Os meninos detonam os bobalhões...

     
Danilo Gentili, mais um bobalhão sênior que se julga humorista
   Os meninos sempre foram politicamente incorretos. Desde sempre. Eita gentinha cruel é a meninada como sempre bem apontou inclusive a boa literatura. Desde a terna de um Fernando Sabino em "Menino no Espelho" como a crua e cruel de William Golding em "O Senhor das Moscas". Pois os meninos cruéis e politicamente incorretos do meu tempo haveriam de judiar bastante de bobalhões contumazes como esse tal de Danilo Gentili cuja imbecilidade ganhou status de humorismo num país que dá as costas à nossa excelente tradição no gênero.
    Danilo sofreria em tempos idos nas mãos da meninada da Vila Paulicéia em São Bernardo do Campo. Não só porque os meninos judiam daqueles que parecem mais fracos e mais frágeis. Mas porque os meninos são implacáveis com os bobalhões. De peteleco na orelha a passada de mão na bunda a meninada não deixaria barato para cima de um Danilo Gentili o tipo coxinha que só participa da pelada porque foi ele que levou a bola. Mas não riam pois o moço que faz piada é esse idiota e não eu.
   Danilo seria batizado com uma porção de apelidos pouco elogiosos que faziam o riso da molecada daquela época. Nosso time era composto, por exemplo, por craques como " Barata d'água, Branca de Neve, Zé da Porra, Caruba e Jacaré, Tiziu  e Petistil ". E daí por diante. Nem preciso dizer que um tipo como o Danilinho passaria todo dia no corredor polonês da petizada  e ninguém o levaria a sério. Mas no Brasil atual esse tipo  ( e outros destroços como ele) são os que fazem a piada. E com milhões de seguidores e admiradores que realmente parecem se deleitar com aquela voz  inclassificável e aquela pose sonsa que levou o dito cujo ao estrelato no nauseabundo programa de argentinos chamado CQC  também conhecido como Car... que cocô!!!  
     O que preocupa não é Danilo ser um "humorista" conhecido mas a saúde mental do brasileiro médio que alçou a condição de "gente com graça" um paspalho como esse. Ser reacionário e rir de miseráveis é o de menos nesse contexto já que o sujeito é um pobre de espírito e ( teoricamente) o humor não deve ter fronteiras. O que espanta é a absoluta falta de talento porque nem humor grosseiro e de gosto duvidoso ele sabe fazer direito. Se soubesse seria um gênio como o Costinha ou o Zé Vasconcelos com quem provavelmente ele nada aprendeu . Muito menos com um humorista do quilate de Chico Anysio. Mas aí, fazer o que, nem o próprio filho de Chico, Bruno Mazzeo, aprendeu alguma coisa com o pai. Faz parte dessa patuléia falastrona e presunçosa que faz do humor viscoso e jocoso seu estandarte.Danilo Gentili, bobalhão. Como humorista você é um péssimo açougueiro. Dá risada do próprio dedo que corta fora deixando o filé para outros que estão chegando depois de você.      

Comentários

Akemi Okada disse…
Muito bom....saudades da Paulicéia.....bjs R. Akemi.

Postagens mais visitadas