ALPHAVILLE NA GRANJA: tiro férias inclusive desse inferno!

Saio de férias senhores e senhoras. Desligo transmissores para troca de energias. Os tempos tem sido bicudos tanto na vida pessoal quanto profissional mas não vou usar espaço virtual pra fazer beicinho pois rima ruim já acabei de cometer. E não vou reler, com o perdão do riso sem siso(hehehe). Saio de férias de mim mesmo, saio de férias dos espaços por onde passo, dos caminhos que trilho, saio de férias da ausência de rotina o que é uma rotina como dizia minha ex-mulher. Um dos muitos motivos que me azedam a paisagem e a vida nos últimos tempos foi a implantação de um "alien" aqui dentro do que restava do paraíso da Granja Viana, entorno que ainda era um pouco verde nas cercanias de São Paulo. "Alien" foi o divertido termo usado aqui por uma leitora granjeira que comentou em post anterior que fiz sobre o nefasto tema. Alphaville na Granja se implanta em uma velocidade predatória impressionante. Vendeu já todos os lotes de sua aberração, proporcionando esse espetáculo de destruição que vocês podem ver pelas fotos tiradas no sábado e rever em outras fotos publicadas em outros posts. O conceito "novo rico" que eles sempre venderam nunca me interessou mas não posso negar que me incomoda não apenas a brutal devastação que eles provocam mas também o tipo de vizinhos que vamos ter com a chegada do empreendimento que vende o confinamento de luxo como estratégia de segregação.Pior : dizendo que preservam o verde que eles destruiram totalmente. Depois de congestionarem a principal avenida daqui para vender os lotes dessa joça chic eles agora congestionam a nossa vida com sua geringonças-tratores e detonam todas as calçadas possíveis no flagrante acima. Vou tirar férias desse inferno de paisagem que até outro dia era verde. Não queria uma horda de playboys e patricinhas cosméticas aqui do meu lado. Sim, sim, sim assumo o preconceito. Alphaville atrai muito mais telespectadores do dr.Hollywood do que qualquer outra forma de vida. A pessoa mora em Alphaville pra ter status,exibir os carrões e as roupas de grife. Estão trazendo o pior de São Paulo aqui para a gente. E se o inferno são os outros como disse a máxima de Sartre está na hora de eu ficar um pouco longe desses "outros". Me sinto realmente como na ilha de Lost , cercado pelos "outros". Vou ver outras paisagens, on the road, outros sinais de preservação e (fazer o que ?) devastação. Na volta sei que não encontrarei nenhuma maravilha nos portais devastados de Alphahorror. Sei que para poder chegar no meu cantinho vou ter que atravessar um longo caminho. Mas eu continuo um pouco Mário Quintana até morrer : "Eles passarão, eu passarinho!".

Comentários

Flávia D. disse…
Boas Férias!
abraço
Oi, Ricardo! Aproveite as férias de tudo! Inclusive para ficar um tempo longe deste "new rich paradise" na Granja! Eca!

( aqui em Salvador fizeram inúmeros condomínios de luxo para os "new rich" em área ambiental. Agora, estão às voltas com morcegos, besouros, cobras, sapos, barbeiros e mosquitos. Vão acabar por detonar a mata atlântica por aqui, mas ao menos vão se coçar um pouco..rss)
INIT arte visual disse…
É uma bosta mesmo! Sem respeito algum pelas pessoas que já moram aí e moram por ser do jeito que é né!
Mais um lugar lindo descaracterizado, uma pena!

Meu tio foi morar em Igaratá. Há poucas casas em torno da represa do Jaguari conhece esses lados?
É lindo, vamos ver até quando!

Beijos
Que abuso...Abraços solidários!
Caro Ricardo,

Tenha boas férias. Pra compensar a falta de verde no teu bairro, visite alguma área amazônica - de preferência que não esteja sendo devastada.

Creio que te fará bem!
Senão, perca-se no oceano, rsrsrs"""

Boas férias, um abraço!
J.F.C. Silva disse…
Grande Ricardo, beleza?
Só estou dando uma passada aqui pra te dizer que te indiquei pro selo Master Blog. Depois dá uma olhada no meu blog para ver como que é o esquema.
Abração!
Silvana disse…
Ricardo

Passei por aqui pra ver se tinha algum comentário seu sobre a tentativa de 3o. mandato de Alvaro Uribe na Colômbia....

Adoraria saber sua opinião pois alem de ser gde conhecedor da Colômbia, suas opiniões são sempre pertinentes e inteligentes.

Abraços!
El Deme disse…
Hola Ricardo. He visto la película "O ano em que meus pais sairam de férias", ambientada en el barrio de Bom Retiro en 1970. Me ha gustado mucho. ¿Qué te ha parecido a ti?. Un saludo desde Madrid.
Amelia disse…
Boa tarde Ricardo,
Sou Granjeira e acabei de ler suas matérias sobre esse pesadelo (Alphaville Granja) que nos assola. Mas a "boa" notícia disso tudo é que os moradores, as ONG's e a mídia local não se conformaram e estão lutando e tentando de todas maneiras que seja feito algo para barrar essa empresa que se diz "sustentável". Gostaria do endereço de seu e-mail para convidá-lo a participar dessa ação.
Atenciosamente,

Amelia Esper
Anônimo disse…
so pq alphaville é conheciso como um lugar caro pra se viver nao significa que todos que irao morar la sao playboys e patricinhas cosméticas. esse condominio é so mais um condominio entre os existentes na granja (que originalmente reservava uma enorme biodiversidade e hoje possui inumeros condominios alem do alpha)

Postagens mais visitadas