a função da televisão

     
   Vão me desculpar se pareço catequizador, simplista ou mesmo pueril mas acabo de ter um ótimo exemplo do que deveria ser a real função da televisão nesses tempos em que ela está tão abaixo de zero, tão desprovida de conteúdo, ética e mesmo respeito aos telespectadores. Acabo de ver no Sesc Tv um documentário simples, honesto e direto sobre a trajetória do investigador-artista plástico Manoel Paes Neto( uma das obras está logo aí acima) que vive em São Paulo. O nome do doc é "Duplo Território" e foi dirigido por Rogério Correa.
    Não conhecia nem o trabalho do Manoel e nem do Rogério e me senti duplamente contemplado. E aí chego ao que considero a função da televisão. Educar sem ser careta, informar sem catequizar, mostrar sem induzir , aumentar o nosso repertório e , sobretudo as tvs públicas, darem espaço aos realizadores que não podem aparecer no "mainstream" ocupado por muitos incompetentes bem relacionados e outros com talento mas que se consideram melhores do que de fato são.
    O documentário "Duplo Território" foi possível através do programa de fomento "Doc TV" e eu sempre lamentei que a iniciativa ( que se gestou bem ao meu lado quando eu trabalhava na Tv Cultura) não fosse muito mais divulgada  ou não tivesse um largo circuito exibidor. Temos muitos bons documentaristas Brasil afora que carecem tão somente de espaço para divulgarem os seus trabalhos e poderem ser reconhecidos inclusive como documentaristas já que por um vício do mercado só são considerados "documentaristas" uns poucos que conseguem levar suas obras para as poucas salas de cinema. Os documentaristas de tv são ignorados. Mas essa é outra prosa... aqui queria mesmo era registrar minha alegria em ter aprendido um pouco sobre artistas de São Paulo através  do que foi mostrado agora pouco no Sesc Tv. Essa é a principal função da televisão. Ensinar . E não apenas porcaria.

Comentários

Jaime Guimarães disse…
Eu sinto falta, na TV aberta, dos documentários - até sobre animais rsrs. Vez em quando dou uma passeada pelo youtube e confiro uns documentários tão legais ( BR ou estrangeiros) que mereciam maior divulgação. E sem falar que os docs são formatos bem bacanas para serem levados às escolas. Abs!
Luís Diniz disse…
Sou investigador de policia no Maranhão e aprendiz de escritor. Assisti a metade final do doc. Lindo, emocionante e sincero.

Postagens mais visitadas