DILMA, A ANTI-VERDE


Para usar uma expressão que era muito cara ao dramaturgo Nelson Rodrigues vamos dizer que hoje ,na seara política, só os "cretinos fundamentais" não se incomodam com a questão ambiental e nem com o desenvolvimento sustentável. Ora, se formos levar em conta que a politicalha brasileira é composta sobretudo por "cretinos fundamentais" teremos então a preocupante constatação que estamos fritos em relação ao tema. A não ser para aparecer nos holofotes e angariar mídia os nossos politicos ainda tratam a questão ambiental como frescura de ecologista e adoram colocar peja de "radical" naqueles que se mobilizam a sério para defender o meio ambiente o que quer dizer , lógico, se insurgir contra especulação imobiliária, fazendeiros gananciosos, pecuaristas adiposos em busca de mais pasto para a flatulência de seus bois e vacas. Aliás, façamos justiça aos nossos "cretinos fundamentais". A reunião de Copenhagen foi um fiasco pois o mundo ainda se rege por "cretinos fundamentais" da velha ordem que é lucro , desenvolvimentismo e rodoviarismo em primeiro lugar. O mundo ainda se rege por "cretinos fundamentais" que acreditam que os sinais inequivocos de apocalipse são apenas uma teoria da conspiração e que a economia globalizada deve estar em primeiro lugar , custe o que custar.
Nessa linha podemos inserir a nossa czarina  Dilma que está ávida atrás do cetro real de Lula Pernambuco da Silva, montado na  inquestionável popularidade acima dos 80% mas ainda na dúvida se pode transferir votos e carisma. Pelo resultado de Copenhagen ficou provado que Dilma não aproveita bem suas chances de aparecer sem o patrão. Suas falas foram um fiasco, sua postura autoritária e sem ternura outro fiasco, sua visão de mundo e desenvolvimento sustentável outro fiasco.  Lula disse que o Brasil está disposto a oferecer dinheiro para um fundo internacional de financiamento de medidas de adaptação e redução de emissões nos países pobres. Foi Serra que propôs em Copenhaguen que o Brasil oferecesse dinheiro para o fundo. Sugeriu algo como 1 bilhão de dólares.Marina Silva (PV-AC) fechou com a proposta de Serra e Dilma Panzerroussef , chefe da delegação brasileira à conferência, foi contra e ainda disse de certa forma  essa verba para nada serviria. Também cometeu o ato falho de afirmar que o meio ambiente ameaça o desenvolvimento econômico. Pior não poderia se comportar. A não ser que desfaça rápido a péssima impressão Dilma deixa os ambientalistas e todos aqueles que consideram o tema algo sério  de cabelo em pé. Não bastasse todo seu "physique du role" totalmente inadequado em todos os sentidos , sua ausência de ternura e senso de humor dona Dilma se inscreve com honra na galeria das "cretinas fundamentais". E para terminar, antes que me acusem de estar fazendo campanha para o antipaticissimo José Serra, eu não me envergonho de declarar um ano antes minha intenção de voto ; Marina Silva, com ou sem suas contradições evangélicas. Voltarei ao tema. Podem ter certeza disso.

ps. alguém já viu Dilma Panzerroussef sorrir assim ?

Comentários

Mari Craveiro disse…
Dá-lhe Ricardão!!!! Cara, eu juro que se não fosse o lado evangélico, assumiria total o voto na Marina. Mas não dá! Porém, compartilho da cruzada pelo desenvolvimento sustentável.
Por enquanto, continuo justificanndo meu voto lindamente !
Ricardo Soares disse…
Mari...confesso a você que o lado evangélico me fez relutar muito em assumir o voto na Marina. Sucede que por coincidência eu e o seu pai conversamos com uma pessoa muito próxima da Marina que nos explicou porque ela se rendeu à cruzada evangélica... peça pro Jura te contar... tenho certeza de que depois de ouvir a história vc vai encher a crença da Marina com outros olhos... kiss
Mari Craveiro disse…
Ric, já ouvi falar que ela se tornou evangélica depois que conseguiu reverter uma doença gravíssima através da fé.
A maioria das pessoas que se converte sempre tem uma história interessante pra contar, algumas mais marcantes que outras.
No entanto, a igreja evangélica é, para mim, um dos grandes pilares da burrice, do preconeceito e da intolerância d'entre nós, humanos.
Não posso compactuar com isso, por mais que eu tente.
Tenho amigos evangélicos, pessoas queridas, inteligentes, amorosas e que não representam em nada a igreja que frequentam. Ou seja, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Eu sei disso.
E seria até hipócrita de minha parte ser tão rígida, pois no final das contas, eu relevo coisas tão piores quanto em outros políticos.
Só que o assunto religião me pega em cheio e diz muito sobre o tipo de pessoa que pode estar ao lado dela.
Corruptos, babacas e coronéis eu já sei o que podem fazer de estrago. Mas Edir Macedos, Bispos e pastores são uma ponte direta para o lado animal que domina o mundo.
Stella disse…
Adorei a expressão "cretinos fundamentais". E é isso aí mesmo. O próprio Carlos Minc tava falando hj que alguns dos países como a China, resolveram que não vão reduzir a emissão de carbono e pediram pra pagar uma "taxa"... assim, RIDÍCULO, no mínimo.

Obama foi decepção também. Acho que todo mundo colocou muita fé nele e não acho que ele esteja alcançando as expectativas, sabe?

Torço mesmo pra Marina Silva ganhar. Pelo menos a gente sabe que ela se importa com as questões ambientais e que um dia todo mundo vai olhar pra trás e ver que esse era, mesmo, o assunto MAIS importante.

Beijos
Armando Maynard disse…
Caro Ricardo, o Obama decepcionou na reunião de Copenhagen. Acredito até que não era sua ideia pessoal. Dilma é uma candidata pesada para alçar vôo. Torçamos para que a crença religiosa da 'doce' Marina, não interfira em suas convicções ideológicas.
Quanto as omissões dos líderes mundiais a um assunto tão sério, cujos problemas já estamos a sentir na própria pele, todos serão primeiramente julgados em suas próprias casas, pelos seus netos e bisnetos. Esperemos que os governantes dos paises que mais poluem a terra, tenham mais juízo enquanto é tempo. Um abraço, Armando.
Sobre aquela Sra. grossa, abrupta (mas nada reta), e patriarcal, nada a declarar; ela é o melhor comentário sobre ela própria; pena que muitos prefiram o auto-engano.

Marina é evangélica, sim; e daí? Nunca a vi associada ao Bispo Macedo ou ao grupo Renascer.
Informem-me se acontecer.
Também conheço de perto muitos evangélicos cabeça-feita: eles existem.

Ficar de nariz torcido para ela por causa disso seria como ficar de nariz torcido para muçulmanos por conta dos fundamentalistas.
Também tenho amigos muçulmanos cabeça-feita, aliás, como muita gente.

Já a Sra. grossa (e seus amiguinhos) me dá (me dão) diariamente motivos para que eu lhes dirija o nariz mais torto possível...

Que 2010 nos seja uma janela dourada com vista para uma verde e viva floresta.

Postagens mais visitadas