TODO PROSA

Minha foto

Escritor, jornalista, roteirista, diretor de tv. Dirigi, apresentei e escrevi para a  TV Cultura, CNT/GAZETA, BANDEIRANTES, MANCHETE,  Rede SESC/Senac,TV Brasil, TV Pública de Angola, TVT-TV DOS TRABALHADORES, GNT entre outras. Editei as revistas RAIZ, TRIP e HV e fui conselheiro editorial da Rolling Stone e um dos criadores do programa METRÓPOLIS da Tv Cultura do qual fui o primeiro apresentador. Fui repórter do Caderno B do JB e tomei parte da equipe fundadora do Caderno 2 do Estadão. No mesmo jornal fui cronista de 1993 a 1998. De 98 a 2001 fui cronista do Jornal da Tarde.  De 1998 a 2005 dirigi, escrevi e apresentei "Literatura" e "Mundo da Literatura" exibido em várias emissoras abertas e fechadas. Sou co-autor das peças "Olho da Rua" e "Quatro Estações". Autor de sete livros publicados como CINEVERTIGEM (ed. Record) e os infanto-juvenis VALENTÃO, O BRASIL É FEITO POR NÓS ?, DIA DE SUBMARINO e FALTA DE AR. Co-autor de outros tantos. Dirigi mais de uma dúzia de documentários e séries documentais para várias emissoras de tv. Publiquei todos os dias durante um ano em www.revistapessoa.com o 365- Diário do Anonimato do Mundo. Uma história por dia. Cada dia um lugar do mundo. Escrevo duas vezes por semana para a revista digital  Dom Total em www.domtotal.com . Entusiasta da comunicação pública também fui gerente de produção da TV Brasil e diretor de conteúdo e programação da EBC.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

CANGUME ... e as férias prosseguem

No momento em que vos escrevo estou num quarto de hotel na cidade catarinense de Mafra, divisa com Rio Negro no Paraná. As férias continuam pelo menos até o dia 8 de setembro e até lá havia me auto imposto um toque de recolher cibernético. Se interrompo brevemente é por conta de um paradoxo. Tantos dias (16)sem telefone, e-mail, twitter ou blog faz um bem danado. Sobretudo para pessoas como eu que adoram por o pé na estrada achando lugares como a comunidade quilombola do Cangume, perto de Itaoca, vale do Ribeira de onde tirei a foto do barraco lilás acima que combina com o blog. Mas o paradoxo é o seguinte: se por um lado essa sensação de estar desplugado nos faz soltos,com a convicção de que nada disso é preciso para ser feliz, por outro lado nos damos conta de como o mundo gira depressa. E nesse girar é preciso,infelizmente, estar plugado para não ser atropelado. Pelo menos se você ainda quer continuar no mercado de trabalho. Por enquanto essa reflexão pueril fica pra depois. Volto a estrada. Já andei mais de 2300kms entre os estados do Rio,São Paulo, Minas, Paraná. Agora continuo descendo no mapa. E desplugadíssimo. Conto um tiquim de tudo na volta. É bom estar solto, só, longe da urbe e de tudo que é virtual...

terça-feira, 11 de agosto de 2009

ALPHAVILLE NA GRANJA: tiro férias inclusive desse inferno!

Saio de férias senhores e senhoras. Desligo transmissores para troca de energias. Os tempos tem sido bicudos tanto na vida pessoal quanto profissional mas não vou usar espaço virtual pra fazer beicinho pois rima ruim já acabei de cometer. E não vou reler, com o perdão do riso sem siso(hehehe). Saio de férias de mim mesmo, saio de férias dos espaços por onde passo, dos caminhos que trilho, saio de férias da ausência de rotina o que é uma rotina como dizia minha ex-mulher. Um dos muitos motivos que me azedam a paisagem e a vida nos últimos tempos foi a implantação de um "alien" aqui dentro do que restava do paraíso da Granja Viana, entorno que ainda era um pouco verde nas cercanias de São Paulo. "Alien" foi o divertido termo usado aqui por uma leitora granjeira que comentou em post anterior que fiz sobre o nefasto tema. Alphaville na Granja se implanta em uma velocidade predatória impressionante. Vendeu já todos os lotes de sua aberração, proporcionando esse espetáculo de destruição que vocês podem ver pelas fotos tiradas no sábado e rever em outras fotos publicadas em outros posts. O conceito "novo rico" que eles sempre venderam nunca me interessou mas não posso negar que me incomoda não apenas a brutal devastação que eles provocam mas também o tipo de vizinhos que vamos ter com a chegada do empreendimento que vende o confinamento de luxo como estratégia de segregação.Pior : dizendo que preservam o verde que eles destruiram totalmente. Depois de congestionarem a principal avenida daqui para vender os lotes dessa joça chic eles agora congestionam a nossa vida com sua geringonças-tratores e detonam todas as calçadas possíveis no flagrante acima. Vou tirar férias desse inferno de paisagem que até outro dia era verde. Não queria uma horda de playboys e patricinhas cosméticas aqui do meu lado. Sim, sim, sim assumo o preconceito. Alphaville atrai muito mais telespectadores do dr.Hollywood do que qualquer outra forma de vida. A pessoa mora em Alphaville pra ter status,exibir os carrões e as roupas de grife. Estão trazendo o pior de São Paulo aqui para a gente. E se o inferno são os outros como disse a máxima de Sartre está na hora de eu ficar um pouco longe desses "outros". Me sinto realmente como na ilha de Lost , cercado pelos "outros". Vou ver outras paisagens, on the road, outros sinais de preservação e (fazer o que ?) devastação. Na volta sei que não encontrarei nenhuma maravilha nos portais devastados de Alphahorror. Sei que para poder chegar no meu cantinho vou ter que atravessar um longo caminho. Mas eu continuo um pouco Mário Quintana até morrer : "Eles passarão, eu passarinho!".

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

meu filho e Miles Davis

Muito ainda vai se escrever sobre a natureza dos blogs. Muito ainda será dito contra e a favor deles. Se eles devem ou não ser confessionais, se eles devem ou não focar em um assunto ou ir em múltiplas direções. Confesso que sempre penso nisso quando tenciono em colocar aqui um post, digamos, mais confessional. É como se eu tivesse que pedir a mim mesmo e aos leitores licença para transformar o meu próprio blog num diário virtual. Em algo mais pueril, normal, sem nenhuma utilidade pública. Mas quem sabe confessar-se sem utilidade pública não seja uma utilidade pública ? Fato é que queria dizer apenas que ontem, dia dos pais, apesar da ausência da filha Andrea, tive com meu filho Guilherme um dia daqueles, um dia feliz, um domingo inesquecível que creio ser merecido os bons pais terem pelo menos uma vez na vida. Pela manhã acendi uma vela ao meu pai na pia da cozinha e chorei. Confesso e sem pudor. Depois peguei meu filho no metrô e trouxe para o meu recanto de ermitão onde sozinho e sem drama ando vagando, preparando as férias e melhores escaninhos para a minha alma cinquentona. Fiz um almoço do jeito que meu filho gosta e eu também. Com o indefectível feijão temperado que ele curte. Rimos, comemos, bebemos, conversamos, nos inteiramos mais e mais da vida um do outro. No meio desse repertório afetivo, do encontro solitário de dois homens que se amam, (um buscando a sombra de si mesmo no outro) meu filho saca de uma sacola amarela meu presente de dia dos pais. O primeiro que ele compra com seu próprio salário, o que é significativo. Antes já havia me dado uma garrafa de Absolut com a grana de um free-lancer. Mas esse ,de ontem, foi fruto dos seus primeiros salários. Era um belo "pacote" comemorativo dos 50 anos de lançamento de KIND OF BLUE de Miles Davis em magistral companhia de John Coltrane, Bill Evans e outras feras. O "pacote" embute dois Cds, um DVD e uma camiseta comemorativa muito linda que ficou um pouco justa em mim e pensei em dar ao filho. Mas ele me incentivou a guardá-la como motivação para que eu emagreça. O disco foi lançado no ano que nasci, 1959, e comemora com muito mais satisfação o cinquentenário. Eu tenho o meu mal parado na alma mas sei que isso passa. E sabe como ajuda a passar ? ouvindo os Cds que eu ganhei, vendo o DVD ao lado do filho. Passa quando a gente admite que é feliz ao ter de perto o abraço do filho, quando o filho volta à casa paterna e se reconhece em refúgio seguro. Eu dei duro por ele e ele sabe disso. Não cobro nada e ele não me cobra. Somos dois homens imersos nas nossas qualidades e defeitos. E nosso domingo não teve defeito algum. Amei ao meu filho, ao meu falecido pai, a mim mesmo e a todos os pais que tem bons filhos e tiveram a sorte de ter um domingo como eu tive. Isso se estende ao meu amigo Leonardo Pinto (do Hipopótamo Zeno, aqui linkado) que após desavenças cibernéticas comigo essa semana relevou tudo e me desejou o lindo domingo que eu tive. Ela também o teve e merece. Bom é estar dizendo tudo isso. Bom é justificar não tendo que justificar. Bom é estar. Ao menos uma vez em um único lugar. Como eu estive ontem aqui em casa como registra o flagrante automático dessa foto...

turismo é estado de espírito

O estado de espírito de estar disponível, estar em repouso, estar desarmado, estar desplugado está cada vez mais difícil nesses tempos terríveis.Assim sendo, apontar a esmo um destino no mapa e chegar até ele pode ser uma atitude pueril mas também é libertadora. Assim fiz na sexta passada, ensaio geral para a viagem longa que começo nessa terça. De férias. De férias de mim mesmo. E assim sendo cheguei a Tapiraí. Se seguir em frente você encontrará Juquiá. Se passar por Juquiá e atravessar a 116 chegará a Ilha Comprida. Longa é a vida ? não... longa são suas ações e consequências. Mas que combina essa construção em Tapiraí (uma igreja ? uma casa ? não sei...) com o blog isso combina, né mesmo ?

sábado, 8 de agosto de 2009

Recado que vem das ruas

Esse é um belo recado que vem das ruas. No caso a rua da Consolação em São Paulo.Contribuição de minha colega Anna Marchesini que eu não vejo ao vivo há anos.

o que você vai ser quando crescer ?

Pode parecer pueril,óbvio.E é. Mas vocês já pensaram a curto prazo o efeito avassalador,triste, devastador que tem a curto prazo o péssimo exemplo dado em Brasília por nossos senadores cafajestes ? Já imaginou que vendo essa malta atuando apenas como despachantes de interesses escusos e manobrando regimentos e poderzinhos em benefício próprio uma porção de crianças e jovens estão com certeza observando e muitos se mirando no que há de pior ? Já pensaram que alguns deles ao serem perguntados no que gostariam de ser quando crescerem respondessem simplesmente : "Papai,mamãe! eu gostaria de ser o Sarney !" .Ao que outro Joãozinho e Mariazinha podem responder em coro : " Eu gostaria de ser o Collor" ou "Eu queria ser Renan !". Com o festival vergonhoso de maus exemplos que assolam o país isso não é impossível.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

MARINA SILVA PARA PRESIDENTE ?

Diante da tsunami de lama protagonizada pelo Senado Federal passou meio batido pela mídia a possibilidade da ex- ministra do meio ambiente Marina Silva vir a ser candidata à presidência da República pelo PV abandonando assim o PT e atrapalhando os planos de Lula em relação a Dilma Roussef.O fato foi bem fundamentado pelo blog do competente jornalista Altino Machado ( Clique aqui) que é dos poucos que nesse país divulga e centra foco nas questões amazônicas de qualquer natureza visto que o vasto território não tem relevância diária na mídia nacional o que deixa correr a solta políticos inescrupulosos e ladravazes de todos os calibres que por ali se amontoam. Você que me lê, por exemplo, é capaz de dizer o nome dos governadores do Amazonas, Pará,Rondônia,Roraima,Acre e Amapá ? Well,o Altino se preocupa com isso e no blog dele conversa sobre a possibilidade da Marina ser candidata presidencial. E eu pergunto : se Dilmão e seu discurso desenvolvimentista a todo preço(com carros poluindo,indústrias se amontoando e meio ambiente se lixando) pode por que Marina não pode ? Se Heloísa Helena, a Pol Pot cabocla, e seu discurso histérico fundamentalista pode por que a Marina não pode ? Agora, sensacional mesmo seria ver as três saindo candidatas e uma levando o páreo chamando as outras para colaborar. Seria o castigo para os machos adultos dominantes que acham que fazer política é no berro,na intriga, no vazio das propostas.
Não que as moças sejam santas, mas adoraria ver o Brasil governado por uma mulher.
Por falar nisso, espiem as fotos abaixo : Marina Silva às vezes não parece uma versão soft da Heloisa Helena? a diferença é que a primeira tem uma causa e a segunda uma calça.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

PUTIN , ASTRO DE SOFT PORN ?

O que pretendem os marqueteiros russos ao divulgar essa foto do premiê Vladimir Putin que visitou nesta terça-feira as planícies de Touva, na Sibéria ? Constranger os adversários diante do físico do cossaco(??!!!), apresentá-lo como dublê do Schwarzenegger em uma produção de Hollywood ou simplesmente tê-lo como alternativa para um movie soft porn em Los Angeles ? Marketing eleitoral pode ser o fim da picada siberiana né não ?

a realidade paralela

Os dois micro-posts abaixo foram sobre ex-presidentes nossos,exemplos de tudo que há de pior na política. Agora junte-se os elementos protagonistas de atos vergonhosos ontem e os coloque na capa do jornal dos Sarney, "O Estado do Maranhão" que em sua edição de hoje dá uma aula de realidade paralela e manipulação tosca da informação.

vai para o lixo da História ou não vai ?

THE COLLOR HORROR SHOW

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

o Senado na era do metal

Nosso Senado que recomeça hoje com suas atividades lesivas à nação ainda está na era do metal. Ouro no dente, prata no cabelo e chumbo na ética !

o twitter pode ser divertido

O twitter onde eu recém- ingressei, por dar ouvidos ao argumento de que ele pode "turbinar" um blog, ainda é para mim um enigma. Inútil, bobagento, pragmático, novo instrumento de comunicação ? ainda não sei se é uma inutilidade moderna,um arremedo de baderna ou apenas divertido. Hoje pelo menos foi divertídissimo quando vi circular fim essa mensagem muitas vezes:

Ciro Gomes, cigarros e mototaxis produzem o mesmo nível de prejuízos a SP. Portanto
#foramototaxis #foraCiroGomes #foracigarros

sábado, 1 de agosto de 2009

OPERAÇÃO SORRISO

Minha amiga Ana Paula Siqueira, titular do blog Atacadíssima, aqui linkado, mora em Belo Horizonte mas está ajudando a divulgar a Operação Sorriso que vai rolar no Rio de Janeiro e cujo cartazete está logo aí abaixo. Pede a ajuda desse modesto blog e aí está! Ajudo a repassar o recado dessa bela iniciativa adianta. Ela visa ajudar crianças com problemas de lábio leporino e afins. A triagem é no próximo dia 6 e 7 no Hospital do Fundão na UFRJ.

Meus livros

Meus livros
CINEVERTIGEM

O BRASIL É FEITO POR NÓS ?

VALENTÃO

FRANGUINHO SEBASTIÃO

DIA DE SUBMARINO

DIA DE SUBMARINO
DIA DE SUBMARINO

FALTA DE AR

FALTA DE AR
FALTA DE AR
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo do blog

Seguidores