TODO PROSA

Minha foto

Escritor, jornalista, roteirista, diretor de tv. Dirigi, apresentei e escrevi para a  TV Cultura, CNT/GAZETA, BANDEIRANTES, MANCHETE,  Rede SESC/Senac,TV Brasil, TV Pública de Angola, TVT-TV DOS TRABALHADORES, GNT entre outras. Editei as revistas RAIZ, TRIP e HV e fui conselheiro editorial da Rolling Stone e um dos criadores do programa METRÓPOLIS da Tv Cultura do qual fui o primeiro apresentador. Fui repórter do Caderno B do JB e tomei parte da equipe fundadora do Caderno 2 do Estadão. No mesmo jornal fui cronista de 1993 a 1998. De 98 a 2001 fui cronista do Jornal da Tarde.  De 1998 a 2005 dirigi, escrevi e apresentei "Literatura" e "Mundo da Literatura" exibido em várias emissoras abertas e fechadas. Sou co-autor das peças "Olho da Rua" e "Quatro Estações". Autor de sete livros publicados como CINEVERTIGEM (ed. Record) e os infanto-juvenis VALENTÃO, O BRASIL É FEITO POR NÓS ?, DIA DE SUBMARINO e FALTA DE AR. Co-autor de outros tantos. Dirigi mais de uma dúzia de documentários e séries documentais para várias emissoras de tv. Publiquei todos os dias durante um ano em www.revistapessoa.com o 365- Diário do Anonimato do Mundo. Uma história por dia. Cada dia um lugar do mundo. Escrevo duas vezes por semana para a revista digital  Dom Total em www.domtotal.com . Entusiasta da comunicação pública também fui gerente de produção da TV Brasil e diretor de conteúdo e programação da EBC.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

TRAVESSIAS SINGULARES

pais e filhos
lançamento sábado, 19:00 h, livraria da Vila , alameda Lorena 1731

Não é porque sou nem bonzinho e nem modesto. Mas apesar desse blog ser meu, muito meu (hehehe) não fico a vontade em ficar falando dos meus poucos livros. Tanto que o único que aqui está destacado é o "Falta de Ar" que foi lançado em dezembro de 2007 pela editora Letras Brasileiras de Floripa.

O talentoso professor, escritor e entusiasta da literatura Rosel Bonfim Soares disse em e-mail pra mim outro dia que conheceu uma professora numa oficina literária no museu Lasar Segall em São Paulo que é entusiasta do que escrevo e disse a ele que me considera modesto , opinião da qual ele parece partilhar.Não professora, não Rosel. Não sou modesto. Apenas tenho consciência do meu tamanho e das minhas limitações. Por outro lado depois de tantos anos fazendo jornalismo cultural, entrevistando autores para a mídia em geral e a televisão em particular posso lhes garantir que se peco por um certo retraimento outros pecam pelo excesso se atribuindo uma importância que não tem. Eu só fico na minha pois não sou nem besta...
Posto esse preâmbulo bobalhão acima quero aqui louvar a iniciativa do Rosel por ter organizado e agora lançado essa belíssima antologia "Travessias Singulares- Pais e Filhos" em edição caprichadíssima da pequetita editora baiana Casarão do Verbo. Uma idéia simples de resultados surpreendentes. Rosel reuniu uma penca de escritores brasileiros mortais, imortais, celestiais, colossais,impessoais, pessoais , uns mais, outros menos, mas todos somados na idéia de contar um conto cujos protagonistas sejam pais e filhos. Pais e filhos no sentido masculino da palavra.

O livro , muito bonito, é dividido em duas partes. A parte um ele divide como histórias de "farpas,rancor,discórdia , disputa,rivalidade, verbo ausente, socos , silêncio e abandono". Nesse categoria jogam escritores como Moacyr Scliar , Domingos Pellegrini, Miguel Sanches Neto, Menalton Braff, Aluísio Azevedo, Nelson de Oliveira e David Oscar Vaz , estes dois últimos estarão presentes ao lançamento. Na parte dois as histórias são divididas em "diálogo, compreensão, abraço, amizade, reconhecimento e saudade". Nessa turma estão os "hours concours" Machado de Assis, Carlos Heitor Cony e feras que passam por Wander Piroli , J.J. Veiga, Raimundo Carrero, Charles Kiefer, Antonio Torres, Hélio Pólvora, cujo conto "Mar de Azov" inspirou Rosel a organizar a antologia. Eu e João Anzanello Carrascoza estamos nessa parte dois e estaremos também presentes ao lançamento. O livro tem perólas, tem joio, tem trigo mas acima de tudo tem um bem humanistico em comum. A nossa origem com a qual nos debatemos e lidamos todos os dias. Nossos pais de quem somos pais e somos filhos , gente que de alguma forma contribuiu para que nossos espíritos não fossem santos... propaganda ou autopromoção a parte o livro é uma graça, uma delicadeza achada. Mérito do Rosel. Por ele mais do que por nós eu adoraria que os amáveis leitores que estiverem em São Paulo nesse sábado a noite dessem um pulinho na livraria da Vila que apesar de ser da Vila vai abrigar a noite de lançamento em sua filial da alameda Lorena. Eu vos espero.

O conto de minha autoria no livro chama-se "O pai vê a lua de perto" e na verdade é uma crônica reescrita e remodelada que foi publicada no Estadão em meados dos anos 90 quando eu era cronista daquele jornal.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

LUIS CARLOS DA VILA

Por um lapso quase imperdoável deixei escapar aqui nesse blog a narrativa de um dos melhores domingos que tive esse ano e um dos melhores domingos de minha vida. Foi em fins de março. Cheguei em tarde abafada, ainda hora do almoço, à quadra do clube Renascença no Andaraí ( entre Tijuca e Vila Isabel) para as comemorações do aniversário de Mário Lago Filho , que como o próprio nome diz é filho do grande Mario Lago. Mariozinho é figura carimbada nas rodas de samba cariocas e irmão do meu amigo Antonio Henrique Lago , esse casado com Tania Celidônio, "primeira-amiga" como diz outro amigo nosso o caminhoneiro/arquiteto Marcelo Cecchi.
O inhoque estava bom, o samba melhor ainda, quando se chega à minha mesa, cheio de deferências, o lendário Luis Carlos da Vila , sambista maior, figura queridíssima em Vila Isabel muito embora o "vila" que ele tinha no nome viesse da Vila da Penha onde nasceu conforme me esclarece a sedutora e magnífica "Dona Coisinha", lindeza moreninha que mora na Vila Isabel, bem pertinho da quadra da escola de samba na 28 de setembro.
Voltando ao Luis Carlos da Vila tenho ele nesse domingo de tarde à minha frente me elogiando e reverenciando como se alguma importância eu tivesse. Declarava-se meu fã incondicional por conta dos anos que dirigi e apresentei os programas "Literatura" e "Mundo da Literatura" que passavam inclusive na TVE do Rio, hoje Tv Brasil. Luis Carlos me levou até sua esposa e mãe que me encheram de palavras gentis e mimos. Me apresentou o compositor Serginho Meriti e deixou claro que compositor de samba adora literatura por isso ele me adorava. Fiquei envaidecido nem tanto pelo elogio mas por averiguar que meu recado estava chegando onde eu nem imaginava.Ouvi Delcio Carvalho cantando, bebemos cerveja e cachaça, ouvimos muito samba e trocamos muita prosa. Tarde felícissima, cheio de abraços e beijo na careca do Luis Carlos. Prometemos nos ver outras vezes. Pô, não deu tempo. Um câncer o levou semana passada me enchendo de tristeza por ter perdido maior convívio com novo amigo tão gentil. Certas coisas a gente não deve adiar. Luis, quando eu estrear um programa novo no gênero vou me lembrar de você. Que Deus o tenha e guarde sempre a sua linda simpatia... abaixo, em vossa homenagem, coloco seu currículo retirado do site www.samba-choro.com.br e convido o leitor a conhecer o seu próprio site,agora em luto... quem quiser acessar é só clicar aqui...


Apelidado, por Nei Lopes, de Luiz Carlos das Vilas (Vila Kennedy, Vila Isabel, Vila de Penha...), trata-se de um sambista que, em suas músicas, encarna o verdadeiro espírito das vilas e bairros do subúrbio carioca: músicas alegres, espirituosas e, ao mesmo tempo, preocupadas com diferentes aspectos da realidade política e social de nosso povo. Luiz Carlos da Vila, como o sacerdote de sua música, "ergue a taça, convocando toda a massa, neste evento que congraça gente de todas as raças numa mesma emoção".
Luiz Carlos da Vila nasceu em 1949, no bairro de Ramos, no Rio de Janeiro onde, mais tarde, seria uma das figuras sempre presentes no já legendário bloco Cacique de Ramos, por onde também passaram outros grandes nomes do samba carioca. Em homenagem ao bloco compôs "Doce Refúgio".
Em 1988 compôs, junto com Jonas e Rodolfo, o samba que levou a Vila Isabel à vitória: Kizomba (A Festa da Raça), sendo este um de seus sucessos mais populares, sempre lembrado nas rodas de samba.
Tem músicas gravadas por vários artistas, entre eles Simone, Fundo de Quintal e Zeca Pagodinho. Este último, em seu mais recente disco, gravou "Os Papéis", bela parceria de Luiz Carlos da Vila e Wilson das Neves.
Gravou, até agora:

LUIZ CARLOS DA VILA
(1983-RCA Victor-103.0587)
1. Bandeira de Fé (Martinho da Vila e Zé Catimba); 2. Cadê Coragem (Luiz Carlos da Vila e Adilson Victor); 3. A Natureza (Manacéa); 4. Nos Braços da Noite (Wanderley Chuchu e Jobel); 5. Pisando Forte (Luiz Carlos da Vila, Tião Graúna e Tião Grande); 6. Solidão e Gás (Luiz Carlos da Vila e Adilson Victor); 7. Meu Canto (Luiz Carlos da Vila); 8. De Olhos Fechados (Paulo Brazão e Arroz); 9. Terceiro tato; 10. O Sonho não Acabou.

Obs.: As músicas em que não se indica autoria são exclusivamente de Luiz Carlos da Vila.

PRA ESFRIAR A CABEÇA
(1985-Arca Som-803.1001)
1. Tudo se Ilumina (Sombrinha-Luiz Catlos da Vila); 2. Pra Esfriar a Cabeça; 3. Morro Molhado; 4. Não é um sonho a mais (Arlindo Cruz-Luiz Carlos da Vila); 5. Fogo de Palha; 6. Vila Isabel anos 30 (Martinho e Luiz Carlos da Vila); 7. Você não é boa atriz;
8. Diamante; 9. Das Origens; 10. Braços de Lã; 11. Notável Amiga; 12. A Flor da Esperança (Força e Magia)

RAÇAS BRASIL
1. Samba que nem Rita Adora (Jane-Luiz Carlos da Vila); 2. Sorrir Já Não Basta (Sombra-Sombrinha-Luiz Carlos da Vila);
3. Um Samba pra Lili (Luiz Carlos da Vila-Jane) e Sem Endereço (Arlindo Cruz-Luiz Carlos da Vila); 4. A Vitória de Chico Magia (Bandeira Brasil-Luiz Carlos da Vila); 5. Além da Razão (Sombra-Sombrinha-Luiz Carlos da Vila); 6. Raças Brasil (Carlos Sena-Luiz Carlos da Vila); 7. Samba do Aprendiz (Carlos Sena-Octacílio da Mangueira-Luiz Carlos da Vila); 8. Luz do Vencedor (Candeia-Luiz Carlos da Vila); 9. A Vida é Assim (Carlos Sena-Octacílio da Mangueira-Luiz Carlos da Vila); 10. Carvão e Giz (Paulo César Feital-Luiz Carlos da Vila); 11. 13 de Maio (Bandeira Brasil-Luiz Carlos da Vila); 12. Nas Veias do Brasil; 13. Kizomba (A Festa da Raça) (Rodolfo-Jonas-Luiz Carlos da Vila).

UMA FESTA NO SAMBA
(Velas/11-V235)
1. Só por um momento (Jorge Aragão); 2. Cadê Leonor (Sombrinha, Luiz Carlos da Vila); 3.Côr de minha raça (Noca da Portela, Toninho Nascimento, Tranka); 4. Uma festa no samba (Claudio Jorge, Nei Lopes); 5. Peito Sangrando (Wilson Moreira, Nei Lopes); 6. Artigo esgotado (Luiz Carlos da Vila); 7.É preciso construir (Marquinhos PQD, Alexandre, Santana); 8.É onda, é moda (Luizinho SP, Luiz Carlos da Vila); 9.Barraqueiro (Noca da Portela, Toninho Nascimento, Tranka); 10.Me lembro bem (Beto do Cavaco); 11. E toma partido (Zé Luiz, Nei Lopes); 12. Foi ela (Waldir Asty, Jorge Asty).*

* As informações sobre o disco UMA FESTA NO SAMBA foram enviadas pelo parceiro Luís Fernando Marques-Santos, a qum sou grato.

A LUZ DO VENCEDOR - Luiz Carlos da Vila Canta Candeia
1. A Luz do Vencedor (Candeia-Luiz carlos da Vila); 2. Casa Amarela (Candeia-Casquinha) e Madrugada Linda (Catoni-Jabolô-Walteni); 3. Minhas Madrugadas (Candeia-Paulinho da Viola); 4. Gamação (Candeia); 5. Lua (Catoni-Jabolô-Walteni)Part. esp. Zé Luiz; 6. Infeliz (Candeia-Catoni); 7. Filosofia do Samba (Candeia) e Não tem Veneno (Candeia-Wilson Moreira); 8. Amor não é Brinquedo (Candeia-Martinho da Vila) Part. esp. Mart'nália; 9. Flecha de Cupido (Candeia-Casquinha); 10. Nem Sei (Candeia); 11. Vem Amenizar (Candeia-Waldir 59); 12. Peixeiro Granfino (Candeia-Bietas) e Ouço uma voz (Candeia sobre texto de Nelson Amorim) Part. esp. Cláudio Camunguelo; 13. Ouro, desça do seu Trono (Candeia-Paulo da Portela); 14. De qualquer Maneira (Candeia); 15. Nem Sei (Candeia).

Além de seus discos de carreira, tem participado em outras gravações, como o antológico "Esquina Carioca", onde canta com Beth Carvalho, Walter Alfaiate, João Nogueira, Ivone Lara e Moacyr Luz (1999). Participou, ainda, do disco "Um Natal de Samba" (1999) e "Meu Coração é um Pandeiro" (2000), de Cauby Peixoto.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

DAY AFTER ELEITORAL 2/ A DECEPÇÃO

Não é caso para luto fechado(ou será que é ?) mas ontem quando sai de casa para exercer o sagrado direito ao meu voto nulo não imaginava que o resultado das eleições municipais pudesse ser tão catastrófico como foi para a maioria das grandes cidades brasileiras. Ganharam, sem dúvida, os piores nas mais importantes capitais do país e nisso incluo Salvador, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo. Em relação a Manaus onde venceu o elemento Amazonino Mendes é caso de chorar mesmo visto que em qualquer país com justiça independente um político desse naipe deveria estar detido por três gerações.
Os idiotas da objetividade - como diria Nelson Rodrigues - vão lançar mão pela semana afora daquele clichê barato : " Que país emerge das urnas ?" . Vão fazer a pergunta e multiplicar aquelas tediosas respostas que fingem ser "novidadeiras" quando na verdade são caquéticas sejam elas ditas pela voz de um Alexandre Garcia, um Fernando Mitre ou uma Lúcia Hipolyto para ficar apenas em três soporíferos exemplos. Vão analisar a partilha do poder pelos partidões de sempre (DEM, PT, PSDB E PMDB) e nos "explicar" o óbvio. Quem ganha, quem perde, etc... que tédio.
Não vou nem me ater sobre os horrores que virão pelas mãos dos que ganharam. Como disse ganharam os piores provando mais uma vez que a maioria pode e quase sempre é muito burra. Assim é a democracia que permanece intacta alçando aos céus aqueles que melhor se movimentam na arte de fazer amigos , lobbys e influenciar pessoas.Seja através do marketing político, apadrinhamento, loteamento de cargos futuros. Nossa jovem democracia é uma doença só e todos acham que as erisipelas em sua pele são absolutamente normais. Não são e estamos doentes por eleger quadros tão ruins. Também não vou me ater a um dos exemplos mais flagrantes desse meu raciocínio que é o novo prefeito de Belo Horizonte , um hibrido de caixa de campanha de um caloteiro ( Ciro Megalô Gomes) com apadrinhado de governador playboy ( Aécio Neves) e prefeito petista medroso o tal Fernando Pimentel. Errei feio e essa gente elegeu mesmo o poste do Márcio Lacerda. Se bem que o caso de Belo Horizonte é uma tristeza só já que a outra alternativa era aquele "trem" chamado Quintão. Não é a toa que mais de 10% da população belo horizontina votou branco e nulo.

AGORA VAMOS POIS AOS BRANCOS E NULOS!!!!

A população brasileira das capitais pode votar mal mas não está de todo entorpecida. Vamos aos dados que fucei nessa madrugada e que a mídia as vezes faz questão de esconder. Nas tres principais capitais brasileiras, Rio , Belo Horizonte e São Paulo foram 3 milhões 671 mil 732 votos brancos , nulos e abstenções , 25% do total dos votantes das três capitais que é de 14 milhões 949 mil 874 votantes. Ou seja o numero de nulos , brancos e abstenções é quase a expressiva votação de Gilberto Kassab, eleito prefeito paulistano no maior colégio eleitoral do Brasil. Bom se 25% dos votantes se abstem , vota nulo ou branco em Rio, São Paulo e Brasília isso não parece um dado alarmante ??? Não senhores e senhores, não!!! para a mídia, o TSE e os analistas obvios e entediantes isso não deve ser levado em consideração. No meio dessa massa toda está lá o meu votinho nulo e de milhões de outros brasileiros cansados de elegerem sempre os mesmos com as mesmas propostas. As porcarias que se consagraram ontem nas urnas não vão nos oferecer novas alternativas de desenvolvimento, saúde, transporte , educação. São os mesmos dos mesmos. Os reis da má vontade que deixarão cada vez mais longe aquele sonho feliz de cidade. Isso é que é realidade senhor Caetano Veloso! Alguma coisa acontece no meu coração que só cruza a tristeza com a decepção. Serão quatro longos anos pela frente...que Deus (quem mais ?) nos proteja...

domingo, 26 de outubro de 2008

O QUESTIONÁVEL PRAZER DA COMIDA FRIA

Não, o título do post não tem a ver com intercurso sexual com uma frígida mas com o questionável prazer de ingerir alimentos frios em horários mais do que suspeitos. Esse prazer revestido sempre de muita culpa e que acabei de cometer - por isso divido com vocês!,preciso repartir a insanidade - tem receitas divinas . A saber .

1. Macarrão a bolonhesa frio - acabei de prová-lo. Deve ser ingerido com voracidade, assim que tiver sido retirado da geladeira. Recomenda-se comer de pé, junto à pia, mergulhando o garfo diretamente na tigela onde ele havia sido guardado na geladeira desde o dia anterior ou desde muitos dias anteriores. Tem um efeito devastador. Cai como uma placa de cimento no estômago e tem péssima digestão principalmente pela carne moída ligeiramente gordurosa e fria que entra no organismo de maneira viscosa.

2. Pizza fria - é um clássico , principalmente se acompanhada de Coca - Cola quente. Nove entre cada dez adolescentes ou dez entre dez marmanjos preguiçosos já se envolveram nesse estranho ritual gastronômico pelo menos muitas vezes durante a vida. Essa prática é particularmente excitante se a pizza for retirada diretamente da caixa engordurada da pizzaria que ainda jaz sobre a mesa entre bitucas no cinzeiro ao lado e restos de vinho nos copos usados. É uma sensação única de déjà vu e garantia de uma horripilante digestão que só pode ser dissolvida com muitos sais de frutas.

3.Feijão frio - atenção , a prática do consumo de feijão frio requer que o iniciado não seja um iniciante no ramo. É a mais "hard" das opções e requer muita coragem e sangue frio. O feijão deve ser consumido diretamente de dentro daquela velha tupperware, quando aquela crostinha esbranquiçada já tiver se formado. Esse acepipe é particularmente excitante se o gourmet que o degustar fizer uma bela soca onde mistura o feijão frio com azeite de oliva e farinha de mandioca torrada. Poucos alimentos no planeta Terra provocam efeito mais devastador nos vários sentidos que o prezado leitor possa estar imaginando.

ps. além de esperar que vocês tenham adorado essas magníficas receitas acrescento que nunca haverá post tão propício a estar na categoria "miscelânea" como esse.Ótimo mesmo para comemorar o centésimo da série.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

A PRAGA DOS SACOS PLÁSTICOS

O menino cercado de sacos plásticos da foto acima está em um dos muitos locais miseráveis de Jacarta, capital da Indonésia, uma megacidade afogada nessa sujeira poluente dos saquinhos que infestam todo o planeta. Ontem recebi um PPS de Roberto Lamego que faz parte de um pequeno grupo de discussão entre amigos. Ali discutimos, cúmplices,muitas preocupações em comum. E uma de nossas maiores aflições é mesmo a questão ambiental. Pois o PPS do Lamego era justamente sobre os prejuízos avassaladores que os saquinhos de plástico trazem a nós e ao meio ambiente . São bilhões de saquinhos jogados a esmo todos os anos matando e engasgando centenas de espécies como tartarugas, golfinhos , aves. Uma poluição que demora a ser eliminada. Um mal que partilhamos planeta afora. Evitar usar os saquinhos está bem perto da gente. Mas por comodidade não o fazemos. O apêzinho que alugo no Leme, no Rio, está atrolhado de saquinhos plásticos. A minha casa em Sp está atrolhada disso. As vezes eu os queimo num tamborzão de óleo vazio mas já me disseram que essa fumaça é altamente cancerígena. A reciclagem desses saquinhos é quase nula. Será que se todos os países do mundo evitassem essas pragas ( como parece que já vem fazendo a China e a Irlanda) não teríamos ao menos uma diminuição representativa ?Ou podemos ir ao supermercado transportando nossas compras com engradados como faz meu amigo Pedrinho Milliet ? Mas é engradado do que Pedrinho ? de bebida ? engradado de bebida não fica ruim pra transportar outras coisas ? Fato é que está ao nosso alcance substituir esses saquinhos pé no saco por outros meios de "transporte" de nossas compras.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

TÚNEL DO TEMPO

DIARIO DO GRANDE ABC

Não sei o que dizem os detratores dos blogs mas posso dizer que manter um traz uma fileira de pequenas alegrias, surpresinhas do dia a dia que tornam a vida menos azeda. Mais de um ano depois desse blog inaugurado não vou entediar os leitores alinhavando todas as boas novas e surpresas que por aqui chegaram. De ofertas de emprego a ex-alunos que nunca mais vi. De afagos sinceros a bronquinhas contundentes. De gente que cruzei em outras vidas a lembranças sinceras, bem sentidas e bem guardadas. Uma me chegou essa semana , assim de sopetão. Faz pouquíssimo tempo que coloquei um e-mail de contato no blog , o que julgava desnecessário. Vi que não é pois leitores mais timidos, reservados , as vezes preferem comentar só para o autor do blog. Tem gente que aproveita o endereço pra mandar um currículo, divulgar um produto. E tem gente que aparece para nos levar a um passadão que ficou longe, longe. Aquele passado que chega a ser quase assustador porque você não se reconhece. É o caso da foto logo aí abaixo.
A foto foi enviada pela colega Lola Nicolas que não vejo faz muito tempo. Quando vi essa foto não a reconheci e nem me reconheci nela. Sou o segundo caboclinho da esquerda para a direita na primeira fileira. Do meu lado o meu amigo Cley Scholz , hoje em dia homem forte da editoria de Economia do Estadão. O primeiro da fileira de baixo, da esquerda para a direita vem a ser o colega Roberto Gazzi, hoje o editor-chefe do Estadão já aqui citado. O ano ? só do ano me lembro : 1983. Em algum momento entre junho e novembro quando o Diario do Grande ABC realizava uma espécie de Olímpiada interna. Nós todos juntos aí na foto éramos do time que tinha a alcunha de "Caixa Alta". Todas esses detalhes foram lembrados pela doce Lola que após muitos anos de idas e vindas profissionais assumiu a direção de redação do mesmo Diario do Grande ABC onde nos conhecemos há tantos anos atrás. Fiquei pouco tempo no jornal mas guardo de lá ótimas lembranças . Ali fiz alguns amigos que me acompanharam vida afora como já citado Cley e o Marco Piquini hoje homem forte de comunicação do Grupo Fiat. Essa foto foi um belo e terno presente que ganhei da Lola que descobri ser assídua leitora desse blog. O que posso fazer mais do que mandar um grande beijo pra ela e desejar toda a sorte no comando do querido Diario do Grande ABC ? Lola, thanks, você trouxe de volta uma imagem perdida. Uma tarde de sábado ( ou domingo) na chácara da Ford não é isso ? lá entre o Taboão e o Rudge Ramos em São Bernardo ... não é isso ? não é isso o que somos ?? a soma de nossas fragmentadas memórias ?

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

O POSTE DE BELO HORIZONTE


Esse acima é um poste. Um poste serve para muita coisa , inclusive para que o desavisado meta a cara nele. Um poste é duro, insipido, inodoro e se presta a mil e uma utilidades. Em Minas um poste atende aos interesses do governador mineiro provecto ( de idéias, gestos e palavras) Aecinho Neves e ao prefeitão petista Fernando Pimentel. Mas é bom que se diga que a inusitada aliança petista/tucana não se presta apenas a interesses imediatos. É uma aliança a longo prazo com vistas a eleição de 2010. Explico : o poste da foto é cria política e protegido do nefasto deputado Ciro Megalô Gomes. O poste foi seu secretário executivo quando o megalô foi medíocre ministro da Integração Nacional. O poste foi também arrecadador de fundos de Megalô na última eleição presidencial onde o deputado caloteiro foi mais uma vez derrotado. Ou seja um poste que se presta a ser cria, baba-ovo e arrecadador do megalô pode ser flor que se cheire ? Não,nem flor que se poste no caminho dos eleitores de Belo Horizonte que saberão rechaça-lo nas urnas nesse próximo domingo, 26 de outubro. Mais uma vez a máxima de que um governo bem avaliado elege até um poste será desmentida. O poste cujo nome é Marcio Lacerda vai tomar uma lavada no domingo depois de ser franco favorito nas eleições. Bom para o Brasil pois isso enfraquece Aécio e o megalô Ciro que já está mais chamuscado do que nunca depois da derrota de sua ex, a insossa Patrícia Saboya lá em Fortaleza. Mas se é bom para o Brasil fica ruim do mesmo jeito para os belo horizontinos. Se o poste ganhasse seria uma lástima. Não ganhando outra lástima será eleita. O inexpressivo peemedebista Leonardo Quintão, tranqueira apoiada por evangélicos neandertaloídes e pelo repulsivo ministro Hélio Costa. Voto nulo neles!!!!!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

paisagem vista do trem

Às vezes a gente passa e ninguém acha graça. Às vezes passamos pela paisagem, cortamos o meio dos fatos e nem nos damos conta. Às vezes passamos, olhamos, notamos mas não interferimos naquilo que está sendo observado. Paisagem vista do trem.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

ORGULHO E PRECONCEITO

Nessa fase de segundo turno estou no Rio , portanto não tenho acompanhado de perto o esquentamento do embate Marta X Kassab. A essa altura é chover no molhado mas li que ontem o prefeito Kassab declarou-se "solteiro e feliz" no debate que aconteceu na Tv Record. Acho bom que ele seja "solteiro e feliz" tentando com a frase sepultar o sórdido debate sobre sua sexualidade que foi lançado em debate anterior e numa desastrada propaganda de dona Marta que deveria ser a última política do mundo a destilar preconceito contra gays visto que sempre legislou a favor das causas dos homossexuais. Se no primeiro turno deixei de votar em Marta por ela ter admitido ser caloteira a um repórter do CQC( "a dívida de 1 milhão da campanha anterior é problema do partido") no segundo turno acaba de perder meu voto pelo seu orgulho e preconceito.
Deploro Kassab sob todos os pontos de vista e jamais votaria nele. Mas a questão de sua sexualidade não tem a menor relevância muito embora se gay ele for estaria prestando um enorme favor à causa ao assumir sua condição como já o fizeram o prefeito de Paris e de Berlim. Mas isso é problema dele. Talvez muito pior do que um gay não assumido seja uma pseudo liberal e moderninha que quando o embate político esquenta faça uso da sordidez humana na tentativa de angariar votos juntos aos setores mais retrógados da sociedade. Nesse quesito Marta se alia ao pior do pior da caretice, ficando muito mais a direita do que a direita do engodo Kassab. Que triste embate esse de São Paulo. Voto nulo neles !!!!!!!!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

SALVE ,SALVE SIMPATIA

Os amabilíssimos leitores/blogueiros/colegas Dauro Veras (DVeras em rede) e Carol Rocha (Veneno Antimonotonia) que tem blogs aqui linkados me cobram uma lista dos simpáticos que se contraponha a dos antipáticos que postei anteontem. Já pensava em fazer isso.No entanto esses gentis apelos me fizeram ter certeza de que a lista simpática urge até para amenizarmos esse fim de semana que se aproxima, nublado e feio no Rio. E a semana passou linda!!! eita lei de Murphy!!!

Como o post anterior que falava do profeta Gentileza motivou uma onda de gentis comentários entro no mote e digo que minha lista está acrescida de pessoas simpáticas e gentis em vários níveis e não apenas no jornalístico. Uma maneira de eu também homenagear o Gentileza e todos aqueles que escreveram belas coisas sobre ele por aqui, contribuindo para que esse blog seja minimamente interessante e gentil.

Eia, pois, vamos à lista. Quando penso em simpatia, sorriso,amabilidade um dos primeiros nomes que me vem a cabeça é do mestre/escritor Fernando Sabino que morreu há quatro anos e que sempre encheu de luz qualquer sala ou ambiente que com ele eu estivesse partilhando.Com ele bem nessa foto acima eu passo aos próximos simpáticos muito ou pouco conhecidos com quem tive o prazer de esbarrar e conviver na vida

Carlos Heitor Cony, Moacyr Scliar , Roberto D'Ávila, Marcelo Nova, Marcelo Rubens Paiva, Marçal Aquino, Joel Silveira e Marcos Rey ( falecidos),Ancelmo Goés, Vera Barroso,Leda Nagle,Cacá Rosset,Giulia Gam, Angélica, Caco Barcellos, José Hamilton Ribeiro, Gastão Moreira,Milton Hatoum , Marcelino Freire, Domingos Meirelles, Fernando Morais,Maitê Proença, Caio Fernando Abreu (falecido), Ruth Rocha,Heloísa Prieto, Gabriel Garcia Marquéz,Ariano Suassuna, Tatiana Belinky, Heloísa Buarque de Hollanda, José Neumanne Pinto, Zuenir Ventura... bom , a lista não está completa mas parece bem maior que dos antipáticos né não ??? espero que ela satisfaça aos que queriam saber sobre os meus simpáticos de plantão e que de alguma forma os leitores os achem simpáticos também ...

Ah , uma outra lista que poderia haver é a daqueles que você acha muito antipáticos a primeira vista e que depois de um convívio curto ou longo passa a considerar muito simpáticos. Dessa lista só dou um nome por pura preguiça de alinhavar os outros : a bela e competente apresentadora Lorena Calábria .

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

GENTILEZAS

A inscrição tal qual está pintada acima está se multiplicando em progressão geométrica pelas ruas do Rio de Janeiro. Não há um único dia que eu não esbarre com ela em camisetas e pinturas pela cidade. Hoje, saindo de casa , dei de cara com uma camiseta branca com essa inscrição que estava exposta na vitrine de uma videolocadora no Leme. Além de ser de uma candura sintética e de transmitir bons fluídos numa cidade partida como o Rio o tal "Gentileza gera gentileza" me leva há muitos anos atrás quando eu , jovem repórter , me deparei com o autor do bordão o lendário profeta Gentileza, aliás José Datrino de Oliveira que morreu em 1996. José Datrino , o Gentileza, ex- caminhoneiro ( foto acima) vagava pelo interior de Minas Gerais. Aliás, naqueles idos de 1978 ou 79, estava na cidade de Conselheiro Lafaiete onde então meus pais moravam. Eu trabalhava numa revista da editora Abril chamada " O Carreteiro" toda dedicada aos caminhoneiros do Brasil. Ou seja o profeta era sopa no mel . Uma pauta e tanto. Passei um dia inteiro com ele fotogrando sua surreal figura e entendendo sua trajetória de ex-caminhoneiro que passa a ser um pregador de gentilezas e da palavra de Deus. Terminamos o papo num modesto, úmido e soturno quarto de pensão onde ele me mostrou seu impressionante álbum de fotografias que dava conta de suas andanças pelo país afora. Muitos anos depois deixou de peregrinar e se fixou sob um viaduto perto do cemitério do Caju, no Rio. Virou personagem cult e enredo de escola de samba e agora vejo seu bordão espalhado pela cidade, tantos anos depois de meu encontro com ele. Fico feliz que suas boas palavras se propaguem. Afinal " Gentileza gera gentileza" mesmo. E disso estamos mais que precisados.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

PÉSSIMOS BROTHERS

Achei que a essa altura do campeonato já tinha visto tudo de ruim na televisão brasileira quando dei com um bom trecho do programa "Brothers" da Rede Tv exibido sábado às 18 hs. O troço ( aquilo pode ser chamado de programa ?) é apresentado pelos irmãos bobos -alegres Supla e João . João é aquele Supla que não deu certo se é que Supla deu certo em alguma coisa. João é aquele insonssão casado com a atriz Maria Paula . O irmão de Supla do qual nunca lembramos o nome e tem a expressividade de um joelho (eu acrescentaria joelho feio) conforme diz minha coleguinha carioca Renata Garcia que aliás ontem me apresentou a um belo botecão chamado "Adega da Velha" lá em Botafogo.
Pois a Renatinha sintetiza bem a inexpressividade do João que somada ao quase retardamento mental de Supla nos leva a um programa que não consegue ser nem engraçado, nem cult, sequer trash. É péssimo mesmo. Exemplo de como pode se desperdiçar tempo e dinheiro com troço ruim na televisão. E quando a gente pensa que tem tanta gente boa querendo uma chance dá um desalento danado ver uma droga dessas no ar. Um misto de programa de celebridades, com gracinhas sem graça, paródias ridículas e gincanas imbecis. Onde foi que dona Marta Suplicy errou na deseducação desses meninos??? E o Suplão pai o que estava fazendo esse tempo todo? tenham paciência ...

INJUSTIÇA CORRIGIDA


Queria corrigir hoje uma injustiça que cometi ontem. Ao fazer uma listinha dos antipáticos notáveis dessa nação omiti o nome do ex- senador e ex- chefe da casa civil do governo Collor, essa doce figura de democrata (DEM na cabeça e cabeça do DEM) que é Jorge Bornhausen que vi em rápido flash no programa CQC de segunda engrossando a fila dos admiradores do bobo da corte tucana o tal Reinaldo Azevedo que lançava seu panfletinho anti-petista numa livraria de São Paulo. Portanto eia pois Borhaunsen na lista !

ps. 1.Angelo Alfonsin pede que eu inclua PEDRO BIAL E GALVÃO BUENO

2.Danitza pede que eu inclua Lavinia Vlasak

3. André pede que eu inclua Eurico Miranda

terça-feira, 14 de outubro de 2008

CONSIDERAÇÕES SOBRE A ANTIPATIA

Escrevi aqui segunda-feira última definições irônicas acerca da jornalista econômica Miriam Leitão (foto) que foram aplaudidas por leitores tão irônicos quanto eu. Antes que eu avance o raciocínio quero dizer que minhas estocadelas na referida senhora não se devem à sua feiúra física e sim a sua feiúra intelectual. Não tenho preconceito contra as feias, aliás, tenho boa vontade com elas.

Feita a correção ( politicamente correta ?) explico que acima de tudo minha implicância com a senhorona Leitão vem do fato dela ser das mais antipáticas figuras do vídeo nativo e tenho horror aos antipáticos em geral. Na frente ou atrás do vídeo. Profissionais de televisão ou não. É um direito inalienável meu ou de qualquer cidadão brasileiro. Até porque as pessoas mais brilhantes e interessantes com quem tive o prazer de conversar ou entrevistar na vida eram simpáticas e não antipáticas.

A lista dos antipáticos no vídeo é extensa e passa por personagens como a senhorona Leitão , a chatésima Lilian Wite Fibbe e outros entediantes personagens do jornalismo econômico e político guindados à posição de gênios por uma mídia que pouco ou nada conhece de televisão. Mas quisera eu que a lista dos intragáveis ficasse apenas nesses personagens que aparecem na telinha. O cenário nacional está cheio de criaturas antipatiquérrimas . Arrisco pequena lista e vocês podem acrescentar mais nomes pois com certeza o terão. Comecemos pelo governador paulista José Serra que não tem o menor senso de humor, não ri, não acha graça , não relaxa e não distensiona. Podemos a partir daí migrar para nomes à esquerda e a direita – dentro e fora do espectro político - que passam por Marta Suplicy, Renato Machado, Luana Piovani, Paulo Betti, Constanza Pascolatto, João “Esmegma” Dória Jr. , ministro Nelson Jobim, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Tasso Jereissati, Fernando Henrique Cardoso, Alexandre Hercovitch, Patrícia Travassos, John Neschling e sua consorte Patrícia Melo, Julio Medaglia, José Mayer, José Wilker, Arnaldo Estupor e outros quejandos. Vou parar aqui porque uma lista antipática dessas azeda a tarde né não ?
Mas para infernizar nossa imaginação já imaginaram uma festa reunindo todos esses personagens ? Seria uma festa , um velório ou um desfile am carro aberto de egos superlativos ?

segundo turno televisivo

Começou o horário eleitoral gratuito de segundo turno. Agora é jogo zerado , dez minutos pra cada candidato. Não vou poder acompanhar a contenda em São Paulo onde o pessoal do marketing político vai ter que suar a camisa para tirar a desvantagem de Marta Suplicy. Aqui no Rio tive uma boa surpresa como eu não via há anos. No seu horário eleitoral o programa de Gabeira veio num tom emocional e poético que contrastou e levou vantagem em relação ao tom aguerrido/pragmático do mauricinho Eduardo Paes que pateticamente tentou pegar uma constrangedora carona na imagem de Lula (a quem sempre detonou) forjando uma reunião de trabalho entre ele, o governador Sérgio Cabral e o presidente. Mais falso que uma nota de três reais. Gabeira veio com um clipe bem editado e emocional da música "Como uma onda" de Lulu Santos e ainda colocou no ar uma bonita versão de "Cidade Maravilhosa" cantada pelo vovô Veloso,pré-nome Caetano, que desbragadamente se desmanchou em elogios a Gabeira.Pelo sim , pelo não prefiro a emoção no horário político e nesse quesito Gabeira fez um golaço ontem.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

OVERDOSE DE CARTOLA

Mas como eu quero começar bem a semana não devo iniciá-la falando apenas de "tranqueiras" como o Alexandre Garcia , logo abaixo. Vamos de Cartola que nesse fim de semana teve sua imagem, vida e obra superexposta na mídia por conta de seu centenário muito bem comemorado com feijoada concorrida no sábado lá na Mangueira. No Rio de Janeiro o assunto foi muito mais comentado que a parada gay de ontem , o debate televisivo entre Gabeira e Paes , a meia maratona ou a procissão de Nossa Senhora Aparecida. O Cartola merece.

PESADELO MATINAL

Na verdade não foi um pesadelo matinal pois eu tinha acabado de acordar. No entanto me imaginei num retalho de sonho mau quando liguei a televisão ao despertar (o que nunca faço) e dei de cara com a assustadora Miriam Leitão apregoando seus apocalipses econômicos em terninho mal cortado. Mas não estou aqui para falar da primeira dama do mocreismo econômico nativo e sim do tipinho faceiro que é Alexandre Garcia (codinome Alexandre Gracinha by Casseta e Planeta)que em modelito camisa azul anil sobre terninho cinza ( o lencinho combinando sempre, que mimo !!!!)regurgitava suas estultices políticas habituais hoje no "Bom dia Brasil". De repente me dei conta do ridículo. Eu de cuecas,enrolando pra fazer barba e tomar banho, ouvindo aquela criatura caricata falar patuscadas nas quais não acredito. A televisão é mesmo invasiva e me ative a observar um pouco mais a desprezível criatura que, sempre pomposa, exercitava seu linguajar empolado. Na verdade ao observar Garcia pensei no que um jornalista pode se transformar. Me lembro que nos idos do começo dos anos 80 quando eu trabalhava na Bloch Editores uma colega de esquerda que trabalhava com o Garcia na sucursal de Brasília me dizia em tom de cataquese : " Jornalistas de direita sempre enriquecem e se dão bem . Veja o caso do meu chefe Alexandre Garcia. Está rico e ainda se presta ao ridículo de falar de suas peripécias sexuais na revista Ele&Ela".
O maniqueismo dessa colega não vem ao caso já que vimos muitos jornalistas de direita e de esquerda ficarem ricos quando se comportam como vassalos e porta- vozes do poder vigente. O que vale aqui comentar é que já naquela ocasião o Garcia era um profissional de mau destaque visto que acabava de deixar o cargo de porta- voz do general João Cavalo Figueiredo, o último milico presidente da ditadura . Garcia, sempre vaidoso, posava para fotos na Ele&Ela levantando pesinhos e de bermudinhas e falava à beça sobre suas aventuras de alcova. Vendo-o hoje no vídeo com sua retórica gagá e seus lencinhos coloridos combinando com a gravata me pergunto que moçoila em sã consciência há de ir ao leito com essa risível figura sem gargalhar à farta dos modelitos que ele veste. Que tristeza seu Garcia !

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

ELEIÇÕES NO RIO

Estou em um Rio de Janeiro atipicamente frio mas mais quente do que em São Paulo no que tange ao debate acerca do segundo turno. Hoje "O GLOBO" deu capa e caderno especial com o debate que promoveram ontem entre os candidatos do segundo turno : o almofadinha Eduardo Paes (PMDB) e o neo - tucano Fernando Gabeira (PV) que elegantemente ficaram por mais de duas horas conversando sobre os destinos da problemática Cidade Maravilhosa que pretendem governar. Paes ontem foi pedir perdão e bençãos a papai Lula da Silva por ter atuado na tropa de choque contra a turma do mensalão. Tudo com vistas ao precioso apoio presidencial que pode definir ( ou não) os rumos desse segundo turno. Paes quer ser o candidato de Lula pois já é o do governador Sérgio Cabral Filho. Gabeira tem apoio da gente bronzeada ,dos intelectuais, de boa parte da mídia e do execrável prefeito César Maia o que a essa altura não se sabe ser um apoio ou um castigo. Apesar da sua nova new face caretésima e tucanesca tendo a simpatizar mais com Gabeira do que com Paes. Há empate técnico e torço pelo autor de "O que é isso companheiro ?". Quiçá consiga implementar um novo modelo administrativo sem loteamentos politicos e segurando a selvagem especulação imobiliária carioca. Também torço para que aumente as ciclovias, melhore os transportes, cuide bem das áreas de lazer e convivência no Rio e ajude a resgatar a auto- estima carioca que anda combalida. Apesar de achar que esse Gabeira é uma sombra de outro Gabeira de tempos passados preferia ter que votar no Rio a essa altura do que em São Paulo onde não temos candidatos compromissados com qualidade de vida e nem com novos modelos de ocupação e desenvolvimento. As eleições no Rio empolgam mais do que em São Paulo até porque aqui está tudo empatado e em São Paulo só um milagre faz escapar da fragorosa derrota a entojada Marta Suplicy a quem eu ainda preferia a esse arremedo de estadista e falso bom moço que é o bananão Kassab. Bom fim de semana a todos . Se é que isso é possível !

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

NÃO ABORRECE COMANDANTE!

Não aborrece ô comandante Barioni ! não basta invariavelmente a gente ser premiado com os frequentes atrasos ou cancelamentos dos vôos da Tam, não basta o altíssimo preço de suas passagens, não basta tratamento inadequado que as famílias das vítimas de seus acidentes recebem da companhia e a TAM agora "brinda" seus passageiros com as mensagens "edificantes" de seu presidente, o tal comandante Barioni, que se ufana de ser um piloto , logo muito mais preparado para comandar uma companhia aérea. Não sei avaliar a competência desse senhor, mas é inegável que é um mala sem alça no vídeo, a última pessoa a quem gostaríamos de ouvir depois de finalmente conseguir sentar no assento espremido dos aviões da TAM para viagens muito pouco confortáveis pelo preço que se paga. Hoje mais uma vez, após atraso de mais de uma hora do vôo que saiu de São Paulo às 15 e pouco , (cancelaram o das 14) quando começo a me concentrar na leitura ,vem lá o tal comandante torrar os nossos picuás com suas frases de efeito pra lá de manjadas. Isso sem falar que durante o vôo as comissárias de bordo ficam nos mandando recados comerciais de companhias de seguro e outros quejandos. Realmente só nos resta um apelo : NÃO ABORRECE COMANDANTE !

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

DE NOVO O VOTO NULO

Volto ao voto nulo dessa vez por uma questão mais do que pertinente colocada pelo blogueira Filó que é uma neo-frequentadora desse blog . Leiam o que ela escreveu nos comentários do post "Jornal Nacional e o voto nulo " :

O que mais me irrita é a urna nem ter previsão para o nulo, apenas para o branco...Ora, voto nulo é voto contra todos.Voto branco é voto em qualquer um!
Se mais de 50% dos votos forem nulos, a eleição tem que ser anulada.
Se mais de 50% dos votos forem branco, tudo válido, o branco é voto válido.
Vai daí que o TSE sumiu, na urna eletrônica, com o voto nulo...


Eu nunca tinha pensando nisso e é óbvio ! O próprio TSE dificulta o voto nulo de forma que paradoxalmente apenas o cidadão esclarecido é que pode votar nulo direitinho. Na urna só resta a opção "branco" ou o voto em qualquer "baguera" que você escolha. Se quiser votar nulo vai ter que inventar um numero imaginário e confirmar...ou seja, terás que ser criativo pra anular seu voto ! Além dessas campanhas pseudo-cívicas que "incentivam" o voto consciente , da manobra do TSE que suprime o voto nulo da urna eletrônica temos o silêncio absoluto da mídia que jamais divulga a totalização final dos votos nulos e brancos que são expressivos. Manobras para que escolhamos as porcarias que se oferecem para nos governar. Gente que na sua maioria não tem compromisso com o futuro ,com a qualidade de vida, com alternativas mais saudáveis para os colapsos das grandes cidades, gente que apesar de diferentes matizes ideológicos aposta no mesmo modelo opressivo de desenvolvimento que é incentivo à industria, ao consumo ,ao automóvel. O progresso como sinônimo de prédios, viadutos, cimento e devastação. Apesar de tudo isso e de eu achar Marta Suplicy um entojo em todos os sentidos declaro que não anularei meu voto no segundo turno e votarei nela. Com todos os seus defeitos considero que ela foi mais eficiente para os menos favorecidos do que esse hibrido de nada com coisa nenhuma , essa falácia eleitoral que é Gilberto Kassab que ganhou corações e mentes da classe média com o seu projeto "Cidade Limpa". Mas e o resto Kassab ?? o resto parece propaganda enganosa né não? Mas esse é outro assunto e foge do mote proposto pela Filó que é a ausência do voto nulo na urna eleitoral eletrônica. Voto nulo que para mim continua legítimo no segundo turno apesar de eu ser forçado a ir de Marta pra evitar um mal maior.Mais DEM no poder ? nem pensar !!!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

CHICO BUARQUE E A CALÇADA

Sim, sim, sim !!! podem me chamar de chato, galhofeiro, podem dizer que não se deve criticar uma quase unanimidade nacional mas , meninos eu vi !!! Noite passada o bom programa CQC sobre eleições entrevistou vários políticos e algumas celebridades de peso como o senhor Chico Buarque. Pois não é que quando ele voltava pro carrinho dele , depois de votar, fugindo do repórter do programa, notamos que o notável compositor estava com seu auto estacionado sobre a calçada???!!!! uau !!! quem diria... um compositor desse quilate engrossando as fileiras dos mal educados que estacionam sobre as calçadas do Rio??? em que bairro era aquilo ?? por essa, vaias ao compositor popular... educação é pra todos né não ? ou Chico pode estacionar na calçada ?

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

DAY AFTER ELEITORAL

Bom, eu esperei o day after do domingão eleitoral para tecer alguns comentáriozinhos rápidos sobre a tal "festa cívica", termo ridículo com o qual certa mídia gosta de nos brindar. Apesar do meu voto nulo e do desinteresse geral da nação ao redor dessas eleições vários fatos me encheram de alegria .
1. A fragorosa derrota da senadora Patrícia Saboya e do seu apoiador Ciro Megalô Gomes em Fortaleza. Os motivos são obvios pois a dupla me deve 50 mil reais desde a primeira tentativa dela em ser eleita prefeita no ano 2000. A dona Saboya ficou com pífios 15% dos votos, terminou a disputa em terceiro lugar e a atual prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, foi reeleita em primeiro turno. A capital do Ceará ficou livre de uma política indecisa, insegura e tatibitate que não consegue sequer ligar para um caloteado ( eu) para explicar os motivos de não ter pago uma dívida. Deixa tudo na mão de terceiros, no caso os seus padrinhos Tasso Jereissati e Ciro Megalô que são bem fracos de votos em Fortaleza . Ainda são bonzinhos no resto do Estado pois bem ao feitio de neo-coronézinhos controlam alguns grotões com mão de ferro. A derrota da senadora insípida em Fortaleza devolve-lhe a dimensão de pequenez que sempre teve. Que essa derrota lhe seja leve e que aprenda com ela. Assunto encerrado pra mim. Tanto que vou tirar da barra lateral desse blog meu "recado pantaneiro aos caloteiros" que continua no Youtube. Ahhhh... e tomara que o pessoal que tomou calote nessa campanha de Patrícia ( e que fazia outro dia protesto pelas ruas de Fortaleza) receba o que lhes é devido...

2. Foi muito bom ver fora do segundo turno em Salvador aquele projeto de gente e de político chamado ACM Neto que encarna as piores virtudes do seu falecido avô. Volta literalmente à sua pequenez.
3. Apesar de desconfiar de Gabeira atualmente foi ótimo vê-lo passar para o segundo turno onde enfrentará o almofadinha senior Eduardo Paes.

4. Marta ou Kassab em São Paulo ? terei que rever meu conceito de voto nulo no segundo turno. DEM no poder nem pensar...

5. O candidato fantoche de Aecinho Provecto Neves e Ciro Megalô Gomes lá em Belo Horizonte tomou uma invertida e vai pra o segundo turno com o tal Quintão. Droga por droga é melhor Quintão do que um ilustre desconhecido que tem no currículo ser apenas um arrecadador de grana de Ciro Megalô e um dos seus puxa - sacos... o tal fantoche chama-se Márcio Lacerda e foi secretário - executivo do megalô quando ele ocupou mediocremente o ministério da Integração.

Essas pequenas alegrias não compensam a tristeza em ver prefeito da cidade de João Alfredo , interior de Pernambuco, o lamentável Severino Cavalcanti , exemplo maior de escória política pátria.

Política é o fim ?

sábado, 4 de outubro de 2008

O VOTO NULO E O JORNAL NACIONAL

O "Jornal Nacional" de hoje fez uma reportagem que é um verdadeiro libelo contra o voto nulo como se ele ilegítimo fosse. O tosco argumento encontrado por esses verdadeiros defensores da cidadania e da imparcialidade é que quanto mais votos nulos e brancos tivermos menor será a legitimidade de quem for eleito. Sim , pois os políticos serão eleitos com menos votos ! brilhante conclusão que não explica os motivos pelos quais o cidadão não tem o direito de votar nulo ou branco. Se nenhum candidato nos agrada, se ninguém merece nosso voto pra vereador ou prefeito por que não devemos votar nulo ou branco ? Ora, porque o "Jornal Nacional" não acha bacana, o "Jornal Nacional" acha que isso não é exercer a cidadania e blá blá blá...

Ora, toda vez que esses argumentos são repetidos minha pele chega a pipocar . Fico tiririca quando não consideram o voto nulo ( ou branco) como um instrumento legítimo de protestar contra toda essa escória política que aí se encontra. Dizer que votar nulo ou branco não pode porque menos pessoas decidirão nosso futuro é argumento ? Ora, o mesmo direito que tem um eleitor de votar em quem quiser tenho eu de não votar em ninguém . E é o que farei.

Desde novembro passado moro entre Rio e São Paulo. Voto em São Paulo. E votarei nulo. Se votasse no Rio também anularia. Motivos não me faltam mas no caso paulistano me explico. Até algumas semanas atrás votaria em Marta Suplicy sem o menor entusiasmo. Tipo voto útil para evitar um mal maior como Kassab ou o insosso Alckmin. Sucede que Marta perdeu definitivamente meu voto por um motivo aparentemente pueril. Perguntada por um repórter do CQC sobre dívida de 1 milhão de reais na campanha passada ( ou seja , muita gente foi caloteada e não recebeu) ela simplesmente disse que a dívida era problema do partido e não dela. Como alguns sabem tenho verdadeiro horror a caloteiros. Calote denota desvio de caráter que foi exatamente o que eu disse no vídeo que pus no Youtube pra denunciar um velho calote de campanha ( ano 2000) que me passou o deputado megalô Ciro Gomes e sua ex, a insípida e inodora Patrícia Saboya que vai perder a eleição em Fortaleza. Quando Marta praticamente também se assume como caloteira perde meu voto ainda que fosse um voto de má vontade. Esse voto não lhe fará a menor feita e eu fico bem comigo mesmo. Não existem também boas opções para a vereança em São Paulo pois não vejo ninguém seriamente comprometido com qualidade de vida, verde, meio -ambiente, opções para os carros e o caos urbano. Portanto que o Jornal Nacional não me aborreça com esse tipo de repto ao voto consciente. BLEARGH !!! como diriam os quadrinhos !!!

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

AUTONOMIA PALESTINA

A bela foto acima me dá mote para tocar "an passant" num assunto delicado porém fundamental . A autonomia do povo palestino na terra que lhes é de direito. Oprimidos pelas truculentas forças de Israel eles tentam há décadas ao menos compartilhar territórios com os judeus. É lógico que não simpatizo aqui com excessos e brutalidades de nenhuma das partes mas tenho imensa simpatia pela causa palestina.

PHILIP GLASS

Philip Glass. Taí um compositor polêmico. As pessoas ou amam ou odeiam. Eu particularmente gosto muito. Essa madrugada , mais uma vez, esbarrei com mais uma de suas centenas de músicas : "Concerto for saxophone quartet and orchestra". Continuo gostando mesmo quando dizem que faz sempre a mesma música. Mesmo quando dizem que seu minimalismo é entediante. Para mim ele tem uma trilha sonora pra cada situação sensorial. Me faço entender ? alguns de vocês lembram, por exemplo, da belíssima trilha sonora do também belíssimo filme "As Horas " ?... pois é ! Philip Glass , ame-o ou deixe-o !

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

COLÍRIO 7- EMANUELLE SEIGNER

Outro dia andava me perguntando por onde andaria a deliciosa e provocante Emanuelle Seigner , musa de Polanski , que infernizou um casal em férias no filme "Lua de Fel". Andava sumida a moça . Bobo eu que não percebi que ela é uma peça de destaque do belíssimo filme "O Escafandro e a Borboleta" que eu vi ontem e que continua em cartaz. Vale assistir pela ótima interpretação de Mathieu Amalric , pelo tema ( que poderia ser tratado de maneira tediosa mas não o foi) e pela Seigner que está mais madura mas no auge da formosura interpretando a esposa traída que se mantem fiel ao pai de seus filhos mesmo quando ele se encontra totalmente paralisado. Sua sensualidade contida mesclada a pitadas de falsa ingenuidade são demolidoras.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

A PRAGA DAS MESAS REDONDAS

Nem sei se deveria estar perdendo tempo com o assunto mas é que no momento em que escrevo essas mal traçadas ouço ao fundo um imenso festival de estultices no programa "Esporte Debate" , "Futebol Debate" ou algo que o valha que vai ao ar todos os dias por volta de 13 hs na rádio Jovem Pan de São Paulo. É certo que, salvo raríssimas exceções, não existe vida inteligente na crônica esportiva brasileira. A grande maioria dos tais "comentaristas" não tem qualquer formação específica a não ser terem sido desde sempre pitaqueiros de botequim como a maioria dos brasileiros. Não são bem versadosem nada , não são lidos, não são cultos e nem viajados. Não entendem de jornalismo, muito menos de ética , elegância ou educação. Humanismo então, nem pensar. Verdadeiros poços de preconceitos, fabricantes e reprodutores de frases feitas e lugares comuns, contribuem para o limbo onde está o futebol brasileiro de hoje até porque são condescendentes com dirigentes canalhas e aproveitadores. Aliás, vocês já pararam para reparar no "naipe" dos dirigentes e dos comentaristas de futebol ?
Bom, parte dessa malta se reúne no programa que aqui citei e que sei lá porque ainda insisto em ouvir vez ou outra quando almoço em casa. Hoje reparei que ainda por cima os tais comentaristas não respeitam sequer os seus ouvintes pois todos gritam, bradam se ofendem mutuamente não permitindo que qualquer raciocínio lógico seja ouvido. Os "gênios" hoje discutiam se o Corinthians deveria ou não colocar a estrela do campeonato da segunda divisão em sua alvinegra camisa. Vocês não imaginam o forrobodó que deu essa questão ! Talvez falarem ao mesmo tempo tenha a ver com o marketing do programa. Vai lá saber.É tudo muito surreal.
E por falar em surrealismo fico aqui me perguntando como é notável a profissão desses senhores. Como eles tem sorte na vida ! ganham , pagam as contas e posam de "otoridades esportivas" quando na verdade fazem com ganho o que milhões de brasileiros fazem todos os dias de graça. Falar, discutir sobre futebol. E olha que já vi conversa muito mais inteligente em balcão de boteco e padaria no Rio, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, etc. Essa gente mal educada que prega a desarmonia entre partes discordantes ainda dá um péssimo exemplo para o torcedor que está em casa ouvindo. Ninguém ouve o argumento do outro. Querem vencer no berro. Tudo aquilo que a belicosa torcida brasileira não precisa ouvir.

ps. as tais mesas redondas proliferam no rádio e na tv brasileira. Uma praga urbana, receita boa e barata que não tem novidade alguma. Tá precisando ser reciclada. A mesa que ilustra esse post foi colhida aleatoriamente na internet. Nada tenho contra ou a favor de quem dela participa.

Meus livros

Meus livros
CINEVERTIGEM

O BRASIL É FEITO POR NÓS ?

VALENTÃO

FRANGUINHO SEBASTIÃO

DIA DE SUBMARINO

DIA DE SUBMARINO
DIA DE SUBMARINO

FALTA DE AR

FALTA DE AR
FALTA DE AR
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo do blog

Seguidores