de onde não se espera nada...

"De onde a gente não espera nada é que não vem nada mesmo". Essa é uma livre adaptação de uma atualíssima frase de Aparício Torelly ,o imortal Barão de Itararé ( foto acima) , figura histriônica e genial, cujo espírito sarcástico ,politicamente incorreto e anárquico faz tanta falta à nossa imprensa cuecona ,mauricinha, careta e empostada.A frase do Barão que transcrevi acima tem variações e nunca soube como ele a pronunciou de fato. Mas em dias como o de hoje ela é precisa para definir pessoas e fatos que se passam à minha volta...

Comentários

Udi disse…
Ainda nem consegui absorver todas as incríveis frases do Carlito Maia indicadas por você e você já aparece com outro autor.
Espero não ter passado à sua volta recentemente.
:)
Groo disse…
Grande Barão! Faz falta mesmo!

Ele, o Stanislaw, o Fausto Wolff...até o Paulo Francis! :D

Hoje temos Mainardi, Azevedo, Miriam Big Pig...decadence avec elegance!
Uma grande verdade do Barão, Ricardo. Simples, mas com uma profundidade mordaz...

E concordo plenamente com o Groo.. Pra quem lê o Barão e outros grandes frasistas (como o Nelson Rodrigues), Mainardi e cia ltda não passam de poeira, que escapou de baixo do tapete...

Abração
leve&solto disse…
Caramba... já não tô lá essas coisas... Os raios continuam insistentes...

Desculpe, mas hoje resolvi passear pelos blogs pra ver se me animava um pouco...

Que dia! Que semana.... que começo de ano! Ufa... Preciso continuar repetindo: vai passar, vai passar, vai passar...

Contudo, seus textos são sempre ótimos, mesmo com angustiantes reflexões (ou não).

bjs e fique bem
GUGA ALAYON disse…
O Barão é Rei!
Aquele "entre sem bater" à porta da redação na época getulhesca é antológica.

abraços
angelo alfonsin disse…
A máxima do Barão é em homenagem à classe política brasileira de hoje, por isso nunca foi tão atual como o próprio Torelly.
A palavra nada tem a cara do Sarney, Temer, Yeda ( governadora gaúcha) etc...
Armando Maynard disse…
"Homem que se vende recebe sempre mais do que vale"(Barão de Itararé). É o que acontece com muitos políticos.Quanto a mídia, vivemos um momento de 'imprensa mansa'.
César Augusto disse…
Pra ser sincero nçao conhecia, ainda tenho, como diz Rosana Hermann, "uma lacuna abissal em minha cultura". O Brasil é cheio de figuras extraordinárias, como me pareceu o tal barão.
A frase apresentada por você, muito me lembra Nelson Rodrgues, "o óbvio ululante".

Enfim, cada dia mais aprecio o conhecimento, princioalmente por figuras históricas. Esses dias, assistindo à TV Brasil, num programa cujo nome não me recordo, fiquei conhecendo uma figura muito interessante, e do pouco que conheço do jornalismo brasileiro (bota lacuna e bota abissal nisso) achei que ele foi um dos mais inovadores, com seus "closers", jornalistas brasileiros: Fernando Barbosa Lima

Adorei a entrevista!


Abraços,
César Augusto

http://lacritique.tumblr.com/

Postagens mais visitadas