Não por acaso

Produzido em 2006, lançado em junho de 2007 , com carreira discreta e mal sucedida nos cinemas e nos dvds, o filme "Não por Acaso" foi exibido ontem por um dos canais Telecine. Mal e mal tinha ouvido falar dessa produção dirigida por Philippe Barcinski com Rodrigo Santoro, Leonardo Medeiros e Letícia Sabatella no elenco. Apesar de produzido e distribuido pela co- produção de três gigantes (Globo Filmes, Fox e a O2 de Fernando Meirelles) o filme passou batido. Não deveria . A lógica do mercado continua sendo cruel. Porcarias ( mesmo as nacionais como "Se eu Fosse Vc") as vezes enchem cinemas e vendem muitos dvds enquanto filmes sensíveis, humanistas e poéticos como "Não por Acaso" caem no limbo. Poucas vezes vi a geografia urbana de São Paulo tão bem retratada e refletida em sua confusão de feiúra, poesia, trânsito caótico e poesia que brota das vigas de concreto armado. Roteiro muito bem construído. Lindo filme que vocês deveriam arriscar buscar na locadora perto de casa.

Comentários

Luana Ferraz disse…
As pessoas não tem mais opiniões próprias, se deteriorizam nas dos outros e não permitem enxergar mais além... Estão cada vez mais esteriotipadas na opinião em massa, divagando numa realidade de pouca conduta...Mas as coisas vão melhorar...Ah se vão.

Eu vou assistir o filme, que por sinal não tinha ouvido falar...

beijos
c.k. disse…
Ricardo:
Não vou há cinema há anos. Seu post é sobre cinema, e, se eu assistisse a filmes, provavelmente não iria assistir a um que falasse sobre "a Cidade de São Paulo e sua confusão de feiúra, poesia, trânsito caótico e poesia que brota das vigas de concreto armado". Eu vejo isso quase todo o dia, prá quê iria querer ver mais no cinema ? Talvez a lógica do grande público seja a mesma que a minha.
Abraço,
Claudia Kämpf.
c.k. disse…
Ricardo:
Não vou há cinema há anos. Seu post é sobre cinema, e, se eu assistisse a filmes, provavelmente não iria assistir a um que falasse sobre "a Cidade de São Paulo e sua confusão de feiúra, poesia, trânsito caótico e poesia que brota das vigas de concreto armado". Eu vejo isso quase todo o dia, prá quê iria querer ver mais no cinema ? Talvez a lógica do grande público seja a mesma que a minha.
Abraço,
Claudia Kämpf.
Groo disse…
Este eu não ouvi falar. Curioso é que teve produção também da Globo Filmes. Estranho não ter rolado um merchan em tudo quanto era lugar - e ainda tem Rodrigo Santoro e Letícia Sabatela, dois "globais". Curioso.

Duvido até que tenha na locadora perto de casa. Mas valeu a indicação.
Tania Celidonio disse…
Assisti a NÃO POR ACASO no cinema. Gostei muito e lembro que comentei sobre o filme com você, Ric. Uma história de amor e tristeza ambientada nos cruzamentos de São Paulo. Linda fotografia, belo roteiro. E os atores no tom certo, na medida.... Vale a pena. A tal feiúra de São Paulo é apenas cenário de uma bela e trágica história de amor.
INIT disse…
adorei esse filme. Vi no cinema.
bjs
Thalita Araújo disse…
obrigada pela dica.. mas, locadora perto de casa?? aqui em Cuiabá quase não existem mais locadoras. Sobraram poucas. Falindo, fechando, por que muita gente prefere comprar um besterol qualquer pirata...é de lascar, né não?!

Postagens mais visitadas