afinação e arte de lidar com pessoas-urubus

Escrevi aqui uma vez sobre pessoas –urubus. Aquelas invejosas, carregadas de maus fluídos e energias negativas, pesadas,às vezes literalmente, porque não raro as pessoas urubus são adiposas pois seus corpos refletem o pesado das almas muitas vezes embaladas por prozacs,estimulantes,acidulantes,tranqüilizantes. Sou por sorte completamente blindado contra as pessoas urubus mas fato é que desde sempre em minha vida profissional e pessoal sou cercado por elas. A tal ponto que consigo hoje catalogar os principais espécimes de pessoas urubus. Recomendo contra elas ,além das defesas de praxe que são ignorar a inveja delas e não entrar na baixa freqüência que emitem, tomar um banho de folhas de aroeira ou de sal grosso.Ou dos dois pra prevenir. Mas vamos aos principais tipos de pessoas urubus :

1. Urubu baba-ovo : uma praga recorrente não só no serviço público mas também na iniciativa privada. O urubu em questão se aferra ao cargo que ocupa como se aquele cargo e aquele emprego fossem o único do mundo. Ali postos bajulam freneticamente seus superiores imediatos enchendo-os de elogios e mesuras. Confundem amizade com trabalho e sempre querem estar ao redor dos superiores insinuando intimidade. Adoram abordar os chefes fora do expediente pra bajular mais um pouco e prometer soluções miraculosas onde só é necessário o bom senso. Em tempo : tome cuidado porque esse urubu morde. Num dia o chefe pode ser o maior Einstein do mundo mas se contrariar o urubu ele vai morder e passará a achar o chefe apenas "um lixo", um pavão, um privilegiado, um apadrinhado.

2. Urubu bandeira : está sempre querendo saber pra onde você vai, com quem vai. O que você fez ou o que você fará. Enxerga sempre as possibilidades e saídas mais catastróficas pois se suas urubuzentas previsões se confirmam ele só tem a dizer : “ eu não te falei, eu não disse que isso não ia dar certo ?”. Ele dá a maior bandeira de sua negatividade e inveja por isso é muito fácil de ser identificado a olho nu.

3. Urubu rêmora : rêmora é aquele peixinho que vive grudado no tubarão se alimentado dos restos que ele deixa ou mesmo dos parasitas que estão nas suas costas. O urubu rêmora também pode ser chamado de assessor político. Gruda ferozmente nas costas do parasitão e vive feliz como parasitinha. Conheci um exemplar fêmea dessa raça que anda ultimamente protestando contra a perda de seu cargo de diretora do Senado por ter ajudado seu tubarão em campanha política quando ainda era diretora da desacreditada e combalida casa parlamentar. O urubu rêmora pode,como no caso dessa assessora, ter orelhas imensas fruto de disfunção genética e do condenável hábito de espichar os ouvidos para ouvir conversa alheia.

Comentários

Vale ressaltar que esses urubus geralmente são aquelas pessoas que não têm ousadia de inovar e saírem da inépcia e da mesmice. Não enxergam os possíveis ensinamentos existentes ao redor; são mais obstáculos do que amigos, colegas de trabalho ou conhecidos.

São estagnados.

Esses urubus servem de empecilhos para os ensinamentos de quem quer aprender com a vida.

Precisam ser ultrapassados. Pelo menos pra isso eles servem: serem superados para engrandecerem aqueles que os ultrapassaram.
Frô disse…
Conheço vários urubuzinhos...gostam de ver a carniça dos outros e se não comem morrem de fome.Prontofalei!
Groo disse…
Vixe, o pior é o urubu baba-ovo, eu acho. Conheço um monte assim. E geralmente conseguem certas vantagens, é isso que dá raiva. Tem bem-te-vi que acaba virando urubu pra "subir na vida". Eu, como Araponga que sou, prefiro continuar assim mesmo...

Abs, Ricardo! E obrigado!
leve solto disse…
Urubus, todos são abomináveis...

Em seus vôos até tentam chegar perto... mas... sou praticamente blindada!!! rs

beijo procê
Flávia D. disse…
Existem em qualquer ambiente de trabalho!
abraço
Tem também o urubu-rei: aquele que sabe de tudo e que menospreza tudo o que os outros fazem ou dizem.
Udi disse…
Cara, quando você resolve falar dos urubus é porque a coisa deve andar bem "braba" mesmo, né?
Mas olha lá, que eu faço parte de um blog que se chama ProzacCafé mas nunca tomei uma fluoxetina de verdade, viu? (...risos!).
E, como eu sempre gosto de postar música prá "ilustrar" as postagens, sugiro que na próxima sobre urubus (sim, porque vai ter próxima, claro!) você coloque o Gil cantando "Pessoa Nefasta", é bem adequado nénão?

Postagens mais visitadas