intolerância racial permanece

A Copa está chegando e com ela todo aquele bolodório de nação unida,patriotismo,espírito esportivo,convivência pacífica entre as nações e blá-blá-blá. Enquanto isso uma reportagem bem escrita pela jornalista Alexandra Lucas Coelho, do jornal "Público" de Portugal, dá conta que os racistas a ativistas nazi da África do Sul (país sede da Copa) continuam muito vivos e bem dispostos mesmo após a morte do desprezível Eugéne Terreblanche, líder máximo dessa corja.  Não só estão vivos como armados e dispostos a tudo para conseguir um país independente. O sujeito da foto, André Visage, novo líder do movimento de defesa afrikaner,sucessor de Terreblanche, não hesita inclusive em botar medinho nos turistas que vão a Copa advertindo que podem acontecer "problemas". Não é preciso conhecer a África do Sul como eu conheço nem ter passado uma temporada em Angola para saber que a questão racial é a mais contundente daquele pedaço do mundo. Um caldeirão explosivo com o perdão do clichê. Ou seja por mais que o apartheid não exista mais so ó marketing positivo que cerca grandes festas como a Copa para fazer cortina de fumaça numa questão como essa. Como mostra a reportagem do "Público" (LEIA AQUI) percebe-se que a guerra racial na África do Sul permanece. Incentivada por vermes como esse Visage.

Comentários

Jaime Guimarães disse…
"- Isto é uma guerra - resume o seu sucessor. - É uma guerra que a polícia já não controla e temos de nos proteger. Cada pessoa está armada. Eu tenho as minhas armas de fogo, a minha mulher tem as dela.( ...)Ensino os meus filhos a disparar. A minha mais nova tem 13 anos e dispara melhor que eu. Tínhamos nove repúblicas bóeres e queremos a independência. Não estamos disponíveis para ser absorvidos nesta nova África do Sul. Temos a nossa religião, a nossa cultura, a nossa língua."

É assustador.

Aliás, lendo a reportagem do "Público" encontramos semehanças com um certo 13 de Maio...

Abraços!
Bruno disse…
Minha nossa!!! As palavras deste homem são assustadoras!!! E ainda diz que fazem isto com o consentimento de Deus... Que nem os extremistas muçulumanos!!!

Só não consigo entender como é possível que alguns humanos chegam a tão mísero ponto!!!

Dizer que faço parte desta África é vergonhoso... O mundo devia é manifestar-se contra este bando de malfeitores...

Ricardones vc tem olhos de águia... como foi que vc descobriu esta reportagem???

Daí o termo... jornalista que não lê tem de trocar de profissão!!! procura vender água fresca na rua. he he he he he he

Bruno Constantino... Luanda-Angola.

Meu blog é www.angoladez.blogspot.com
Muitas dicas fixe sobre Angola e a África.

Postagens mais visitadas