"ENVELHESCÊNCIA" é DURA...


recordar é viver ?
 Minha amiga Tania Celidonio finalmente reavivou seu bom blog.(clique aqui) E trouxe à tona um tema mais que pertinente. O envelhecer.Tema que a muito de nós incomoda .Pediu a prezados amigos que escrevesse sobre o assunto.Fui um dos eleitos. Lá postei dia 6 de novembro o texto que agora também divido com vocês abaixo...não lido bem com o assunto devo deixar claro.

"ENVELHESCÊNCIA" É DURA...

Envelhecer não é exatamente saber onde se carrega mais (ou menos) no molho da comida nem em que lado da cama definitivamente deva se dormir. Não é crer todo dia na balela da qualidade ao invés da quantidade e nem festejar cabelos que ficam grisalhos ou que minguam enquanto o tempo passa na janela e abaixo dela a juventude , os amores fortuitos, as paixões baratas, os gritos, suores e gemidos e nosso desapego em nos apegarmos a situações provisórias como se fossem definitivas. Envelhecer não é exatamente suave nesses tempos modernos onde não é moderna a “envelhescência”. Aqui ficar mais velho é um nada sutil pedido para que a gente se manque, para que trombeteemos nosso próprio toque de recolher pois o alvorecer é para os mais jovens. Assim é se lhe parece. Assim parece para a maioria que não reconhece no mais velho a experiência, o conhecimento de onde se localizam as minas do caminho. Os jovens querem , enfim, pisar nelas, arcar com suas próprias explosões. Não os culpo. Fui assim, muito de nós fomos assim. No entanto quero , envelhecendo, continuar a me explodir e não a implodir minhas ilusões, ambições e anseios. O velho não cabe nessa publicidade de um mundo jovem e bem resolvido. É isso que não faz sentido e me deixa sentido.

Comentários

Francy´s Oliva disse…
Olá carissimo é complicado quando a enveslhecência se torna dura, porque acredito que, com ela sempre há um aprendizado.
Bjs, gostei da dica do blog.
Adriana Marques disse…
Sorry, mas penso o oposto. Poucas coisas são mais modernas do que envelhecer. Alguém já escreveu que quando os olhos físicos começam a se cansar é que começamos a fazer uso dos olhos da alma. Beijo e bom envelhecer.
déborah disse…
bom ver vc tocar no assunto. Envelhecer é difícil, mas não caber no mundo da publicidade é sinal de sensibilidade. Muitos jovens também não se reconhecem nele.
Concordo com voce , não é fácil não, e duvido da sinceridade daqueles que dizem o contrario. Mas...talvez consigamos reverter, pelo menos em parte, essa sensação de decadência. "Quero" ainda muito e ainda bem que existem truques para as costas e juntas não doerem tanto, óculos e outras traquitanas para diminuir o transtorno. Mss pintar o cabelo, não, com isso não perco tempo. As rugas? É só olhar-me ao espelho sem os óculos... Viu ?

( Mirian Goldemberg acaba de lançar o "manifesto das coroas poderosas")

Postagens mais visitadas