Dr. Hollywood : aparências enganam ?

Carol Rocha, repórter, blogueira titular do Veneno Antimonotonia avisou aqui para mim outro dia que até hoje recebe comentários em seu blog por conta de um comentário que fez aqui acerca do dr.Hollywood, aquele médico de celebridades que tem programa na rede TV. Carol me avisa que provavelmente esse foi o post que mais rendeu comentários em meu blog. Ela se refere a um post escrito em novembro passado (Clique aqui) onde eu ironizava o ideário e o modo de vida dessa criatura. Fui conferir a enxurrada de comentários , entre defensores e detratores ferozes do médico,e cheguei a uma singela conclusão. Os que esculhambam e os que defendem o dr. devem apenas se lembrar que não tenho a menor pretensão de julgar sua competência (ou não) como cirurgião pois não entendo patavina do assunto. Também não estou fazendo juizo de valor sobre o dr. pois até dizem que ele ajuda os mais pobres. Se ajuda, como diz, melhor pra ele. O que critico, deploro e ironizo no doutor , a par sua breguice, é a estética de "vencedor - celebridade" que ele advoga. Como se fossem dignos de se considerarem vitoriosos apenas aqueles que usam botox, silicone, andam de carrões, comem caviar, bebem champanhes caras e cultuam o fútil, o vazio, o inócuo .Como se vitoriosos fossem apenas aqueles caricatos moradores de Miami ,Barra da Tijuca ou Moema que acreditam valermos mais pela griffe que vestimos do que pelas idéias que temos na cabeça. Resumindo de maneira pueril: Dr.Holywood é o arauto do "consumo e sou chic, logo existo". Eu , modestamente miserável perto dele e sem a menor inveja de tão risível criatura, digo a todos os leitores que me detonaram que faço parte da turma do "penso , logo existo e resisto". No mais , mesmo que eu deixe aberto esse blog a todo tipo de comentário, inclusive anônimo , não posso deixar de notar que os defensores do dr.Hollywood que por aqui apareceram me parecem ser todos tão vazios, insípidos e semi analfabetos ( se tiverem paciência leiam os múltiplos atentados ao português perpetrados por eles) que devem estar entre duas categorias : ou a dos ricos caricatos que ele opera ou gente que ao invés de se submeter a operação de retirada de culotes e seios flácidos se submeteu por engano (???) a cirurgias de retirada de cérebro.

ps. pensei sacanamente em dar nome a esse novo post de "Bizarro Dr. Hollywood 2, a missão". Mas, reconsiderando, preferi o título lá acima.

Comentários

Frô disse…
Eu não sei se conseguiria viver assim no meio de tanta futilidade,não condeno quem quer ter uma boa aparência...mas viver em função disso é um absurdo.Sou contra cirurgia sem necessidade e isso é o que mais existe aqui no Brasil e fora..Esse cara deve ganhar muito bem,ele poderia ao menos se dedicar ao voluntariado,reconstituindo vidas fisicamente deformadas sem cobrar...é o mínimo.Ele deveria fazer uma plastica em si mesmo.
Afinal quem teve a infelicidade de dizer que as mulheres não deviam amamentar por mais de três meses pois prejudicaria os seios,afinal,ter seios bonitos é melhor que ter filho saudável.
Carol Rocha disse…
Oi, Ricardo!!
Sabe que o mais curioso, é que exatamente depois que deixei o comentário no seu blog, estava zapeando pela TV e a abominável Sonia Abrão estava reprisando uma entrevista com o Dr. Hollywood.
Não posso opinar sobre ele nem sobre o trabalho que ele realiza pois não conheço. Mas pelo pouco que ouvi da entrevista, me parece que ele ajuda pessoas com deficiências físicas.
Também abomino essa coisa da cirurgia plástica como meta de vida e busca desenfreada pela juventude plastificada.
Mas se ele realmente usa a profissão para ajudar, bacana.
Azar das pessoas que vão atrás dele simplesmente pelo status, pela aparência esticada, pelos peitos inflados...
Eu prefiro gente normal, com marcas de expressão e rugas de sabedoria.
beijo!!
Tenho um respeito E-NOOOOOOR-ME por frivolidade quando acompanhada de inteligência e cultura (acontece!).

Não sei se é o caso desse rapaz, ou não (não o conheço, já ouvi falar vagamente sobre ele).

Da maioria dos clientes dele (certamente homens e mulheres - já foi o tempo que só a mulherada se botocava entre outros quetais) um ou outro talvez valha a pena até conversar, sim!
A maioria, somada, não deve dar o saber de uma mula, não tenho
dúvida; mas, isso só me dá pena, piedade; NÃO ME DÁ RAIVA...

Aliás não tenho nada contra pessoas poderem se tornar meio "biônicas".
Mas.....tenho TU-DO contra só umas dez pessoas poderem fazer isso; aí é sacanagem!...

Foi fazendo coisas assim que o Pitanguy pôde pesquisar e desenvolver tudo que o que fez pelos queimados e cia. ltda.

Não consigo ter muita raiva de gente, não; deve ser defeito de fabricação... rsrsrsrsrs
Sou tão limitada e precária também em tantas coisas!...
Como é que eu vou gastar a minha raiva com as limitações e precriedades alheias?...
Eu me sentiria esquisita, implacável, justiceira...

Raiva eu tenho da nossa burrice irresponsável, que nos leva à miséria da maioria, às guerras, etc...
Ricardo Soares disse…
Meninas comentaristas!!!hehehe... é isso que estava tentando esclarecer com o novo post. Não tenho nada contra o dr. Hollywood nem contra aqueles que querem ser biônicos. E se de fato for verdade que o dr. opera mais humildes e mantem obras sociais só posso elogiar sua postura. O que deploro é sua postura novo rico e sua apologia generalizada à babaquice. Tenho dito e não pretendo mais voltar ao assunto.
Intrépida disse…
RicSó complementando a sua maravilhosa definição do "penso , logo existo e resisto".eu diria que no meu caso, que cheguei aos 30, cada vez mais gulosa, e com menos tempo de ir à academia, o lema é:

"penso , logo existo, e despenco".


querido, você ainda resiste..rs.rs.rs aqui a coisa anda feia! :P lendo demais...

mas, como diz a musiquinha: "tô nem ai"...

heheheh..

beijo,

sim, comentário bobo, bobo... :)
Anônimo disse…
Não sei se voces sabem a respeito do Dr.Robert Rey o sucesso incomoda para quem não têm deve ser o que publica neste blog que não consegue ver as pessoas como seres humanos, pode declarar o que quiser mas ele é brasileiro é especialista em sua área e nos EUA, isso é para quem pode e quem determina sua vida, quem não pode critica, aliás o seu blog é bem ruim
Anônimo disse…
Ricardo Soares, voce critica o Luciano Huck, Bonner e outros mais mas a Rede Globo apesar de várias histórias faz muita diferença, tirando a TV Cultura que é excelência. TV Globo goste ou não, é das piores a melhor para se assistir, caso não mude o canal meu amigo, voce bem ooderia ter ido trabalhar nela todos os bons profissionais de jornalismo e comuncação que existe nas outras TVs passaram pela TV Globo.
Anônimo disse…
"Dr. Hollywood : aparências enganam ?"

Ricardo Soares

A sua aparência também engana e muito.
Anônimo disse…
esse ricardo é um coitado...
eu acho q realmente vc naum fala sobre a tal ''futilidade'' do
programa...
mas sim mostra o quanto vc é invejoso...
vc naum deve se preocupar com o programa em si
e sim pq diferentemente de vc algumas pessoas vencem na vida e
mesmo sem quererem ficam digamos '' famosas''
...
um outro oatrio ali disse q ele deferia fazer so cirurgias coretivas para ajudar as pessoas...
ate concordo, ajudaria ein muito ...
mas isso ele ja faz
e eu ja presenciei ele fazendo de graça...
e garanto q se vcs estivessem no lugar dele iriam querer ganhar mais e mais dinheiro, e nem ia sem lembrar de quem precisam...
e so criticam pq são uns miseraveis e invejosos que naum conseguiram subir na vida e que usam seu tempo futil e inutil q por acaso vcs tem de sobra para criticar as pessoas q por sua competencia chegaram ein algum lugar...



isso vale pra vc ricardo...

Postagens mais visitadas