DEUS ESPIRRA




O tempo se mistura criatura
E os franceses que bordejaram o Rio de Janeiro no século 16
agora devoram feijoadas na cidade maravilhosa
enquanto a mulata gostosa deleita
monsieur executivo
todos conspirando a favor do mercado

Por outro lado, difícil impostura,
não pense que poderá fugir à luta
na trincheira das opiniões corretas

Não use termos inadequados,
não aponte seu dedo crítico em vão
respeite as senhoras do recinto
e, sobretudo, aperte o cinto
porque os pilotos estão desgovernados

Há turbulências
nas influências divinas e
agora sabemos que Deus fica com gripe

Ele tossiu sobre nós
e agora vivemos a era do escarro divino

Depois de nos dar seu hálito tépido
Deus agora está tão contrariado
que sequer usa lenços descartáveis
quando espirra sobre nós


                                             ***
Ricardo Soares, num voo Rio de Janeiro -Brasília, noite de 10 de novembro de 2013






Comentários

Maria Eu disse…
Deus espirra e nós ficamos doentes!

Poema fantástico! :)
ulisses sebrian disse…
Olá Tudo bem! Visitei o seu blog e agora estou como seguidor se nãos e importa. Divulgue em meu twittter @ulissessebrian Obrigado e sucesso. E também tenho um blog gostaria que visitasse. Histórias empolgantes e que te emocionam. http://migre.me/dVvEK Ou http://truquedevida.blogspot.com.br/ https://twitter.com/ulissessebrian

Ricardo Soares disse…
Maria e Ulisses...obrigado por me acompanharem nesse barquinho...abss

Postagens mais visitadas