JOAQUIM BARBOSA, TODO PROSA

Na verdade eu iria escrever no título desse post : " Ei, ei, ei Joaquinzão é nosso rei". Mas como os arautos da formalidade, do bom mocismo e dos protocolos poderiam enxergar no meu tratamento coloquial ao ministro do STF alguma coisa de desrespeitoso eu preferi associar o nome dele ao nome desse modesto blog. Isso sem falar que em passado recente Joaquinzão era associado a famoso e já falecido pelego que atuou muitos anos em sindicatos paulistas.

Minha alegria em saudar Joaquim Barbosa é que ontem ele foi porta- voz do que muitos brasileiros adorariam falar ao nefasto Gilmar Mendes que vem enxovalhando a imagem do STF com sua sucessão de desmandos e armações. Ontem Joaquim Barbosa encarnou o Fernando Gabeira de tempos atrás quando esculhambou o também nefasto Severino Cavalcanti quando presidia a Câmara Federal. Leiam o que ele disse ( com propriedade) ao risível Gimar Mendes:

"Vossa excelência está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro. É isso. Vossa Excelência quando se dirige a mim não está falando com os seus capangas de Mato Grosso, ministro Gilmar"


Bem, mesmo que hoje, numa esperada encenação corporativa,os demais ministros tenham divulgado uma nota de apóio a Gilmar até as pedras do Arpoador sabem que Joaquim Barbosa está falando a pura verdade. Viva o Joaquim !!! vida longa a homens públicos que como ele tem a coragem de falar a verdade.

Comentários

Aline disse…
Adoro essa educação com que eles se tratam! Xingam até a mãe, mas terminam com "Vossa Excelência".
Udi disse…
Prá quem quiser ver e ouvir:
http://www.youtube.com/watch?v=sIUdUsPM2WA&eurl=http%3A%2F%2Fwww.bluebus.com.br%2Fshow%2F1%2F90060%2Fo_video_da_discussao_dos_ministros_no_stf&feature=player_embedded

De tudo que li e vi até agora, só você deu uma posicionada nos fatos como deve ser, não é?
Marcelo Camargo disse…
A referência ao Fernado Gabeira eu passo! Tô fora de Gabeira.É Ricardo ,Viva sim o ministro Joaquim Barbosa! No Blog do ótimo Jornalista luiz Carlos Azenha o que foi escrito a respeito também concordo plenamente .
leve solto disse…
Vibrei com o Joaquinzão...Aliás, tenho certeza que ele não acharia ruim tal linguagem, visto que seu pronunciamento (diga-se briga..rs) foi brilhante e sem temores.

Gabeira, sempre gostei dele... Escorregões?.. os dele ainda foram pequenos diante de tanto absurdo político, onde as barganhas ilícitas são constantes.

bj
leve solto disse…
Complementando...

Nosso digníssimo presidente mais uma vez foi infeliz no comentário a respeito dos ministros do STF...

outro bj
Kiara Guedes disse…
paragraseando e cantando sempre: joaquim barbosa, está com tudo e não tá prosa!! rsrs
rm disse…
Lamento divergir: o ministro afro-negão é célebre nos meios jurídicos por seu conhecido destempero verbal e arrogância intelectual.

E está devendo à sociedade a sequência do processo do Mensalão, o maior escândalo político da história brasileira.
Groo disse…
Ah, mas o Afro-negão foi muito bem com seu destempero verbal quando se dirigiu ao Gilmar Dantas Mendes.

Na verdade, acho que se eu tivesse a oportunidade de dirigir-me ao Gilmar Habeas Mendes provavelmente também teria meu momento de destempero...

Ele (Mendes)merece.

Hollywood pro Mendes!
rm disse…
Parece que outros 8 ministros (dos quais 5 indicados pelo atual presidente da República) da "corte suprema" discordam do prezado comentarista...

Em todo caso, no nível superficial em que está o debate aqui, fica sendo mesmo apenas uma questão de gosto pessoal, preferir este ou aquele ministro do Supremo.

De minha parte, com todo respeito, caguei para os dois!
AMMedeiros disse…
Olá!

Completamente à margem da suja moldura política em que vivemos desse lado e deste lado do Oceano Atlântico, com o mesmo idioma em comum e almas-povo que se complementam, peço desculpa por me escusar a comentar o post.

Na verdade, não queria deixar de te agradecer a visita e o sentido das palavras escritas. Com os espinhos bem presentes e ainda a doer muito, conseguimos porém, sentir o aroma das flores que nos inebriam os sentidos das nossas vidas...
Não tem sido fácil lidar com o Linfoma do Herói, admito. Contudo, o caminho tem sido mais suave...

Aproveito para te dizer que, se algum dia, essas incursões pelo mundo, passarem pela fascinante e única cidade do Porto no norte de Portugal, não deixes de me avisar por mail ou telefonicamente, pois teremos muito gosto em tomar um café ou um Porto contigo.

Obrigada pelo carinho e amizade, mesmo à distancia de um oceano.

Um xi coração e um beijo


Ana
Udi disse…
Êba! ...e vâmo que vâmo: se o Estadão de hoje dedica todo o seu editorial a este assunto e, ainda por cima, prá "puxar a orelha" do Barbosão... bem, vossas excelências, não há dúvidas que o cara (Gilmarzinho) tem mesmo capangas no Mato Grosso!
Ilmo. Sr. Ministro
Joaquim Barbosa:

Vossa Excelência me dá um alívio danado...MUITO OBRIGADA!

Todo o meu apoio à JUSTA INDIGNAÇÃO, que NÃO DEVERIA SER CONFUNDIDA com "destemperos" EM MOMENTO ALGUM (a não ser por má fé, como a do "Coronel Gilmar", porque - aí sim - a gente entenderia).

O Sr. é um raro motivo de orgulho nessa terra, frequentemente tão mixuruquinha em suas omissões, covardias e mentiras, que (AINDA!) é capaz de negar ATÉ ser - FELIZMENTE - um grande milkshake de raças.

Negar ser o que é...por pura birutice...ou NOVAMENTE pela mesma má fé exibida pateticamente pelo "Coronel Gilmar"?...

Ministro Joaquim, vou tomar a liberdade de lhe fazer uma curiosa confidência afetiva que nunca tinha me passado conscientemente pela cabeça; é que o Sr. está fazendo por merecer.

Ao longo de meus quase 60 anos, jamais me passou pela cabeça chamar o Mário Luiz (meu primeiro amigo-de-infância aos 3 anos), o José Moreira (meu melhor amigo de faculdade de Psicologia), ou o Dr. Wilson José Simplício (meu próprio psicanalista) de afro-negões...

Porque poderia parecer "ofensivo"?
Não!
Apenas porque eles - para mim e para minha vida - foram, eram, são, apenas PESSOAS FORMIDÁVEIS, cuja árdua luta pelas (óbvias) dificuldades num planeta (AINDA!) doentia e ridiculamente preconceituoso, só fazia com que eu temperasse com um 'cadinho a mais de admiração a qualidade de meu olhar sobre eles, ao longo de nossas relações...

Agradecida.
rm disse…
Quaquaqua

Que tal afro-brancão? rss

Com todo o respeito à comentarista que, "delicadamente", não cita meu nome:

1) Respeito sua opinião sobre o ministro Barbosa, apesar de achá-la uma patética profissão de fé.

2) Também tenho vários amigos (e, principalmente, amigas... rss) negros. Aliás os tenho de todas as cores; este nunca foi para mim um critério de escolha de amizades. A grande maioria desses amigos acha ridículas as chamadas expressões politicamente corretas, brandidas por alguns...

3) A mim também me repugna o preconceito e a discriminação, especialmente a que decorre de supostos fatores "raciais". Mas também não me agrada nada a visão simplória e dicotômica de alguns, bem como a falta de humor em muitos.
Ricardo Soares disse…
Bem, como se vê o assunto "Joaquinzão" rendeu boa prosa por aqui.Quisera eu poder comentar todos os comentários que fazem aqui nesse blog.Mas por vezes me penitencio com leitores amáveis como a Udi, Aline, RM , Mara,Kiara, Groo, Christina e a singela portuguesinha Ammedeiros (e o estreante Marcelo Camargo que pinta por aqui) e respondendo a eles imagino estar dando atenção a todos...

Quanto ao Joaquinzão, elogios que agradeço a parte,devo dizer que apesar do RM lembrar da superficialidade do debate por aqui ( mas isso que é o bom RM,pare de se levar tanto a sério!!!) há uma questão que se solidificou no ar. Ao dar seu tranco no meliante Gilmar Mendes o JOaquinzão sem dúvida encarnou a voz dos brasileiros conscientes e descontentes que ficam vendo o ministro do Supremo achar que é o dono da casa e enxovalhar a imagem do judiciario brazuca. Não me incomoda em RM a utilização de termos politicamente incorretos e adorei o milk shake de raças ao qual se refere a nossa Christina...
enfim , aqui cabe gosto pra tudo...mas que o Joaquinzão mandou bem isso mandou...o mensalão é outra história ou será que o RM pensa que o Supremo é um covill de inocentes ??? é só lembrar quem nomeou o Gilmar e quem nomeou o Joaquinzão pra gente sacar o interesse de quem eles representam...saudações amorosas a todos
rm disse…
Ricardo,
claro que não me levo a sério (ainda mais no tom em que comentei) e acho que a recomendação deveria valer para outros comentaristas... rss

Mas também não posso levar a sério as conclusões que você tira, atribuindo certo nível de "consciência e descontentamento" aos que se colocam solidários ao ministro Barbosa. Para ter-se "consciência" de algo é necessário dele ter um mínimo conhecimento e ser capaz de proceder à sua análise e crítica. Faltou isto aqui; posições PREVIAMENTE cristalizadas foram manifestadas. E só.

Não tenho a menor simpatia pelo ex-engavetador geral da República, mas as críticas a ele feitas pelo ministro Barbosa, além de refletirem o seu já conhecido desequilíbrio emocional, são falsas! O ministro-presidente do STF, ao contribuir para manter a legalidade e o estado de direito - contra prisões ILEGAIS, contra o afã policialesco dos ocupantes do poder central, contra a república dos grampos... - presta um serviço ao Judiciário e à República, mesmo sendo, ele mesmo, a figura antipática que é e sobre o qual recaem inúmeras suspeitas, nunca provadas.

Já quanto ao ministro Barbosa nutro certa simpatia, pelo aspecto simbólico de sua nomeação e pela forma como relatou o processo do Mensalão. Mas em nenhum dos casos esta simpatia é incondicional. E fato é que sua atuação concreta no STF é muito menos relevante que a de outros ministros que renovaram, produtivamente, a casa nesses últimos anos. Já uma eventual pizzaria no processo do Mensalão, esta sim enterrará de vez qualquer credibilidade que o Poder tenha conquistado.

Finalmente, espero que a Christina não leve a mal as observações que fiz. Relendo-as agora, retiro a palavra "patética". Mantenho as restantes e a convido a comentar no bloguinho dos venenos. Sobre temas correlacionados fiz diversas postagens:

http://erreeme.blogspot.com/2009/03/questao-das-cotas.html

http://erreeme.blogspot.com/2008/12/justia-e-democracia-brasileira.html

http://erreeme.blogspot.com/2008/12/politicamente-estpido-ou-estupidamente.html

http://erreeme.blogspot.com/2008/12/privilgio-ou-racionalidade.html

http://erreeme.blogspot.com/2008/11/dd-e-democracia-brasileira.html
Anônimo disse…
Sr rm ,"proceder à análise crítica ,posições previamentes cristalizadas" (sic) O pessoal do CQC adora isso! Prisões ilegais,grampos ilegais sem audio!Cadê o audio Sr.Gilmar Dantas?? Afã policialesco,o Dantas tem olhos azuis!não pode ser preso.A revista veja ficou indignada!

Postagens mais visitadas