A campanha massiva contra as ciclovias paulistanas

      
     Nem vou entrar no mérito se o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, agiu de maneira açodada ou sem o devido planejamento ao começar a implantação das ciclovias em São Paulo. Parece que isso é fato pelo menos em alguns lugares. O que não se leva em conta é que o prefeito não está no afã jeca que muitos imaginam de inserir São Paulo como uma capital de primeiro mundo ao implantar ciclofaixas e ciclovias. O que está claro e só não enxerga mesmo quem não quer é que ele pretende iniciar ( alguém tem que fazer isso!) uma política onde o automóvel não esteja em primeiro plano na política de mobilidade urbana como sempre esteve. Sua boa birra em insistir no assunto provocou uma avalanche de críticas de todas ( absolutamente todas) rádios de São Paulo e não apenas a caretésima "Jovem Pânico". Parece uma ação orquestrada e vai ver não é . É apenas reflexo do espirito tacanho e excludente de boa parte da população classe média paulistana que sempre quer mais espaço para estacionar seus carrões e congestionar ainda mais a cidade, se é que isso é possível. Ah, antes que eu me esqueça : usar do argumento de que as ciclovias estão vazias é de chorar de rir. É óbvio que o prefeito colocou as ciclofaixas para forçar o hábito da população pedalar, enxergar que existem outras alternativas de transporte. Agora seria bom que o partido que ele também representa aplicasse isenção de impostos nas bicicletas para que todos pudessem ter as magrelas e também desacelerasse a insanidade de fabricar e vender mais e mais carros. Mas esse tema , indústria automobilística, é um tremendo tabu para o PT que como todos os outros partidos parece não ser adepto da sustentabilidade.

Comentários

liliambar disse…
Ricardo, o seu texto exprime exatamente o que penso. Nunca dará para agradar a todos, mas as pessoas precisam entender que este é processo que está apenas começando, que vai levar tempo e precisar de adaptações e revisões, mas temos que dar parabéns ao Haddad pela coragem de tomar a iniciativa. Ele está fazendo coisas importantes para a cidade e que muitos prefeitos não tiveram "culhão" de fazer para não mexer com interesses da elite, de muitas empresas, especuladores imobiliários e por aí. Estou longe de SP, mas tenho acompanhado pela internet o rumo que a cidade está tomando. E tenho certeza que verei algo diferente quando voltar. Isso me deixa muito feliz.
Ricardo Soares disse…
Sim Lilian Ambar, pensamos exatamente da mesma maneira...é preciso ter "culhão" para mexer com certos tabus urbanos e Haddad tem ido para o enfrentamento apesar de alguns erros...espero que vc encontre Sp melhor quando voltar...feliz estada em NY. Grato pelo comentário

Postagens mais visitadas