A SOBRINHA E O PROJETO RONDON

Manuela, minha sobrinha mais velha, filha da minha irmã Ana Regina, esteve recentemente em Poté no interior de Minas tomando parte do bom e velho Projeto Rondon. Abaixo um trecho do curto relato dela :

"Durante a semana santa participei de um projeto voluntário de extensão da PUC chamado RONDON (...) Fui para a cidade de Poté (interior de MG, Vale do Mucuri, próximo à Teófilo Otoni), fiquei por lá durante 11 dias, o projeto é muito interessante, vai uma equipe de 15 estudantes (que costumam ir para cidades com IDH menor que 0.6) e a faculdade financia o transporte e juntamente com a prefeitura que banca hospedagem e comida (típicos do lugar), visitamos asilos, creches, escolas, fomos para a zona rural da cidade (que é composta por mais de 60% da população) e pude conviver um pouco com essa realidade tão distinta..."

A Manu está na foto acima ao lado da senhorinha de Poté. Ficou feliz e sentiu-se útil ao tomar parte de um projeto antigo do governo que era mal visto na época da ditadura porque a juventude não queria se associar a nada que estivesse próximo dos militares.Nos novos tempos o Rondon ,sem o ranço dos governos milicos, continua sendo uma ótima oportunidade dos jovens de classe média tomarem contato com o Brasil real que a maioria deles infelizmente desconhece. Do alto de minha corujice fiquei orgulhoso e feliz pela Manuela, jovem estudante de psicologia da Puc mineira que pretende ajudar a mudar a ainda triste face desse Brasilzão relegado enquanto os deputados farreiam mundo afora com passagens pagas pelos deserdados . Abaixo deixo vocês em companhia de algumas outras fotos da Manu. Um flagrante da igreja matriz de Poté, outro de duas crianças locais e a derradeira foto que é o grupo do Rondon interagindo com a comunidade local.

Comentários

Manuela disse…
É com muita alegria e contentamento que me expresso aqui de forma simples mas muito sincera!Obrigada pelo apoio!Em breve terei muitas outras experiências rondonistas para relatar à todos os leitores do blog e à vc amado tio coruja!eheheh!


Abraços!
Groo disse…
Poxa, parabéns a Manuela e demais alunos da PUC por este projeto. Eu conheço alguma coisa daquelas cidades no norte de Minas, principalmente por ali no Vale do Jequitinhonha e sei que a situação por ali não é das melhores para várias pessoas. Um "auxílio-alimentação" que esses deputados e senadores canalhas recebem às nossas custas já ajudaria sobremaneira a população destas cidadezinhas.

Não quero dar um direcionamento político para este comentário, mas é em lugares assim que percebemos que um programa como a bolsa-família faz diferença. Seja lá com o governo que for.

Enfim, gostei bastante da postagem. Mesmo!

PS: Ricardo, eu não nutro simpatia pelo Gilberto Dimenstein, não. E tampouco por aqueles "especialistas" de educação da VEJA. Além de serem oportunistas metidos a especialistas, são canastrões como você bem afirmou...hehehehe! Abs!
Aline disse…
Muito legal esse projeto! Acho que alguns amigos meus da PUC aqui de São Paulo já comentaram sobre esse projeto. Se bem que por aqui não precisa ir muito longe para tomar um belo choque de realidade.
Não existe escola melhor!
Aí Manuela! Se deu bem! Está no melhor dos caminhos! Não se tranque só no consultório, pois é a maior "robada"...rsrsrsrsrsrs
Rodo por aí prá chuchu (com Projetos diversos), e (felizmente!) continuo aprendendo...
BJS!
VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................
Udi disse…
Olha só que bacana!
Parabééééns, Ricardo! (pelo prêmio e pela sobrinha gracinha!)

Muito bom saber do Projeto Rondon sem ranços... nem lembrava dele e nem imaginava que ainda pudesse existir. Taí uma das razões deste blog ser relevante e merecer o prêmio.
Graziela Motta disse…
Primeiramente, obrigada pela vista no meu perfil e pelo comentário (adorável). Estou conhecendo um pouco mais sobre essas coisas de blog e estou gostando. Li este post e achei fantástico - ver demais cursos de graduação em contato com a alteridade me deixa muito contente.
Parabéns a vocês.

Beijos.

Postagens mais visitadas