vc vai me convencer dos seus e nem eu dos meus.

Isso posto não será uma perda de tempo ficarmos aqui debatendo quando vc não sabe sequer o que fez o Dary e o Anisio e acha que a contribuição do primeiro foi só o sambódromo ? não será uma perda de tempo quando vê na figura de Tancredo um estadista heroíco e eu vejo apenas um embuste ? não será perda de tempo quando enxerga em Aécio um bom administrador e eu vejo apenas um playboyzinho que sabe escolher gestores ? ou vc quer que eu me fie nas versões oficiais da imprensa mineira ou na de simpatizantes como vc de que ele é tudo de bom ?

Ora prezado RM não percamos tempo com debates inócuos porque sua visão está nublada por tanta balela que vc compra da imprensa que critica Lula ( e que vc ainda diz que é simpática a ele ??? onde vc vive RM ?????) que fica dificil argumentar...

Nao vejo mesmo como desrespeitosa a afirmação de que minha critica ao Aécio é superficial. Essa é a superficial critica daqueles que são criticados. Desrespeitoso é vc dizer que os investimentos de Aécio são grandes sobretudo no setor rodoviário...meu caro viajei recentemente ( longamente) por seu estado e a malha viária está um lixo completo... pior nos trechos que vão de Belo Horizonte ao Vale do Paraiba , estreitos, perigosos, mal sinalizados, remendados e repletos de pedágios... paguei oito num só dia para andar em estradas indecentes... anda pelo seu estado antes de dizer um troço desses ? e o norte de Minas então, onde não passa a riqueza ?

Pior do que isso RM é vc dizer que Lula causa menos medo ao status quo que Tancredo... putz !!! Tancredo um eterno em cima do muro , um pefelê, um vaselina ser um revolucionário e Lula um cara mais á direita dele ?? cacilda , onde vc aprendeu historia ?

desculpa , assim fica dificil debater mesmo...continuo curtindo seu livre pensar e seu blog mas vc tem mais vocação pra humorista do que pra polemista... crê no mundo segundo Reinaldo Azevedo e Diogo Mainardi e uma plêiade de outros blogs toscos que imitam os deles ?? pô Rm... tá na hora de vc rever seus conceitos...

abraços, esses sim democráticos , mais que os debates
rm disse…
Se me permite a tréplica:

1) Acredito que os debates são democráticos sempre que se preserva o direito à livre expressão e o respeito mútuo. Não creio que seja questão de convencimento, mas o debate tem esse caráter "arejante", de convidar a pensar e não apenas de repetir e baixar a crista, como as experiências de partido único ou fachista. A propósito, há muita gente nesse governo, ou que o apóia, que preferiria vedar qualquer forma de debate...

2) Aliás, você repete vários argumentos, sem acrescentar informações novas. E os repete mesmo quando eu nego. Nao tenho qualquer preconceito contra Lula. Votei nele duas ou três vezes. Nunca votei no Aecinho. Lula, como presidente e no aspecto das qualidades pessoais para desempenhar o cargo, é uma grande decepção para mim. Considero que seu governo só não foi um completo desastre para o país porque viveu-se grande bonança internacional, até aqui.

3) Mas, Ricardo, quando digo que é um governo medíocre eu o demonstro. Há, lá naquele blog dezenas de artigos e/ou comentários nos quais, até por vício acadêmico, estão DEMONSTRADAS as teses. Você diz que o governo tem acertos. Demonstre e vamos debatê-los!

4) Em relação aos políticos que se elegem governantes atualmente em Minas e São Paulo, apenas rebati seu argumento de que os mineiros não sabem votar. Mas me espanta, mais uma vez, que você não distingua Newtão de Itamar. Seria o equivalente, no meu caso, a indstinção entre Maluf (ou Quércia ou Fleury ou outro bandido) e Covas, por exemplo.

5) Mais uma vez você critica mas não acrescenta. Quais foram mesmo as enormes contribuições POLÍTICAS de Darcy e Anísio?

6) Não vejo na figura de Tancredo um estadista heróico. Mas vejo um estadista, coisa que os 2 últimos presidentes "paulistas" (FHC e Lula) não passam nem perto de ser. Estadista é aquele político ou governante que abre mão de interesses menores (inclusive pessoais) em função do que acredita ser o bem-comum e o melhor para a nação. São raros, daí que me espante, mais uma vez, com a desconhecimento revelado.

7) Mais uma vez preciso repetir, já que você o faz, que não sou "simpatizante" do atual governador de Minas, embora o conheça pessoalmente e possa falar do seu "estilo de vida". Não obstante, nunca o vi dando declarações completamente embriagado, como o presidente Lula faz, corriqueiramente.

8) E não se preocupe, não leio a imprensa mineira há não sei quantas décadas. Mas afirmar que a imprensa brsileira faz oposição a Lula é, aí sim, desrespeitoso e insultuoso à minha e à inteligência dos seus demais leitores. Esse é um argumento típico do que o esquerdismo cucaracha tem de pior, coisa para os piores prebostes e puxa-sacos repetirem, não para um jornalista bem formado, que pode ter suas preferências, mas preserva independência intelectual.

9) E acho mesmo superficiais suas críticas, sem querer desmerecêlo. Mas você não arrola um fato específico sequer, não apresenta dados nem análises; apenas repete chavões sobre presumidas características PESSOAIS do governador.

11) Tem certeza de que não viajou por estradas federais? Nesse caso a responsabilidade é do governo que você, e tem todo o direito, apóia declaradamente. Sabe quem é o ministro dos Transportes do seu governo? Conhece o currículo (ou seria "folha corrida"?) dele?

12) Lula só meteu medo antes de tomar posse; os mercados foram à loucura... Parece que sua memória está bastante seletiva. Depois da posse o que se viu foi um governo de discurso esquerdista (não perdem a pose nunca), agindo com as piores práticas da direita mais reacionária que aqui já houve, inclusa a prática, em altos níveis, da corrupção para fins políticos ou meramente pecuniários.


Prefiro não responder as demais considerações que faz à minha pessoa; por razões que expliquei no princípio deste comentário. Mas se você pensa mesmo dessa forma, sugiro que debata com o Reinaldo Azevedo ou o Diogo Maynardi.
ricardo e rm: touche!

aos dois!
leve&solto disse…
Ric e RM,

São estes grandes debates que me fazem admirar os amigos blogueiros...

Tô de olho!!! rs

bjs pros dois

Mara
Udi disse…
Bacana esse debate saudável! Ganham os leitores que podem ficar com o melhor do que cada um diz.
Júlio Bernardo disse…
Ricardo,
Pirei no blog!
Meus sinceros parabéns pela escrita fluente e sem papas na língua.
Amanhã colocarei um linque no meu blog, e seria uma honra sua visita.
Grande abraço meu caro!
Danitza disse…
Ricardo, essas coisas de política e afins são terríveis... Como disse a você (neste blog), tempos atrás: manteremos nossos coronéis. Família Neves, foi e sempre será. Será?
Mas na verdade queria dizer que você e o RM me fizeram lembrar uma coisa: Odorico Paraguaçu (quando era criança assistia a isso).
Abraços e vamos aprendendo!!!!
Ricardo Soares disse…
Rm... como o assunto deu pano pra manga e parece que alguns leitores até crêem que nosso debate possa ser útil (como Udi, a Mara, etc) volto aqui ainda para repisar o tema e fazer considerações que considero conclusivas pelo menos para esse tema...

1. vc me confunde como simpatizante desse governo e eu lhe digo que não tenho simpatias ou antipatias por governos e sim por idéias... eu defendo idéias e não ideologias ou grupelhos sejam eles de petistas ou tucanos ou peemedebistas fisiológicos...

2. isso posto está mais do que claro que Aécio não faz parte de nada que eu considere correto para um futuro de país...acho-o um provecto completo daí o mote dessa conversa... um jovem que governa como velho e pilota uma competente máquina que faz com que a mídia o aponte como um "saneador"...igual áquela balela que a mídia inventou pra Tasso e Ciro dizendo que eles eram modernizadores do Ceará quando não passam de neo- coroneizinhos...e tem gente que se diz séria, como a tal Lucia Hipolyto, que compra essa tese...

3. vc tem tanta má vontade mas tanta má vontade com o governo federal que mesmo não viajando pelo seu estado, que tem péssimas rodovias, aventa a possibilidade delas serem federais...prezado eu sei que Alfredo Nascimento tem folha corrida e não currículo mas as rodovias mineiras péssimas às quais me refiro são estaduais... todas pedagiadas e ruins como convèm à moda tucana...

4. não pretendo perder meu tempo debatendo com Reinaldo Azevedo ou Diogo Mainardi pois são tão patologicamente anti- petistas que não reconhecem os mortais a sua volta ... estão no pináculo dos reacionários ao redor do qual nada se enxerga... azar do governo que leva esses bobos da corte tucana a sério... eles merecem riso e que vejamos as demências que escrevem com bom humor...aliás ne quis comparar vc a eles nem que seu blog neles se inspira...se assim fosse eu nem leria seu blog o que não é caso... gosto de pessoas de opinião como vc mesmo que elas sejam equivocadas... hehe

5. por fim já que vc vive na Xanadu mineira , governada por Aécio, o belo, espero que tenha melhores horizontes que nosotros governador por Serra e Kassab... ou será que vc gosta desses tb???

abs
ps. se vc insiste em não saber o que fez Darcy Ribeiro e Anísio Teixeira por esse país aconselho-o a dar um Google nesses nomes... é tanta coisa que não caberia nessa resposta... muito mas muito mais do que essa vaca sagrada do Tancredo que vcs santificam mas que antes de mais nada legislou em causa própria ou pelas causas dos confrades... a Universidade de Brasília vc conhece ??sabe quem fez ??? o pouco que se fez pela educação desse país foi o Darcy e o Anísio ou o vovô e o netinho Neves??? Santa Risoleta!!!
É por essas e outras que sou Heloisa Helena, salvo alguém melhor: o inverso do terninho e das frases feitas, radicalidade na medida inversa.

Esses putos adoram meter na b.. dos outros.. mas sempre com um sorriso no rosto e um aceno pra mamãe... "Paz e amor" no dos outros é refresco...

Abraço e parabéns pelo texto, Ricardo.. ironia sagaz
rm disse…
Meu prezado Ricardo Soares,
em atenção ao seu último comentário, também seguem aqui considerações que acredito encerrem minha participação nesse debate, que achei sim, proveitoso (melhor que o tom monocórdio dos puxa-sacos).

Você não se dignou a responder uma série de contra-argumentos ou indagações, que não repetirei; eventuais leitores tem amplas condições de tirarem suas próprias conclusões... Apenas responderei aos tópicos recém mencionados:

1) Nesse caso, peço escusas. Achei que você falava como integrante da emissora chapa-branca oficial, criada por esse governo (IDEIA que acho abominável), a partir da IDEIA de que os meios de comunicação no Brasil não informam corretamente (IDEIA que prescinde de demonstração, dado seu caráter estapafúrdio). Aliás, o canalha do Belluzzo ainda está por aí?

2) Como cidadão você tem todo o direito de achar o que bem entender do atual governador de Minas. Como jornalista, acho que tem a obrigação de se informar melhor e, principalmente, demonstrar as críticas, algo sérias, que faz.

3) Agradeço a informação. Não tenho condições de confirmar ou contestar. Mas sei da existência de um razoável programa de obras rodoviárias que incluem o asfaltamento de estradas antes não-pavimentadas, além de investimentos de grande porte na capital mineira. Suponho que você saiba que a maior malha federal encontra-se em Minas; não tenho notícia dos investimentos federais... A propósito, não tenho notícia de um único quilômetro novo, construído aqui pelo governo petista nos seus 7 anos de poder, ao qual você me atribui má vontade.

4) Compartilho a aversão aos 2 citados, embora o mesmo sentimento tenha por um bando de jornalistas meia-boca (ao contrário dos dois, que ao menos escrevem bem e aparentam ter boa formação intelectual) que infestam as redações dos jornalões, lambendo, diariamente, as botas palacianas.

5) Não votei no governador mineiro, repito, pela enésima vez. Tenho sérias críticas ao seu governo, mas não posso concordar com o tom dado no seu post, envolto em insinuações de caráter pessoal e certo preconceito metropolitano. Acho que todo homem público ou político deve estar sujeito ao mais duro crivo da opinião pública, mas por razões verdadeiras, por fatos; não por insinuações ou preconceitos.

Sei muito bem quem foram os 2 intelectuais citados. Conheço e admiro a obra de Darcy Ribeiro que, como antropólogo, chegou a ter certa importância até internacional. Nas outras searas em que pitacou, história, sociologia e economia; acho que suas teses são um pouco controversas, mas ainda assim meritórias. De Anísio não conheço a obra, apenas sei de sua importância histórica, nos meios especializados em educação (sei, por exemplo, que Darcy Ribeiro inspirou-se nele, entre outros, para criar o modelo de escola integral que, convenhamos, não é nenhuma invenção da roda, existe no mundo todo).

Quanto às obras, no sentido de realização, acho que não se produziu muito. Não fosse Brizola, que comprou a ideia dos CIEPs, não passaria de mais uma boa ideia deixada às traças... Este é outro exemplo de "realização política", mas o mandatário era Brizolla, não Darcy... Como político, posso lembrar do tempo em que dirigia o gabinete de Goulart e, hábil como um elefante, contribuiu para o desencadeamento do golpe militar de 64. Enterrado com a eleição de Tancredo... rss
Quanto à questão "Aécio-Lula" me parece que há, aí, um embuste, como boa parte da retórica contemporânea. A mídia chama o PSDB de "oposição" porque quer que os incautos acreditem que há de fato diferença nos discursos. Ora.. até os mais inocentes sabem que o barato se mostra no lucro dos banqueiros. Se o mundo caminha a passos cambaleantes para a balela da globalização (para as mitologias do "desenvolvimento para todos" e da "urbanidade violenta de concreto"), oposição é propor algo que apareça conflitivo a isso. Nem a Heloisa Helena eu acho esquerda.. mas certamente o Darcy e o Anísio o eram. Num mundo que caminhava para o consumismo imbecil, eles propuseram educação e reflexão. O currículo do Darcy, se não for o mais bonito da história política brasileira, está entre os 3 mais. Só chama o Brizola de radical quem não conhece o que os partidos-rede-globo fizeram com os CIEPs do Rio de Janeiro depois do crápula do Marcelo Alencar.

Abraço
Ricardo Soares disse…
Rm , Marcelo e demais leitores que tiveram a paciência de acompanhar o debate até agora : parece que ainda respingam muitas pendencias não respondidas entre ambas as partes no que tange ao que eu disse no post original e ao que retrucou o RM

primeiro ...eu queria citar o que disse o Marcelo acerca do Darcy e do Anísio : "Nem a Heloisa Helena eu acho esquerda... mas certamente o Darcy e o Anísio o eram. Num mundo que caminhava para o consumismo imbecil, eles propuseram educação e reflexão. O currículo do Darcy, se não for o mais bonito da história política brasileira, está entre os 3 mais. Só chama o Brizola de radical quem não conhece o que os partidos-rede-globo fizeram com os CIEPs do Rio de Janeiro depois do crápula do Marcelo Alencar". Anísio e Darcy propuseram sobretudo a reflexão,o penso logo existo e não o consumo logo existo como parece ser a tônica da economia de mercado e até da cartilha tucana e lulista. Nesse ponto tucanos e petistas se parecem...viva o deus mercado! a globalização é inevitável e iniciativas como os foruns sociais mundiais são apenas eventos pra serem caricaturizados pela mídia ... por isso convido respeitosamente o RM a refletir mais sobre Darcy e Anísio e menos sobre o governadorzinho playboy que ele quer defender...

Rm,em cima disso queria dizer que salvo o seu bom poder de argumentação o seu raciocinio parece sim eivado de um rancor,um ódio classista anti Pt que prejudica sua leitura saudável de certos eventos inegáveis que paradoxalmente vc defende... como se vê vc aprecia o mercado, esse mesmo mercado que está alimentado por desejos consumistas e poder de compra de classes que antes de Lula estavam no lumpesinato... traze-las à tona não foi obra do tucanato com certeza...o tucanato quer que elas fiquem onde sempre estiveram ,ou seja,no limbo.

Agora convenhamos né RM e Marcelo : nem tanto ao céu e nem tanto ao mar... se não é Lula não dá pra querer que seja Aécio ou Heloísa Helena ... Santa Risoleta da capa preta !!! devemos ter outras opções??? ou não temos ???

ps final . RM, ainda bem que vc não me julga assim tão ignaro a ponto de achar que defendo alguns pontos de vista porque sou gerente da Tv Brasil. Por outro lado sua opinião sobre sssa tv é tão equivocada que chego a me perguntar de onde tirastes tantas falácias ...respeito que vc não curta que o Brasil tenha uma rede de tv pública... mas dizer que ela é chapa branca é uma inverdade total...para isso o governo tem a NBR que é sim porta - voz do governo... estamos aqui tentando construir uma rede de tv pública e eu não vi motivo algum na minha área para em mais de um ano eu me envergonhar do que faço. Não atendi a pedidos e ordens do governo mas estamos tentando fazer uma programação que mostre a diversidade de um país enorme que vc parece não conhecer direito. O Brasil não é o país do Aecinho somente... e ,repíto,conheça melhor as péssimas estradas do seu estado antes de defender Aecinho,o netinho provecto... abraços democraticos
rm disse…
Ricardo,
agradeço a boa educação de responder aos comentários e a gentileza da resposta a mim endereçada.

Como falei, nada tenho mais a acrescentar à polêmica; acho que restou um bom painel para que seus leitores tirem as próprias conclusões...

Mas não posso deixar passar as 2 provocações:

1) É precisamente por concordar que o país precisa ainda, e mais que nunca, de uma boa política de educação, que não posso aceitar a ideia de uma "revolução social" em marcha no país. A política educacional petista é tão ruim, que conseguiu involuir da dos tucanos, que não era lá grande coisa. Mas, pelo menos, apontava na direção certa: a educação básica. Não vou nem citar a saúde pública, para não constrangê-lo... Sem educação e saúde, qual revolução, Ricardo? O que houve foi aumento de renda, decorrente do crescimento econômico. Isto até o Delfim fazia (e melhor)...

2) Não sei se há, de fato, necessidade de uma "rede de tv pública" no Brasil. Há países em que isto funciona, há outros em que não existe e há, finalmente, aqueles em que isto é usado como mera propaganda política oficial. Pelo que sei, até aqui, não se tem uma rede e nem esta "rede" é "pública". Mas não há qualquer mágica para realizá-la: basta que seja, verdadeiramente, independente do poder concedente. Isto significa autonomia financeira, absoluta liberdade editorial e critérios técnicos de contratação... É o que vocês estão fazendo aí?
rm disse…
Ah, esqueci:
essa história de Heloísa Helena só pode ser piada, né? rss
Ricardo, meu voto vai pra Heloisa Helena se tivermos os mesmos candidatos das próximas eleições. Pelo seguinte: não acho o Cristóvam Buarque a altura da história do PDT. O barato dele é defender a "educação técnica", que é, na verdade, uma estética da escravidão, vide o fato de que sabemos para que servem os cursos técnicos: para eliminar a complexidade teórica do currículo, para sustentar a ideologia do trabalho tecnológico como base econômica da sociedade. Não funciona, nem aqui, nem em lugar nenhum. O que isso acarreta é aumento progressivo do mercado informal e um especialismo imbecil na cabeça dos (pseudo)-formados, que ficam dois, às vezes três anos estudando, pra virar tecniquinho e nada mais. Nunca mais vão sair disso, como as estatísticas cansam de mostrar.

Para quem não sabe, quem implantou essa lógica tecnicista no ensino brasileiro foi exatamente o crápula do Paulo Renato, ministro do mais crápula ainda FHC, que liberou a mercantilização do ensino, atrelando-o ao mercadinho, totem dos mauricinhos de plantão. É fácil entender porque isso é furada e, de tabela, como essa gente 'petucana' tem cérebro de escravo ou de autoritário. Vejamos: antigamente, não se podia abrir uma faculdade de medicina, por exemplo, num bairro que já a tivesse, a menos que a demanda SOCIAL do lugar assim o exigisse. Com a mudança defecada pelo tal Paulo Renato, temos o fenômeno estilo universidade-de-mercado, uma em cada esquina, formando vários tecniquinhos por semestre, que, entretanto, não obedecem as demandas proporcionais do lugar onde se encontram os cursos. É a velha lógica do inchaço urbano, calcada na sacanagem mercado-ilógica. O barato é o lucro em curto prazo, não importando as consequências. Não há um pensamento preventivo, porque o mercado não acata esse tipo de posição.

Portanto, para eu votar em algum projeto, teria que ser o de uma desvinculação RADICAL do ensino do mercado, voltando a coisa para a lógica social. E quem seria? O Aécio? Só se fosse uma piada, e de mau gosto. Basta pegar o dicionário e examinar a palavra "alternativa" para sacar que é embuste eleitoreiro o que ele diz. Ele é PSDB e há uma cartilha para ele seguir. A cartilha FHC, neoliberal e atrelada às máfias que estão acabando com as estruturas estratégicas do país há anos. A Dilma? Outro embuste, na minha visão. Se há diferença entre o PT e o PSDB, ela é irrisória e diz respeito a um ou outro arroubo internacional de defesa das minorias que o Lula pratica, muito mais numa de fazer marketing do que por ideologia de fato. Digo isso porque basta ver o Meireles no Banco Central e basta ver que ao Lula interessa alardear a manutenção dos índices econômicos que só interessam às beatas da religião econômica para ver que de mudança ele não tem nada. Quem mais teríamos? Ciro Gomes? Garotinho? Alguma raposa do DEM? Acho o Milton Temer do PSOL o político de partido mais inteligente que o país tem no momento. Mas.. infelizmente o brasileiro adora é ver novela. Por isso, deve ganhar mesmo a candidata do Sasá Mutema ou o mauricinho. Infelizmente... nada que mude a vida dos mauricinhos e patricinhas deste Brasil canil.

Mas no horário nobre continuo preferindo ler o Darcy...

Abração
Jean Scharlau disse…
Esse homem tem uma carreirinha brilhante. E imensa.
Júlio Bernardo disse…
Sem dúvidas, Jean. O Sr. Aécio Neves aspira a ser um bom político. o homem aspira tudo.
Udi disse…
Só queria registrar que acompanhei todo o debate, em geral não tenho a menor paciência prá acompanhar postagens "políticas" (desculpe classificar assim mas não encontrei outro termo) mas esse debate aqui foi mesmo enriquecedor.
Agrada-me muito a forma como o Ricardo consegue apontar as ações eficientes do governo Lula (apesar dele) sem cair no discurso arrogante dos "petistas" que hoje estão no poder.
Parabéns aos dois: ErreEme e Ricardo, pelo cavalheirismo e domínio sobre os fatos do cenário político nacional.
E... bem... (vou arriscar) parece que teve que surgir um 3º elemento prá definir uma intersecção nas opiniões de ambos: Heloísa Helena?! (affffe!)
Maira Parula disse…
mineiro pode ter muitas qualidades, mas não costuma falar o que pensa. tem uma inclinação pelos muros. muita cautela. porém, entre quatro paredes e regados a pão de queijo, lombinho e muita cachaça, Aécio Neves para eles é motivo de chacota. motivo?, ele quase nunca está fisicamente em Minas, entre outros detalhes.

abração, ricardo

Postagens mais visitadas