PÚBICA OU PÚBLICA ?



Entre a MUITA audiência da tv PÚBICA e a pouca audiência da tv PÚBLICA navegam os canais abertos brasileiros.

Não é mero achismo ou trocadalho o posto acima. É constatação pura quando vemos a proliferação (entre outras mazelas) dos reality shows e propagação cada vez maior do fofoquismo, culto às celebridades e o inócuo humano por todos os lados e poros televisivos da tv aberta enquanto a tv pública fica na encruzilhada, mirando as várias estradas, e não entrando de fato em nenhuma delas. Mais do que  problemas técnicos,  falta de recursos, ou mesmo falta de foco em que programação privilegiar, do que padece a tv pública brasileira é de crise de identidade visto que muito do que pode oferecer e a quem pode oferecer ( classe média minimamente letrada) é colocado na vc por assinatura ou mesmo nos youtubes da vida onde os mais jovens acessam o que querem, quando querem e como querem. Se não descobrirem logo que nicho de mercado será o preferencial os que fazem tv pública ( entre os quais me incluo) estarão em um beco sem saída pois o que andam oferecendo é ofertado com mais qualidade e quantidade em outros veículos. E com muito mais audiência lógico.

Comentários

Excelente reflexão; torço para que apareçam outros profissionais da sua área com energia para desenvolvê-la junto com você; e para que eu tenha a chance de ver os resultados, claro...
Helô Müller disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Helô Müller disse…
Pois é Ricardo...
O mesmo aconteceu ao longo de décadas com as nossas escolas púbLicas, mas neste caso - como não cabem comparações à altura - ficarei apenas no "quesito" qualidade X quantidade"! É claro, que o buraco na nossa educação fica muito mais embaixo, mas... ( poupar-me-ei de maiores blá blá blás!! rs)
Quanto a atual crise televisiva, como sempre muito bem focada por uma mente privilegiada como a sua, resta-nos lamentar o festival de bundas e perecas que assolam os vídeos brasileiros e torcer para que profissionais competentes e do ramo (como vc!) possam efetivamente "mudar o rumo da prosa", ainda que para tal, há que se contar com a ajuda e disposição de nossa "corja política"... lamentavelmente! ( estarei errada ou não se precisaria lançar mão desses oportunista de plantão?! Sei lá... já nem sei mais nada!! rs)
De qualquer forma, talvez possa se dar "início a partida", ainda que de forma lenta e gradual, com uma melhor criatividade, qualidade e diversificação nas programações... Agora, não me pergunte como fazer isso, pois estou totalmente "out" do esquema, é claro, mas creio que com uma boa dose de vontade aliada à criatividade e muita determinação, poderão ser efetuadas algumas mudanças sim, e garanto que o público responderia a isso muito bem, ainda que a médio prazo, obviamente! Tenho certeza que existem profissionais competentes no mercado para tal... O que acha Ricardo?? rs
Beijos esperançosos!!
Helô
P.s. Às vezes nem se precisaria de muita grana, não!!... Têm idéias simples que valem ouro!! Mas há que se botar a cuca pra funcionar... tipo assim um "Viagra mental" em ação!! rs
E. Campos disse…
Ouvi dizer que Nelson Jobim vai visitar Angra dos Reis vestido de Homem-Aranha.
Você tem como confirmar ?
Excelente texo. Adoro reflexões sobre a podridão que assola a mídia e diminui a intelectualidade fraca da sociedade. Adicionei o seu blog aos meus favoritos.

Postagens mais visitadas