Ressaca ou rescaldo cívico ?

     



     Na ressaca ( ou rescaldo ?) cívico das manifestações anti-corrupção e anti- governo de ontem tem ficado constatações em todas as discussões , virtuais ou não. Temos excesso de histeria, loucura, insanidade, burrice. E como pudemos permitir que chegasse a esse ponto? A resposta é simples e muita gente não quer ouvir . Falta generalizada de educação desde sempre. Militares se lixaram para a educação no Brasil no período da ditadura. Collor e Itamar também se fizeram de sonsos. O "scholar" Fernando Henrique Vaidoso deu de ombros e o nosso Lula nunca colocou sequer a educação e leitura como prioridade pessoal . O que dirá dona Dilma. O resultado disso tudo é essa catástrofe de ignorância (e intolerância) vista não só nessas manifestações de ontem onde o que mais espanta não é a falta de foco dos protestos mas a absoluta ignorância do que se passou no Brasil de 1985 para cá. Que dirá do que ocorreu de 1964 pra cá.
    No bojo da falta de educação escolar, nunca prioritária, vem a falta de educação pessoal, aquela que deveria ser dada dentro de casa. As pessoas não se respeitam sequer num "debate" virtual que vira rinha. Hoje fui esculachado por um jovem fascistinha que me chamou de "doente" e "maluco" apenas porque discordei em artigo no portal DOM TOTAL ( Ver aqui) do número de manifestantes que estavam ali nas cercanias da avenida Paulista ontem.
   Não se respeita experiência, cabelos brancos, trajetórias de vida. Não se respeitam idosos , grávidas, deficientes, faixas de segurança, acostamentos, filas. Não se respeita nada e nem ninguém. Isso é outro sintoma terminal de falta de educação. Temo que isso possa levar a confrontos piores do que os bate bocas reais e virtuais. Deixamos chegar nesse ponto porque ao não priorizarmos a educação todos nos deseducamos. A começar por São Paulo a educação publica e a particular (salvo raras exceções). Mas, enquanto isso, pedágios altíssimos e estradas são comemoradas como as melhores do Brasil. Isso dá bem a medida de nossas prioridades nacionais e estaduais. Depois reclamam do epíteto "coxinhas". Pior que isso estamos virando uma pátria não só de coxinhas. Mas de coxinhas ignorantes e intolerantes. Com uma esquerda também burra e intolerante do outro lado. É bom que se diga...

Comentários

Só discordo num ponto dessa brilhante análise, quando diz que os militares se lixaram para a educação. Não, houveram açoes intensas de reduçaõ de curriculos escolares , com retiradas de materias como geografia, do segundo grau e uma especificação do que se estudava já cedo. Não houve omissão, como compreendi no texto, houveram ações contra o desenvolvimento da educação e da pessoa.
Ricardo Soares disse…
concordo plenamente Sra.Urtigão...os militares não se lixaram. Eles pioraram a educação. Omitiram e esconderam o que devia ser básico...saludos
★MaRiBeL★ disse…
___ ░██████░_ ░██████░
__░██▓░░▓██__██▓░░▓██░
_░██▓░░░░▓███▓░░░░▓██░
_░██▓░░░░░░█░░░░░▓██░
__ ░██▓░░░░░░░░░▓██░
____░██▓███░░░███▓██░
__ ░██▓░░▓██░██▓░░▓██░
_░██▓░░░░▓███▓░░░░▓██░
__ ░██▓░░░░░░░░░░░▓██░
____░██▓░░░░░░██░▓██░
______ ░██▓░░░░██▓██░
______ ███ _██▓███▌██▌
______███______████▐██▌
_____████___████▐████▐██
___██████████▐████▐███▌
__███████████████▐███▌
█▐██████████████▐███
██████▐█████████
███████.............................★MaRiBeL★
Thiago Alvez disse…
Texto excelente caríssimo Ricardo, será que irão chover comentários de "coxinhas" nesse também, lhe mandando a Cuba e chamando-o de esquerdopata e outros adjetivos, me assustei muito com o que li na postagem "da carta aberta aos idiotas" que você escreveu, parece que as pessoas estão não apenas idiotas mas ignorantes também não conseguindo nem mesmo ler um breve texto e compreende-lo, ou seja viraram analfabetas funcionais. No mais abraço e sucesso.
Ricardo Soares disse…
Thiago...concordo que as pessoas na sua maioria demonstram ser analfabetas funcionais . Pelo menos quando estão lendo porque lêem pela metade e já tiram conclusões...tá todo mundo cheio de rancor.Por isso agradeço sua leitura generosa... sucesso pra vc tb...abraço

Postagens mais visitadas